Estudo histológico do efeito da fotobiomudulação por laser de baixa potência na doença articular degenerativa experimental em gato / Histological study of the effect of photobiomodulation therapy on experimental degenerative joint disease in cat

Carine Matias Diniz, Cleuza Maria de Faria Rezende, Natalia de Melo Ocarino

Resumo


Neste estudo avaliou-se histologicamente o efeito da fotobiomodulação por laser de baixa potência na membrana sinovial, nos ligamentos cruzados, no enxerto e nos meniscos após ruptura experimental do ligamento cruzado cranial (LCCr) em gatos e substituição por autoenxerto de fáscia lata, por meio de videoartroscopia. Foram utilizados fragmentos de membrana sinovial, meniscos, LCCr, ligamento cruzado caudal (LLCd) e enxerto de 32 articulações femorotibiopatelares (FTP) provenientes de experimento anterior. Foram constituídos três grupos: grupo I - controle; grupo II- estabilização cirúrgica da articulação FTP; grupo III - estabilização cirúrgica da articulação FTP associada ao laser GaAs de 904 nm com a fluência de 4 joules (J).  A aplicação do laser foi feita imediatamente após a cirurgia e a cada 48 horas por vinte e um dias consecutivos. Os grupos foram formados por fragmentos de tecido colhidos aos 60 e 90 dias. Estes fragmentos foram fixados em solução formol neutra tamponada a 10%, desidratadas, diafanizados e embedidos em parafina, laminados e corados com HE e picrosirius red. Verificou-se histologicamente, no grupo submetido ao laser de baixa potência, melhor reparação tecidual quando comparado ao grupo II, caracterizado por fibras colágenas mais organizadas, neovascularização, ausência ou discreta inflamação, levando a concluir que a irradiação de laser infravermelho na fluência de 4 J exerce efeito benéfico nos tecidos moles articulares em gatos com doença articular degenerativa secundária à ruptura experimental do ligamento cruzado cranial.  


Palavras-chave


gato, ligamento cruzado cranial, osteoartrose, laserterapia, fotobiomodulação.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, E, R. B. Influência de diferentes comprimentos de onda da laserterapia de baixa intensidade na regeneração tendínea do rato após tenotomia. Rev. Bras. Fisioter. V. 11, n.4, p. 283-288, 2007.

BAXTER, D. Laserterapia de baixa intensidade. In: KITCHEN, S. Eletroterapia: Prática baseada em evidências. 11. ed. São Paulo: Manole, 2003.

CALATRAVA, I. R.; SAMTISTEBAN, J. M.; GÓMEZ-VILLAMANDOS, R. J. et al. A. Histological and clinical responses of articular cartilage to low-level laser therapy: Experimental study. Lasers Med Sci. v. 12. p. 117-121, 1997.

CHO, H.; LIN, S.; KIM, S. et al. Effect of low-level laser therapy on osteoarthropathy in rabbit. In vivo. v. 18. p. 585-592, 2004.

CLARK, S. P.; BENNET, D. Feline Osteoarthristis: a prospective study of 28 cases. J. Small. Anim. Prac., v. 47, p. 439-445, 2006.

CURY, R. P. L.; CARMARGO, O. P. A.; PROSPERO, J. D. et al. Transplante homologo de menisco: estudo experimental em coelho. Rer. Bras. Ortop. v.37, p. 341-349, 2002.

ENWEMEKA, C. S.; REDDY, G. K. The biological effects of laser therapy and other physical modalities on connective tissue repair processes. Laser Therapy., v. 12, p. 22-30, 2000.

FOSSUM, T. W. Small Animal Surgery. 4 ed. Mosby - Elsevier, 2012. 1640p.

GALLOWAY, R. H.; LESTER, S. J. Histopathological evaluation of canine stifle joint synovial membrane collected at the time of repair of cranial cruciate ligament rupture. J. Am. Anim. Hosp. Assoc., v. 31, n.4, p.289-294, 1995.

