Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Brazilian Journal of Animal and Environmental Research, editada pelo Brazilian Journals Publicações de Periódicos e Editora Ltda. (CNPJ 32.432.868/0001-57), tem por objetivo publicar trabalhos de investigação científica sobre medicina veterinária, ciência ambiental e áreas correlatas.

Todo pesquisador brasileiro ou estrangeiro poderá publicar na Revista, desde que seu trabalho seja inédito e não enviado, simultaneamente, a outro periódico e tenha sido aprovado pela Comissão Científica e pela Comissão Editorial. As informações contidas nos trabalhos são de inteira responsabilidade dos autores.

Trata-se de uma publicação trimestral cujo objetivo é difundir o conhecimento por meio publicação de artigos científicos, que apresentem contribuições originais, tanto de natureza empírica quanto teórica.

A cobertura temática da BJAER, considerando sua essência, cobre diversas áreas do conhecimento descritas pelo CNPq, desde que a pesquisa apresente uma contribuição à ciência animal e/ou ambiental.

A BJAER aceita contribuições redigidas em português, inglês ou espanhol.

 

 

 

Políticas de Seção

Artigos originais

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

  • Este periódico adota o sistema de arbitragem double blind review, com o mínimo de 2 avaliadores por artigo. Um terceiro avaliador será consultado caso exista divergência na opinião dos dois primeiros.
  • Todos os trabalhos submetidos a este periódico serão examinados, avaliados e terão seus méritos julgados por avaliadores externos, e os autores serão notificados da aceitação ou recusa de seus trabalhos.
  • Caso o artigo seja negado, será facultado ao autor uma nova avaliação para a próxima edição.
  • Antes do envio para a avaliação por pares, os autores precisam enviar uma Carta de Declaração de Originalidade e Cessão de Direitos, devidamente assinada por todos os autores.
  • O conteúdo básico desta carta deve conter, além da data, cidade e assinatura dos autores, o texto: "Nós, (preencher nome dos autores, vínculo institucional, CPF e endereço completo), autores do artigo “(preencher título do artigo)” declaramos por meio desta carta a originalidade deste documento submetido, e declaramos que este não foi submetido à outro periódico e nem será submetido, caso seja aceito e publicado pela Brazilian Journal of Animal and Environment Research. Também, cedemos por meio desta, todos os direitos de publicação sobre o artigo supracitado para a "Brazilian Journal of Animal and Environment Research".
  • Autoria: máximo de 8 autores por artigo.
  • Idiomas Permitidos: Português, inglês e espanhol.
  • COMBATE AO PLÁGIO: todos os artigos recebidos são préviamente avaliados pelo editor-chefe. Caso exista suspeita de plágio, o artigo é automaticamente recusado.
  • Caso publicado, os autores cedem os direitos autorais e direitos de publicação dos seus artigos para a BJAER.
  • A BJAER envia, excepcionalmente, convites de fast-track para artigos apresentados em congressos de renome nacional e internacional. Nestes casos, a responsabilidade pela não publicação do artigo em outra revista é exclusivamente dos autores, não cabendo à BJAER a tarefa de pesquisar se o artigo foi o será publicado em outra revista.
  • O tempo máximo entre o envio do artigo, avaliação e parecer inicial é de 30 dias.

 

Periodicidade

A Brazilian Journal of Animal and Environment Research (BJAER), editada pelo Brazilian Journals Publicações de Periódicos Ltda., é uma revista científica online, editada com periodicidade trimestral, e adota sistema de fluxo contínuo tanto para a submissão quanto para a publicação dos artigos.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Política editorial

Acompanhando as diretrizes da CAPES (órgão oficial do Ministério da Educação Brasileiro) adota-se uma política que busca a maior quantidade possível de artigos de autoria de professores/pesquisadores de fora da Instituição.

Esta Revista primará no zelo para evitar textos preconceituosos de qualquer natureza, bem como pelo respeito à norma culta da língua original do artigo.

 

Ética de Publicação de Declaração de Práticas Impróprias de Publicação

Nossa revista está comprometida com a ética e a busca pela mais alta qualidade nos artigos publicados. Portanto, nossa empresa apóia elevados padrões de comportamento ético esperados em todas as etapas envolvidas na publicação dos artigos, quais sejam: os autores, o editor do periódico e os revisores. Não aceitamos, em hipótese alguma, possível plágio ou outro comportamento antiético.

Todos os artigos e papers recebidos são analisados por pares, às cegas, para garantir a qualidade científica da publicação. Mesmo assim, desde 2021, utilizamos o CrossCheck (software de plágio do CrossRef). Este software é utilizado para verificar os artigos recebidos antes de enviá-los para avaliação.

Além disso, estamos sempre empenhados em garantir que as receitas comerciais não impactem ou influenciem as decisões editoriais, mas sim a qualidade dos artigos a serem publicados.

Esta declaração é baseada na recomendação da Elsevier e nas Diretrizes de Boas Práticas para Editores de Revistas do Comitê de Ética em Publicações - COPE (https://publicationethics.org/).

Listamos a seguir, com base nesta recomendação, as atribuições de cada parte envolvida na publicação do artigo:

Funções do editor:

Decisão de publicação: O editor-chefe da revista é responsável por decidir quais artigos devem ser enviados às revistas. O editor é orientado pelo Comitê Editorial e deve analisar possíveis violações de direitos autorais e plágio. O editor deve sempre consultar o Comitê Editorial ou revisores nas decisões.

