Avaliação das condições acústicas de salas para ensino de música / Evaluation of the acoustic conditions of rooms for teaching music

Ana Carolina Mendonça Mansur, Erasmo Felipe Vergara

Abstract


Os locais destinados ao ensino e prática musical devem ser adequados acusticamente para que os músicos, usuários destes ambientes, consigam perceber o som musical com qualidade. Com o intuito de caracterizar acusticamente os recintos do ensino e prática de música de uma instituição de ensino iniciaram-se os estudos e medições a partir da obtenção da resposta impulso acústica seguindo as recomendações da norma ISO 3382-1: 2009, em 17 salas de aula e prática musical e um auditório de apresentações musicais. Os parâmetros acústicos determinados foram o tempo de reverberação (TR), tempo de decaimento inicial (EDT), clareza (C80), definição (D50) e índice de transmissão da fala (STI). Além disso, foram levantadas opiniões dos músicosque ocupavam estas salas, mediante questionários, para conhecer informações sobre a sua qualidade acústica. No geral, pode-se dizer que as salas apresentam-se um tanto quanto reverberantes, necessitando de mudanças no interior das mesmas em prol da qualidade acústica para que o músico possa desenvolver seu

Keywords


acústica de salas, acústica musical, qualidade acústica, clareza.

References


BERANEK, L. Concert and opera halls: how they sound. EUA: Acoustical Society of America, 1996.

BISTAFA, S.R.; Acústica Aplicada ao Controle do Ruído.2. Ed. – São Paulo: Blucher, 2011.

dBBATI32. Building acoustics analysis. 01dB-Stell, 2002.

FIGUEIREDO, F.L.; Parâmetros Acústicos Subjetivos: Critérios para Avaliação da Qualidade Acústica de Salas de Música. Dissertação (Mestrado em Musicologia) Universidade de São Paulo, 2005.

MARROS, F.; Caracterização Acústica de Salas Para Prática e Ensino Musical. Dissertação (Mestrado emEngenharia Civil) Universidade Federal de Santa Maria, 2011.

NBR 10152/1987; Níveis de ruído para conforto acústico. Associação Brasileira de Normas Técnicas.

OSAKI, A. G.; SCHMID, A. L. Tempo de reverberação de sala de música. In: EVINCI, 17., 2009, Curitiba.

RIBEIRO, R. S.; CARDOSO, I. A.; SANTOS, L. C. A importância da acústica no processo de aprendizagem: diferentes estratégias de implementação. In: ACÚSTICA 2008, Coimbra, Portugal – Universidade de Coimbra.

SÁ, L.R.; Acústica e Educação em Música: Estudo Qualitativo Para Sala de Ensino e Prática de Instrumento e Canto. Dissertação (Mestrado em Construção Civil) Universidade Federal do Paraná, 2010.

VERGARA, E. F.; MARROS, F.; PAUL, S. Caracterização da qualidade acústica de salas de aula para prática e ensino musical.Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 23-37, jan./mar. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34115/basr.v2i6.628

Refbacks

  • There are currently no refbacks.