A transversalidade do saber: O conceito de lugar e a sociologia do turismo / The transversality of knowledge: The concept of place and the sociology of tourism

Hélio Fernando Lôbo Nogueira da Gama

Resumo


A elaboração de uma epistemologia de um campo do saber, como a Sociologia do Turismo, deve ser tentada de modo transversal, em um movimento dialético em que a perspectiva específica se enriquece e, ao mesmo tempo, contribui para uma visão mais complexa do todo. Conceituamos turismo como um fenômeno social que se realiza com a viagem de turistas a lugares, expressão da era industrial capitalista moderna que envolve a oferta de serviços econômicos de hospitalidade, cuja racionalidade impacta dimensões espaciais, ambientais, socioculturais, morais e políticas de países e comunidades hospedeiras. Assim, faz-se imperioso demarcar e enfatizar o conceito de lugar, uma contribuição da Antropologia, como essencial para a realização de pesquisas empíricas em Sociologia do Turismo. Contendo a dimensão espacial, mas indo além dela, incorporando em seu significado a identidade cultural e a trama do cotidiano, o lugar constitui-se como o diferencial que vai ensejar o deslocamento de turistas e a interação com os autóctones, os fatos sociais, que desde Durkheim situam-se como os objetos de estudos da Sociologia.


Palavras-chave


Epistemologia, Lugar, Sociologia, Turismo

Texto completo:

PDF

Referências


BANDUCCI JÚNIOR, A.; BARRETO, M. Turismo e identidade local: uma visão antropológica. Campinas: Papirus, 2001.

BENKO, G. Economia, Espaço e Globalização na Aurora do Século XXI. São Paulo: Hucitec, 1996.

CARLOS, A. F. A. O turismo e a produção do não-lugar. In: YÁZIGI, E. et al. Turismo: espaço, paisagem e cultura. São Paulo: Hucitec, 2002.

CRUZ, R. C. A. O Nordeste que o turismo(ta) não vê. In: RODRIGUES, A. B. (Org.). Turismo, modernidade, globalização. São Paulo: Hucitec, 2002.

FEARTHERSTONE, M. Cultura global. Petrópolis: Vozes, 1994.

FEARTHERSTONE, M. O desmanche da cultura: globalização, pós-modernismo e identidade. São Paulo: Nobel, 1995.

FRÉMON, A. Região, espaço vivido. Coimbra: Livraria Almedina, 1980.

GAMA, H. F.L.N. da. Sustentabilidade como ideia-força: contribuições de pesquisas em sociologia do turismo. Revista Sodebras, Volume 13, n. 145, p. 73-78, janeiro, 2018.

Disponível em: http://www.sodebras.com.br/edicoes/N145.pdf

GAMA, Hélio F. L. N. da. Turismo: Fenômeno Social de Múltiplos Impactos. In: GOMES, G. A. T. (Org.) Turismo, Sustentabilidade e Hospitalidade 2. pp. 110-122. Ponta Grossa – PR: Atena Editora, 2019a.

Disponível em:

https://www.atenaeditora.com.br/wp-content/uploads/2019/09/E-book-Turismo-Sustentabilidade-e-Hospitalidade-2.pdf

GAMA, Hélio F. L. N. da. Turismo e Sustentabilidade: Um olhar sociológico sobre os lugares Ponta do Corumbau, Brasil, e Havana, Cuba. 445 pp. Norderstedt-Alemanha: Novas Edições Acadêmicas, 2019b.

Disponível em:

https://www.morebooks.shop/store/pt/book/turismo-e-sustentabilidade/isbn/978-3-330-76716-4

GAMA, Hélio F. L. N. da. Escolhas Teórico-Metodológicas: A Perspectiva Fenomenológica e Dialética no Percurso da Investigação Sociológica do Turismo. Marketing & Tourism Review. Belo Horizonte: UFMG, s/d (no prelo).

IANNI, O. A era do globalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996.

LUCHIARI, M.T.D.P. Turismo e cultura caiçara no litoral norte paulista. In: Rodrigues, A. B. (Org.). Turismo, modernidade, globalização. São Paulo: Hucitec, 2002.

NORBERG-SCHULZ, C. Genius Loci. Towards a phenomenology of architecture. New York: Rizzoli International Publications, 1980.

RAPOPORT, A. Aspectos humanos de la forma humana: bacia una confrontácion de las ciencias sociales con el diseño de la forma urbana. Barcelona: Editorial Gustavo Gilli, 1978.

SANTOS, M. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico informacional. 3a ed. São Paulo: Hucitec, 1997.

SANTOS, M. Da totalidade ao lugar. São Paulo: Edusp, 2014.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar. São Paulo: Difel, 1983.

YÁZIGI, E. A Alma do lugar: turismo, planejamento e cotidiano em litorais e montanhas. São Paulo: Editora Contexto, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.