Do quadro à tela: desafios para a formação do pedagogo Brasileiro no século XXI / From painting to canvas: challenges for the formation of the Brazilian pedagogue in the 21st century

Elizabeth Danziato Rego

Abstract


Este artigo analisa os principais aspectos evidenciados em uma pesquisa sobre o curso de Pedagogia no Brasil, realizada com o propósito de contrastar a formação do pedagogo brasileiro, a partir do exame dos principais documentos oficiais a ele referidos com o pensamento dos pedagogos respeito ao contexto em que desenvolvem suas práticas profissionais, objeto de estudo da tese de doutorado (REGO, 2015). A referida pesquisa utilizou uma combinação de abordagens qualitativa e quantitativa, por meio de Análise Documental e Trabalho de Campo (questionário, entrevistas e grupos de discussão). Os principais resultados indicam importantes evidências sobre a discordância entre a formação recebida em Pedagogia e os postos de trabalho atuais, consequência da inobservância de formação acadêmica para a atuação em Espaços Não Escolares e da necessidade de avaliação das DCNP/MEC/2006.


Keywords


Formação do Pedagogo. Espaços Escolares. Espaços Não Escolares. Educação e Tecnologias.

References


BRASIL. Censo da Educação Superior Brasileira. Brasília: MEC, 2012.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura, 2006b. Diário Oficial da União. Brasília, 16 mai. 2006b, Seção 1, 11p.2006.

BRASIL. Projeto de Lei do Plano Nacional de Educação (PNE-2011/2020): Projeto em tramitação no Congresso Nacional - PL nº 8.035/2010.

BRZEZINSKI, I. Pedagogia, pedagogos e formação de professores: busca e movimento. Editora Papirus, Campinas, 1996.

CAMBI, F. História da pedagogia. Tradução de Álvaro Lorencini. São Paulo: Editora UNESP, 1999.

CHAVES, E. O. C. O curso de pedagogia. Cadernos do CEDES (A formação do educador em debate), São Paulo, n.2: 47- 69, 1986.

CRUZ, G. B. da. 70 Anos do Curso de Pedagogia no Brasil: uma análise a partir da visão de dezessete pedagogos primordiais. Educação & Sociedade. Centro de Estudos Educação e Sociedade Brasil, 2009.

EVANGELISTA, O. Y.; TRICHES, J. Diretrizes Curriculares Nacionais Para o Curso De Pedagogia: Docência, Gestão e Pesquisa. Anais... VII Seminário de Pesquisa da Região Sul – ANPED / SUL, UNIVALI, Itajaí, 2008.

FLICK, U. Introducción a la investigación cualitativa. 2. ed. Madrid. Ediciones Morata, 2007.

FURTADO, C. M. O curso de pedagogia e a formação dos profissionais da educação brasileira. Disponível em: .Acesso em: 10 dez. 2016.

GATTI, B.A.; NUNES, M. M. R. (Org.). Formação de professores para o ensinofundamental: estudo de currículos das licenciaturas em Pedagogia, língua portuguesa, matemática e ciências biológicas. São. Paulo. Fundação Carlos Chagas, 2009.

HOUSSAYE, J.; SOËTARD, M.; HAMELINE, D.; FIBRE, M. Manifesto a favor dos pedagogos.

Tradução: Vanise Dresch. Porto Alegre. Artmed, 2004.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos: para quê? 5. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

MEIRIEU, P. A Pedagogia entre o dizer e o fazer: a coragem de começar. Trad. Fátima Murad.

Porto Alegre. Editora Artmed, 2002.

MIALARET, G. As ciências da educação. Lisboa. Moraes, 1985.

NÓVOA, A. As ciências da educação e os processos de mudança. Conferência proferida no momento da construção da Sociedade Portuguesa de ciências da Educação, em 1991. In PIMENTA, Selma Garrido (Coord.). Pedagogia, ciência da educação? 5. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

REGO, Elizabeth Danziato. De la Pizarra a la Pantalla: desafíos para la formación del pedagogo brasileño en el siglo XXI. Tesis Doctoral. Madrid, UNED, 2015.

SILVA, C. S. B. da. Curso de pedagogia no Brasil: história e identidade. 3. ed. Campinas, SP:

Autores Associados, 2006.

SOARES, G. R. G. Curso de pedagogia na Berlinda. Revista Contemporânea de Educação. Rio de Janeiro. UFRJ, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34115/basr.v2i6.585

Refbacks

  • There are currently no refbacks.