Definição da capacidade produtiva no processo de montagem de bobinas: estudo de caso em uma indústria de fios e cabos / Definition of productive capacity in the cobol assembly process: case study in a wiring and cables industry

Aianna Rios Magalhães Véras e Silva, Danylla Gabryella Reinaldo Batista, Danyella Gessyca Reinaldo Batista, Francimara Carvalho da Silva, João Isaque Fortes Machado, Pamella Fortes Machado Soares Costa

Resumo


Diante do cenário competitivo atual, o estudo de tempos se torna essencial, uma vez que tem como propósito determinar o número padrão de tempos em que uma pessoa qualificada e treinada leva para realizar uma atividade; estabelecer padrões e normas para execução do trabalho e descobrir métodos que venham proporcionar melhorias no processo produtivo. Assim, o presente trabalho tem como objetivo analisar o processo de montagem de bobinas de madeira de uma indústria de fios e cabos, devido à falta de um conhecimento sobre a capacidade  produtiva  mensal,  além  de  visar  explorar  o  processo e identificar as possíveis oportunidades de melhoria, aumentando assim a produtividade do processo. Tal pesquisa é de caráter básico do tipo descritivo. Com relação a sua abordagem enquadra-se como mista, além de ser um estudo de caso. Os dados para embasar a pesquisa foram coletados no período do mês de outubro de 2016 e os resultados obtidos mostraram a ociosidade de 34% do marceneiro, o que se concluiu ser necessário destinar outras atividades ao marceneiro, de forma que aumente a eficiência do trabalho executado pelo mesmo ou ainda fabricar mais  bobinas.

 


Palavras-chave


Estudo De Tempos, Bobinas, Capacidade Produtiva

Texto completo:

PDF

Referências


NBR 7310/11: Armazenamento, transporte e utilização de bobinas com fios, cabos ou cordoalhas de aço – 2011.

NBR 11137/12: Carretel de madeira para acondicionamento de fios e cabos elétricos –2012.

ADRIANO, F. F.; et al. Determinação da Capacidade produtiva de uma confecção de pequeno porte através do estudo de tempos sob o enfoque da teoria das restrições. In. XXXI Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2011, Belo Horizonte, MG. Anais...Belo Horizonte, MG,2011.

BARNES, Ralph M. Estudo de movimentos e de tempos: projeto e medida do trabalho. São Paulo: Edgard Blucher, 1999.

CORRÊA, H. L. CORRÊA, C. A. Administração da Produção e Operações. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

FIGUEIREDO, Franscisca Jeanne Sidrim de et al. Estudo de tempos em uma indústria e comércio de calados e injetados LTDA. Anais, ENEGEP – XXXI. Belo Horizonte, MG, Brasil, 2011.

GANGA, G. M. D. Trabalho de conclusão do curso (TCC) na engenharia de produção: um guia prático de conteúdo e forma. São Paulo: Atlas, 2012. 361 p

IPCE. Introdução aos fios e cabos. Disponível em: http://www.ipce.com.br/old/introducao.html Acesso em: 02 nov. 2016.

MARTINS, P. G. LAUGENI F. P. Administração da Produção. 8. ed. São Paulo: Saraiva. 2005.

MOREIRA, D. A. Administração da produção e operações. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning. 2008.

PASTRO, D. H. Fios e Cabos elétricos nus – Fabricação, Escalas e Normas. Disponível em: http://www.eletrica.ufpr.br/piazza/materiais/DanielPastro.pdf acesso em: 07 nov. 2016.

PEINADO, J.; GRAEMIL, A. R. Administração da produção: operações industriais e de serviços. Curitiba: UnicenP, 2007.

PIRES, I. C. C. Expansão da capacidade produtiva em tempos de crise: um estudo de caso em uma pequena confecção no Cariri cearense. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 24., 2004, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ABEPRO,2004.

PRIBERAM. Definição de bobinas. Disponível em: https://www.priberam.pt/dlpo/Bobina Acesso em 10 nov. 2016.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: FEEVALE, 2013.276 p.

PROTO, L. O. Z.; MESQUITA, M. A. Previsão de demanda para planejamento da capacidade de empresa do setor cimenteiro. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 23.,2003, Ouro Preto.

PRYSMIAN. Carretel e bobina. Disponível em: https://www.priberam.pt/dlpo/Bobina Acesso em: 10 nov. 2016.

SLACK, Nigel; CHAMBERS, Stuart; JOHNSTON, Robert. Administração da produção. Tradução de Henrique Luiz Corrêa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

TURRIONI, J. B.; MELLO, C. H. P. Metodologia de pesquisa em engenharia de produção: estratégias, métodos e técnicas para condução de pesquisas quantitativas e qualitativas. Universidade Federal de Itajubá. Itajubá, MG, 2012. 199 p.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2015. 290 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.