Relação da umidade do solo com a diversidade de organismos da mesofauna edáfica, Alagoas / Relation of soil moisture with the diversity of edaphic mesophena organisms, Alagoas

Acácia Rodrigues Calheiros, Carlos Augusto Rocha da Silva, Thaisy Gomes Acioli, Kallianna Dantas Araujo, Mayara Andrade Souza

Resumo


A mesofauna edáfica é uma das responsáveis pela manutenção e qualidade do solo, porém esses organismos são sensíveis às variações edafoclimáticas às quais são submetidas. Nesse sentido, a pesquisa teve por objetivo avaliar a influência do conteúdo de água do solo na diversidade de organismos da mesofauna edáfica, em um fragmento de Mata Atlântica, Maceió, Alagoas. Foram realizadas coletas em fragmento de mata atlântica no parque municipal de Maceió, Alagoas no mês de junho de 2019. Coletas de solo + serapilheira foram realizadas em 10 pontos, com auxílio de anéis metálicos com 4,8 cm de diâmetro e 5,0 cm de altura. Em seguida os anéis com solo foram levados ao laboratório e instalados na bateria de extrator Berlese- Tullgren modificada permanecendo por um período de 96 horas. Os organismos do solo foram quantificados e identificados com utilização do microscópio estereoscópio, a nível de ordem taxonômica. Também foram coletadas amostras de solo a 10 cm de profundidade para determinação do conteúdo de água do solo, segundo a metodologia de Tedesco et al. (1995). O conteúdo de água do solo é determinante para ocorrência e estabelecimento dos organismos da mesofauna do solo; O grupo Acarina obteve maior número de organismos da mesofauna edáfica seguido dos grupos Symphyla, Collembola e Diplura em fragmento de mata atlântica no parque municipal de Maceió, Alagoas.


Palavras-chave


Sustentabilidade, Qualidade do solo, Ciclagem de nutrientes, Biota do solo.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, K. D. Análise da vegetação e organismos edáficos em áreas de caatinga sob pastejo e aspectos socioeconômicos e ambientes de São João do Cariri – PB. 2010. 166 f. Tese (Doutorado em Recursos Naturais) - Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2010.

BERUDE, M. C.; GALOTE, J. K. B.; PINTO, P. H.; AMARAL, A. A. A mesofauna do solo e sua importância como bioindicadora. Enciclopédia Biosfera, v. 11, n. 22, p. 14-28,2015.

EMBRAPA-EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 4. ed. Brasília: EMBRAPA, 2014. 374 p.

HOFFMANN, R. B.; NASCIMENTO, M. S. V.; DINIZ, A. A. ARAÚJO, L. H. A.; SOUTO, J. S. Diversidade da mesofauna edáfica como bioindicadora para o manejo do solo em Areia, Paraíba, Brasil. Revista Caatinga, v. 22, n. 3, p. 122-125, 2009.

SOUTO, P. C. Acumulação e decomposição da serrapilheira e distribuição de organismos edáficos em área de caatinga na Paraíba, Brasil. 2006. 150p. Tese (Doutorado em Agronomia) Centro de Ciências Agrárias - Universidade Federal da Paraíba, Areia, 2006.

SWIFT, M.J.; HEAL, O.W. & ANDERSON, J.M. Decomposition in terrestrial ecosystems. Berkeley, UniversityofCalifornia Press, 1979.

TEDESCO, J. M.; VOLKWEISS, S. J. BOHNEN, H. Análises do solo, plantas e outros materiais. 1. ed. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1995. 188 p. (Boletim técnico)


Apontamentos

  • Não há apontamentos.