Análise da sensibilidade do investimento em relação ao fluxo de caixa: um estudo nas empresas da indústria brasileira listadas na BM&FBOVESPA entre os períodos de 2004 a 2008 e 2009 a 2014 / Investment sensitivity analysis in relation to cash flow: a study of Brazilian industry companies listed on the BM & FBOVESPA from 2004 to 2008 and 2009 to 2014

Kalleb de Souza Rangel Machado, Jorge Luis Faria Meirelles, Nara Rossetti

Resumo


De acordo com a teoria de restrição financeira desenvolvida por Fazzari, Hubbard e Petersen (1988), problemas relacionados à assimetria de informação e imperfeições de mercado limitam o acesso das empresas ao capital de terceiros. A partir do exposto, o objetivo do presente estudo foi analisar a sensibilidade do investimento em relação às variáveis financeiras de 42 firmas brasileiras dos setores industriais de transformação e extrativo listadas na BM&FBOVESPA, entre os períodos de 2004 a 2008 e 2009 a 2014, testando, desta forma, a hipótese de restrição financeira. Os resultados encontrados, obtidos por meio do Método dos Mínimos Quadrados Generalizados, corroboraram a existência de restrição no acesso ao mercado de crédito externo nos períodos pesquisados, assim como no artigo de Fazzari, Hubbard e Petersen (1988).

 


Palavras-chave


Restrição financeira, assimetria de informação, estrutura de capital.

Texto completo:

PDF

Referências


ALDRIGHI, D; BISINHA, R. Restrição Financeira em Empresas com Ações negociadas na Bovespa. Revista Brasileira de Economia. V. 64, pp. 25-47. 2010.

CLEARY, S. International corporate investment and the relationships between financial constraint measures. Journal of Banking & Finance, v. 30, n. 5, p. 1559-1580, 2006.

CLEARY, S. The relationship between firm investment and financial status. The Journal of Finance, v. 54, n. 2, p. 673-692, 1999.

FAZZARI, S. M; HUBBARD, R. G; PETERSEN, B. C. Financing Constraints and Corporate Investment. Brookings Papers on Economic Activity. V. 19, pp. 141-206. 1988.

HAMBURGER, R. R. Restrições financeiras e os investimentos corporativos no Brasil. 2003. 221 f. Tese de Doutorado em Administração de Empresas – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2003.

HOSHI, T.; KASHYAP, A.; SCHARFSTEIN, D. Corporate structure, liquidity, and investment: evidence from japanese industrial groups. Quarterly Journal of Economics, v. 106, n. 1, p. 33-60, 1991

HSIAO, C. Analysis of panel data. 6. Ed. Cambridge: Cambridge University Press, 2003. 384p.

KADAPAKKAM, P.; KUMAR, P. C.; RIDDICK, L. A. The impact of cash flows and firm size on investment: The international evidence. Journal of banking & Finance, v. 22, n. 3, p. 293-320, 1998.

KALATZIS, A. E. G., AZZONI, C. R. , ACHCAR, J. R. Uma abordagem bayesiana para decisões de investimentos, Pesquisa Operacional, v. 26, n.3. p. 585-604, setembro/outubro. 2006.

KALATZIS, A. E. G.; DE CASTRO, F. Desenvolvimento financeiro e decisões de investimento das firmas brasileiras. Economia & Tecnologia, v. 26, p. 109-116, 2011.

KAPLAN, S. N.; ZINGALES, L. Do Financing Constraints Explain why Investment is Correlated with Cash Flow?. Quarterly Journal of Economics, v. 112, n. 1, p. 169- 215. 1997

KIRCH, G; PROCIANOY, J. L; TERRA, P. R. S. Restrições financeiras e a decisão de investimento das firmas brasileiras. Revista Brasileira de Economia. V. 68, p. 103-123. 2014.

MECKLING, W. H; JENSEN, M. C. Theory of the Firm: Managerial Behavior, Agency Costs and Ownership Structure. Journal of Financial Economics. V. 4, pp. 305-360. 1976.

MEYER, J. R.; KUH, E. The investment decision: An empirical study. Cambridge: Harvard University Press, 1966. 284p.

MODIGLIANI, F.; MILLER, M. H. The cost of capital, corporate finance and the theory of investment. The American Economic Review. V. 48, pp. 261-297.1958.

MYERS, S. C. The Capital Structure Puzzle. The Journal of Finance. V. 39, pp. 575-592. 1984.

OLIVEIRA, F. N; CUNHA, G. Uma análise empírica da sensibilidade da demanda de investimento a restrições de crédito no Brasil. Revista Economia & Gestão, V. 12, pp. 117-149. 2012.

TERRA, M. C. T. Credit Constraints in Brazilian Firms: Evidence from Panel Data. Revista Brasileira de Economia. V. 57, pp. 443-464. 2003.

ZANI, J. Estrutura de capital: restrição financeira e sensibilidade do endividamento em relação ao colateral. Tese de Doutorado em Administração de empresas – Escola de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.