Investigação dos desperdícios no procedimento de limpeza da principal matéria prima da usina de açúcar e etanol / Investigation of waste in the cleaning procedure of the main raw material of the sugar and ethanol plant

Manoel Gonçales Filho, Clóvis Delboni, Reinaldo Gomes da Silva

Resumo


A água é um recurso escasso que tem chamado a atenção de governantes e empresários com medidas para seu uso racional e, no Brasil, as usinas sucroenergéticas utilizam um montante alto desse recurso natural em seu processo produtivo. Nesse sentido, este artigo objetiva a identificação de possíveis desperdícios no procedimento de recebimento da cana-de-açúcar e, consequentemente, a redução do consumo de água em usinas sucroenergéticas. O método de pesquisa utilizado partiu de uma revisão bibliográfica exploratória para o levantamento dos principais conceitos e ferramentas da Manufatura Enxuta de modo a propiciar o embasamento necessário à aplicabilidade de estudo de múltiplos casos. Depois, identificou-se por meio do mapeamento da etapa de recebimento de quatro usinas sucroenergéticas, ganhos no tempo de ciclo por tonelada de cana-de-açúcar processada, e que o processo gargalo está na atividade de limpeza da cana-de-açúcar, e percebeu-se a possibilidade de redução desse tempo e do ganho no lead time do processo produtivo global. Apurou-se ainda, que durante essa atividade, também é possível reduzir significativamente o consumo de água nesse processo.

 


Palavras-chave


Manufatura Enxuta, Recepção da cana-de-açúcar, desperdícios, usina de açúcar e etanol.

Texto completo:

PDF

Referências


BRUNILDE V.; BERTRAND R.; CAILLAUD E; REMITA, H. Combining organizational performance with sustainable development issues: the Lean and Green project benchmarking repository. Journal of Cleaner Production - DOI: 10.1016/j.jclepro.2013.12.023, 2013.

CRUZ, C.; RIBEIRO, U. Metodologia Científica: Teoria e prática. Rio de Janeiro: Axcel Books, 2004.

CTC - Centro de tecnologia canavieira. Disponível em: http://www.ctcanavieira.com.br. Acesso em: 02/10/2014.

DEDINI. Disponível em: file:///C:/Documents%20and%20Settings/megoncales/Meus%20documentos/Downloads/slc_pt%20(1).pdf. Acesso em02/02/2015.

DÜES, C. M.; TAN, K. H.; LIM, M. Green as the new Lean: how to use Lean practices as a catalyst to greening your supply chain. Journal of Cleaner Production, 40, 93 – 100 - DOI: 10.1016/j.jclepro.2011.12.023, 2013.

GONÇALES FILHO, M.; CAMPOS, F. C. Estudo Bibliométrico Sobre Manufatura Enxuta Em Segmentos Da Indústria. XXXIV Encontro Nacional De Engenharia de Produção, Infraestrutura e Desenvolvimento Sustentável: a Agenda Brasil 10 Curitiba, PR, Brasil, 07 a 10 de outubro de 2014.

GÜNTHER, H., Universidade de Brasília. Pesquisa Qualitativa Versus Pesquisa Quantitativa: Esta É a Questão? Psicologia: Teoria e Pesquisa, Vol. 22 n. 2, pp. 201-210, Mai-Ago 2006.

HINES, P.; TAYLOR, D. Going lean: a guide to implementation. Cardiff: Lean Enterprise Research Center, 2000.

LIKER, J.; MCGRAW, H. The Toyota Way - 14 Management Principles from the World's Greatest Manufacturer, Hardcover – January 7, 2004.

MARTINS, R. A. Abordagens quantitativa e qualitativa: metodologia de pesquisa em engenharia de produção e gestão de operações. Paulo Augusto Cauchick Miguel (organizador). Rio de Janeiro, Campus/Elsevier, cap. 3, p. 45-61, 2010.

MIGUEL, P. A. C., Estudo de caso na engenharia de produção: Estruturação e recomendações para sua condução. Produção, v. 17, n. 1, p. 216-229, Jan./Abr, 2007.

NASAB, H. H.; BIOKI. T. A.; ZARE, H. K. Finding a probabilistic approach to analyze lean manufacturing. Journal of Cleaner Production, Vol.29-30, pp.73-81, 2012.

NOVACANA. Disponível em: http://www.biodieselbr.com/proalcool/historia/proalcool-industria-sucroalcooeira.htm. Acesso em 23/09/2014.

OMENA, S. P. F.; CALLADO, N. H.; PEDROSA, V. A.; PIMENTEL, I. M. C.; MENEZES, A. C.; TORQUATO JR, H.; LOPES, J.C.; SILVA, J.B. Melhoria da qualidade ambiental, por meio da recirculação de água de limpeza da cana na indústria sucro-alcooleira. VII Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste 30 de novembro a 3 de dezembro de 2004.

PAOLIELLO, J. M. M. Aspectos ambientais e potencial energético no aproveitamento de resíduos da indústria sucroalcooleira. Dissertação de Mestrado. UNESP, 2006.

PRODANOV C. C., FREITAS E. C. Metodologia do trabalho científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa – 2ª edição, Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul – ASPEUR Universidade Feevale, 2013.

RODRIGUES A. M., REBELATO M. G., PAIXÃO R. B. S., ZEVIANI C. H. Gestão ambiental no setor sucroenergético: uma análise comparativa. Universidade Estadual Paulista (UNESP), Jaboticabal, SP Revista Produção Online, Florianópolis, SC, v.14, n. 4, p. 1481-1510, out./dez. 2014.

ROTHER, M.; SHOOK, J. Learning to See: Value Stream Mapping to Add Value and Eliminate Muda.The Lean Enterprise Institute, Inc. One Cambridge Center, Cambridge, Ma 02142 USA, 102 pgs, 2003.

SBA – 13º Seminário Brasileiro Agroindustrial; STAB – Açúcar, Álcool e Subprodutos; CTC – Centro de Tecnologia Canavieira, Ribeirão Preto, out 2012. Suleiman Hassuani, Disponível em: http://www.stab.org.br/13_sba_palestras/06_STAB_2012_Suleiman.pdf. Acesso em 30/12/2014.

STAB – Disponível em: http://www.stab.org.br/13_sba_palestras/10_sba_slc_24_10_2012.pdf, acesso em 10/03/2015.

STUPIELLO, J. P. Conversando com a cana. Stab açúcar, álcool e subprodutos, vol 32. Nº 3, 2014.

UNICA 2014. Disponível em: http://www.unica.com.br/unica. Acesso em 29/09/2014.

WOMACK, J. P.; JONES, D. T. Lean Thinking: Banish Waste and Creat the Wealth in Your Corporation. New York: Simon and Schuster, p.165-208, 1998


Apontamentos

  • Não há apontamentos.