Análise de danos e impactos ambientais por meio de rede de interação em colheita florestal / Analysis of environmental damage and impacts through forest harvest interaction network

Camila Porfirio Albuquerque Ferraz, Admilson Írio Ribeiro, Marcia Pereira da Silva Manoel, Fabricio Camillo Sperandio, Felipe Hashimoto Fengler

Resumo


O aumento na produtividade do setor florestal, bem como maior demanda por produtos e mão de obra, contribuiu de maneira significativa para o desenvolvimento e a necessidade da mecanização na silvicultura. Nesse processo, a colheita florestal foi modificada devido a inserção de máquinas florestais como tratores para corte e extração de madeira. A escolha do sistema de colheita deve levar em consideração diferentes fatores para sucesso e equilíbrio na produtividade. A falta de consideração de alguma das variáveis em problemas operacionais e ineficiência do processo, como por exemplo, a fragilização de ecossistemas bem com os danos e impactos ambientais adversos podem comprometer a sustentabilidade da atividade. O presente estudo teve como objetivo, avaliar impactos e danos ambientais em operações de colheita florestal (em plantios comerciais com interface de áreas de conservação - Mata Atlântica e Cerrado). Para tanto, foi aplicada a metodologia redes de interações. O método utilizado demonstrou interação de parâmetros em diferentes desdobramentos interativos que possibilitaram a análise de critérios qualitativos e a visualização geométrica dos danos e impactos envolvidos. Desta forma, tornou-se possível avaliar quais destes parâmetros necessitam destaque para a priorização na gestão ambiental da atividade.

 

Palavras-chave: avaliação de impacto ambiental, colheita florestal, silvicultura, impactos ambientais da colheita florestal.

 ABSTRACT

Increased productivity in the forest sector, as well as increased demand for products and labor, have significantly contributed to the development and need for mechanization in forestry. In this process, the forest harvest was modified due to the insertion of forest machines as tractors for logging. The choice of harvesting system must take into account different factors for success and balance in productivity. The lack of consideration of any of the variables in operational problems and process inefficiencies, such as the fragility of ecosystems as well as the damage and adverse environmental impacts may compromise the sustainability of the activity. This study aimed to evaluate environmental impacts and damages in forest harvesting operations (in commercial plantations with interface of conservation areas - Atlantic Forest and Cerrado). To this end, the interaction networks methodology was applied. The method used demonstrated interaction of parameters in different interactive developments that allowed the analysis of qualitative criteria and the geometric visualization of the damages and impacts involved. Thus, it became possible to evaluate which of these parameters need to be emphasized for prioritizing the environmental management of the activity.


Palavras-chave


environmental impact assessment, forest harvest, forestry, environmental impacts of forest harvest.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, S.C. Avaliação técnica, social, econômica e ambiental de dois sistemas de colheita florestal no litoral norte da Bahia. Viçosa, MG: UFV, 1998. 125p. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, 1998.

CANTER, L. W. Environmental impact assessment. New York: McGraw-Hill Book. 331 p. (Series in Water Resources and Environment Engineering), 1977.

FENNER, P. T. Compactação do solo. In: MACHADO, C.C. (Ed.) Colheita Florestal. Viçosa, MG: UFV, p. 375-396, 2002.

FREITAS, LUÍS CARLOS DE, M.S. Avaliação quantitativa de impactos ambientais da colheita florestal em plantios equiâneos de eucalipto. Universidade Federal de Viçosa, 113p., agosto de 2014.

FREITAS, L. C.; MACHADO, C.C.; SILVA, E.; JACOVINE, L. A. G. Avaliação quantitativa de impactos ambientais da colheita florestal em dois módulos. Revista Ceres, p. 292-303., Viçosa-UFV, 2007.

IBGE. Mapa de solos do Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 2001.

LOPES, E. S.; OLIVEIRA, D.; RODRIGUES, C. K.; DRINKO, C.H. Compactação de um solo submetido ao tráfego do harvester e do forwarder na colheita de madeira. Floresta e Ambiente, Irati, 22(2):223-230, 2015.

MACHADO, C.C.; LOPES, E.S. Planejamento.In: MACHADO, C.C. (Ed.) Colheita Florestal. Viçosa, MG: UFV, p. 169-213, 2002.

ROSA, A. H.; FRACETO, L.F.; MOSCHINI-CARLOS, V. Meio ambiente e sustentabilidade – Porto Alegre: Bookman, Cap. 10, p. 219, 2012.

SILVA, E. Avaliação qualitativa de impactos ambientais do reflorestamento no Brasil. Viçosa: UFV, 1994. 309p. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, 1994.

SORENSEN, J. C. A framework for identification and control of resource degradation and conflict in the multiple use of the coastal zone. University of California, Berkeley. 1971.

SOUZA, A.P.; MACHADO, C.C. Exploração florestal. Viçosa: SIF/UFV, 1985. 24p. (Boletim Técnico, 1).

TOIVIO, J.; HELMISAARIA, H. S.; PALVIAINENA, M.; LINDEMANB, H.; ALA-ILOMÄKIC, J.; SIRÉNC, M.; UUSITALOB, J. Impacts of timber forwarding on physical properties of forest soils in southern Finland.Forest Ecology and Management (405) p.22–30, 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.