Utilização de bioensaio na avaliação ecotoxicológica de lagos urbanos (Paulo Afonso/BA) com Poecilia reticulata (Peters, 1859) (Chordata: Teleostei) / Use of bioassay in ecotoxicological evaluation of urban lakes (Paulo Afonso / BA) with Poecilia reticulata (Peters, 1859) (Chordata: Teleostei)

Angerlane da Costa Pinto, Luiz Henrique Braz da Silva Marques, Fátima Lúcia de Brito dos Santos

Resumo


As respostas dos organismos vivos a diferentes tipos de estresse têm sido utilizadas para avaliar a qualidade do meio em que vivem desde os tempos remotos. A Ecotoxicologia nasceu como ferramenta de monitoramento ambiental, baseada principalmente na resposta de organismos individuais a estressores químicos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a toxicidade dos lagos do município de Paulo Afonso-BA, poderiam desempenhar um papel importante na vida dos que vivem em seu entorno, onde outrora suas águas eram utilizadas para recreação e lazer, harmonia paisagística e pesca e atualmente isso não mais ocorre, através de testes de toxicidade aguda de curta duração (semi-estático) utilizando alevinos da espécie Poecilia reticulata (Peters, 1859), conhecido vulgarmente por lebiste, barrigudinho ou guppy, expostos por 96 horas a crescentes concentrações da água de cinco lagos: Cemitério, Vila Militar, Boa Ideia, O Touro e a Sucuri (Boi e a Cobra) e Capuxú com 3 repetições e o controle. A metodologia utilizada foi baseada na norma brasileira NBR 15088 da ABNT- 2006 e na norma da United States Environmental Protection Agency (USEPA). Não foi observada mortalidade de Poecilia reticulata para os lagos Boa Ideia, Boi e a Cobra e Capuxú. Para os Lagos Cemitério e Vila Militar as mortalidades foram inferiores a 50% (fato único foi a ocorrência de 60% para o Lago Cemitério e que não confirmou mortalidade na repetição, impossibilitando o cálculo da concentração letal média (CL50). No entanto, os organismos-testes manifestaram respostas de caráter não letal, como atividade locomotora lenta e espasmos que acarretaram alterações comportamentais. A comparação com o lote do controle pôde sugerir que os efeitos observados possam ser atribuídos à exposição dos alevinos à água dos lagos e que essas implicações possivelmente poderiam provocar a morte dos indivíduos, caso seja prolongado o tempo de exposição. Os valores do cloreto, nitrogênio amoniacal e pH apresentaram-se dentro do limite estabelecido pela Resolução 357/05 do CONAMA, os quais podem ter influenciado o baixo índice de mortalidade, ressaltando que o nitrogênio amoniacal é considerado o mais tóxico nos ambientes aquáticos. Apesar dos resultados não demonstrarem favorecimento de toxicidade nas águas dos lagos estudados que causassem efeitos letais nos espécimes avaliados, puderam indicar sintomas de incômodo a ambientes contaminados (respostas de caráter não letal), sugerindo detecção de riscos e perturbações do ecossistema.

 


Palavras-chave


Peixes, Ecotoxicologia, Semi-estático.

Texto completo:

PDF

Referências


BOOCK, M. V.; MACHADO NETO; J. G. Estudos sobre a toxicidade aguda do oxicloreto de cobre para o peixe Poecilia reticulata. Boletim do Instituto de Pesca. São Paulo, v. 31, n. 1, p. 29 – 35. 2005. Disponível em: < http://www.pesca.sp.gov.br/Boock31_1.pdf>. Acesso em: 23 jul. 2017.

BRASIL. Resolução CONAMA n.º 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da República federativa do Brasil, Brasília, Seção 1, p. 58- 63, 2005.

ESTEVES, F. de A. Fundamentos de limnologia. 2 ed. Rio de Janeiro: Interciência, 1998. 602p.

FREITAS, Eduardo de. "Rio São Francisco"; Brasil Escola. Disponível em . Acesso em: 06 fev. 2017.

GRASSI, M. T. ÁGUAS NO PLANETA TERRA. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola. Ed. Especial, 2011.

HUZSAR, V.L.M.. Nutrient - chlorophyll relationships in tropical- subtropical lakes: do temperate models fit? Biogeochemistry, 79: 239-250. 2006.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2016.

KOHNEM, U.P. O guppy, criação e desenvolvimento. 2ª ed. São Paulo: Nobel. p 09-26. 1991.

LEAL, P.R. Avaliação de Indicadores do estado trófico de uma lagoa costeira: Lagoa Jacuném (Serra/ES). 65 f. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso - Oceanografia) Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Espírito Santo. 2006.

LOPES, J. P. DANTAS, L. C. F. CERQUEIRA, E. Influência da profundidade dos lagos do complexo hidrelétrico de Paulo Afonso, BA e sua limitação ao cultivo de peixes. Revista Brasileira de Engenharia de Pesca, v. 3, n. 2, p. 106-116. 2008. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2017.

MAGALHÃES, D. P.; FERRÃO FILHO, A. S. A ecotoxicologia como ferramenta no biomonitoramento de ecossistemas aquáticos. Oecologia brasiliensis, v. 12, n. 3, p. 355-381. 2008. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/oa/article/view/5732/4318. Acesso em: 26 jul. 2017.

NAKANO, V. E. B, A. Ecotoxicologia como Ferramenta de Estudos Ambientais. 2014.

NASCIMENTO, I. A.; SOUSA, E. C. P. M.; NIPPER, M. Métodos em ecotoxicologia marinha: aplicação no Brasil. São Paulo: Artes Gráficas e Indústria, 2002. 262p.

RANZANI-PAIVA et al. Sanidade de Organismos Aquáticos. São Paulo, p.263-297. 2004.

RAUCO, LRR. Toxicidade aguda do sulfato de cobre e do triclorfon para três espécies de Daphnia em presença e ausência de sedimento. Dissertação. Universidade Estadual Paulista Campus de Jaboticabal, São Paulo. 2002.

PRATTE-SANTOS, R. SIMÕES L.N. Estudo das variáveis físico-químicas em níveis de estratificação espacial em um ambiente lêntico na Reserva Biológica de Duas Bocas, Cariacica, Espírito Santo. Natureza on line 8 (2): 74-77. 2010.

SOUZA.H. Paulo Afonso (BA) | A Ilha que energiza a Bahia e o Nordeste. 2009. Disponível em: Acesso em: 06 fev. 2017.

SOUZA, T.S.; FONTANETTI, C.S. Ensaio do cometa para avaliação da qualidade das águas do rio Paraíba do Sul, numa área sob influência de uma refinaria de petróleo. 4º Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás-PDPETRO, Campinas, p. 1-10, 2007.

VARJÃO, Rafaela Ramos. Avaliação toxicológica do lago Boa Ideia (Paulo Afonso – BA), utilizando bioensaios com Poecilia reticulata (Peters, 1859) (Chordata: Teleostei). 2009. 74 f. Monografia de conclusão de curso de graduação – Departamento de Educação, Campus VIII, Universidade do Estado da Bahia. Paulo Afonso, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-048

Apontamentos

  • Não há apontamentos.