Fair play: O editor deve analisar os artigos recebidos considerando seu conteúdo intelectual, independentemente da raça, gênero, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, cidadania ou filosofia política dos autores.


Confidencialidade: O editor e qualquer membro da equipe editorial não podem divulgar nenhuma informação sobre um manuscrito submetido a ninguém que não seja o autor correspondente, revisores ou outros assessores editoriais.

Liberação e conflito de interesses: O editor está proibido de usar informações não publicadas em suas pesquisas sem o consentimento expresso por escrito dos autores. O editor deve recusar-se a avaliar manuscritos onde existam conflitos de interesse, quaisquer que sejam (conexões entre autores ou empresas, sejam competitivas ou colaborativas).

Envolvimento e cooperação em investigações: O editor precisa tomar medidas relevantes quando reclamações éticas internas ou externas à produção do artigo são apresentadas em relação a um artigo submetido ou publicado.

Deveres dos revisores:

Confidencialidade: Todos os artigos recebidos para revisão devem ser tratados pelo editor e pelos revisores como estritamente confidenciais, não devem ser divulgados ou discutidos com pessoas fora do processo editorial.

Contribuição para a decisão editorial: A revisão por pares duplamente cega deve auxiliar o editor na tomada de decisões editoriais. Além disso, as sugestões de modificação devem auxiliar o autor no aprimoramento geral do artigo.

Rapidez: Se um revisor for nomeado para revisar um artigo e achar que seu conhecimento não agregará valor ao artigo, ou que sua disponibilidade de tempo pode dificultar a revisão imediata do artigo, ele deve recusar imediatamente esta tarefa editorial.

Objetividade: a tarefa editorial deve ser realizada de forma objetiva e os revisores precisam demonstrar seu ponto de vista com base em argumentos científicos.

Trabalhos anteriores: os revisores precisam indicar trabalhos publicados relevantes que não foram incluídos no texto sob revisão. Além disso, se o revisor perceber qualquer sobreposição relevante entre o artigo sob avaliação e outro artigo já publicado de seu conhecimento, ele deve alertar o editor e os autores.

Divulgação de conflitos de interesse: Qualquer informação proveniente da revisão do artigo, bem como novas ideias advindas do processo de revisão por pares, devem ser mantidas em sigilo e não devem ser usadas para vantagem pessoal. Assim como o editor, os revisores também devem se recusar a avaliar manuscritos onde haja um conflito de relações de interesse, quaisquer que sejam (conexões com autores ou empresas, sejam competitivas ou colaborativas).

Deveres dos autores:

Padrões para relatórios de pesquisa: os autores que enviam relatórios de pesquisas originais precisam fornecer um relato do trabalho realizado, bem como uma discussão objetiva da essência de seu relato. Além disso, os dados precisam ser apresentados com precisão. Um relatório de pesquisa, como um artigo, deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros reproduzam o trabalho. Quaisquer declarações fraudulentas ou intencionalmente incorretas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis, sendo automaticamente rejeitadas no processo editorial.

Originalidade e plágio: os autores devem garantir que escreveram um trabalho inteiramente original e, se os autores usaram o trabalho e / ou palavras de terceiros, se isso foi devidamente citado. Plágio em todas as suas formas constitui comportamento de publicação antiético e é inaceitável, bem como automaticamente rejeitado no processo editorial.

Publicação múltipla, redundante ou simultânea: Os autores não podem publicar manuscritos que basicamente descrevam a mesma pesquisa em mais de um periódico ou publicação primária. Submeter o mesmo manuscrito a mais de uma revista simultaneamente e / ou publicar o mesmo artigo em revistas diferentes constitui comportamento editorial antiético e é inaceitável e, se identificado, será automaticamente rejeitado no processo editorial, ou após a publicação.

Agradecimento das fontes citadas: Os autores devem sempre citar as publicações que influenciaram na determinação da natureza do trabalho relatado. As informações obtidas em particular, como em uma conversa, correspondência ou discussão com terceiros, não devem ser usadas ou relatadas sem a permissão explícita por escrito da fonte.

Autoria dos artigos: a autoria deve sempre ser limitada aos autores que deram uma contribuição significativa para a concepção, design, execução ou interpretação da palavra escrita, portanto, todas as pessoas que fizeram contribuições significativas devem ser listadas como co-autores. Se outras pessoas contribuíram com aspectos substantivos e secundários para a redação do artigo, elas devem ser reconhecidas ou listadas como contribuintes. O autor correspondente deve declarar e garantir que todos os co-autores apropriados e nenhum co-autor impróprio sejam incluídos no artigo, e que todos os co-autores tenham visto e aprovado a versão final do artigo e concordado com sua submissão para publicação.

Divulgação de conflitos de interesse: Todos os autores são obrigados a divulgar em seu artigo qualquer conflito de interesse, seja financeiro ou outro, que possa influenciar os resultados ou a interpretação de seu manuscrito. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas.

Erros fundamentais em trabalho já publicados: Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão em seu trabalho publicado, é obrigação do autor notificar imediatamente o editor da revista ou editora e cooperar com o editor para retratar ou corrigir o que foi descoberto erro.