GODFREY, D. R. Ostearthristis in cats: a retrospective radiological study. J. Small. Anim. Pract. , v. 46, p. 425-429, 2005.

GYEYEOP, K.; EUNJUNG, K. Anti-Inflammation Effects of Low Intensity Laser Therapy on Monosodium Iodoacetate-induced Osteoarthritis in Rats. J. Phys. Ther. Sci. v. 25, p. 173–175, 2013

HARASEN, G. L. G. Feline cranial cruciate rupture. 17 cases and a review of the literature. Vet. Comp. Orthop. Traumatol. v. 5, p. 254-257, 2005.

HARDIE, E.; ROE, S.; MARTIN, F. Radiographic evidence of degenerative joint disease in geriatric cats (1994-1997). JAVMA, v.220, p. 628-632, 2002.

JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J. Histologia Básica. 12 ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2013. 556p.

KARU, T. I. Photobiology of low-power laser effects. Health Phys. v. 56, n.5, p.691-704, 1989.

KARU, T. Primary and secondary mechanisms of action of visible-to-near IR radiation on cells . J. Photochem. Photobiol. B: Biology, n.49, v.1, p.1-17, 1999.

LANGLEY-HOBBS, S. J. Feline orthopedic surgery and musculoskeletal disease. Philadelphia: Elsevier Saunders, 2009, cap. 9, p. 111-116.

LASCELLES, X.; DUNCAN, B. Feline Degenerative Joint Disease. Vet. Surg. v. 39. p. 2-13, 2010.

LASCELLES, X.; DONG, Y.; LITTLE-ARCELLIN, D. et al. Relationship of orthopedic examination, goniometric measurements, and radiographic sings of degenerative joint disease in cats. BMC Vet. Res. v.8. p. 1-8, 2012.

LEVINE, D.; MILLIS, D. L.; MARCELLIN-LITTLE, D. J. et al. Small Animal Practice. Rehabilitation na Physical Therapy. Vet. Clin. North Amn - Small Animal Pract. v.35, 2005.

LIPOWITZ, A. J.WONG, P. L.; STEVENS, J.B. et al. Synovial membrane changes after experimental transecction of the cranial cruciate ligament in dogs. Am. J. Vet. Res., v.46, p.1166, 1985.

MANTOVANI, P. F. Laserterapia de baixa potência no tratamento da ruptura do ligamento cruzado cranial de gatos (Felis Catus). 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) – Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

MCLAUGHLIN, R. M. Surgical diseases of the feline stifle joint. Vet. Clin. Small. Anim. v. 32, p. 963-982, 2002.

MELO, E. G.; NUNES, V. A.; REZENDE, C. M. F. et al. Sulfato de condroitina e hialuronato de sódio no tratamento da doença articular degenerativa experimental em cães: Estudo histológico da cartilagem articular e da membrana sinovial. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v.60, p.83-92, 2008

MIKAIL, S.; PEDRO, C. R. Laser Terapêutico. In: Fisioterapia Veterinária. 2 ed. São Paulo: Editora Manole, 2006. cap. 11. p. 81-95.

MUZZI, L. A. L. Fisioterapia e imobilização temporária na substituição artroscópica do ligamento cruzado cranial em cães: estudo experimental. 2003. Tese (Doutorado em Ciência Animal) – Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

PINHEIRO, A. L.; OLIVEIRA, M. G.; MARTINS, P. et al. Biomodulatory effects of LLLT on bone regeneration. J. Laser Ther., v.13. p.73-79, 2000.

PEAVY., G. M. Laser and laser – tissue interaction. Vet. Clin. Small. Anim. v. 32, p. 517-534, 2002.

SANZ, C. S.; BRUGES-ARMAS, J.; HARRERO-BEAUMONT, G. et al. Importância do osso subcondral e da membrana sinovial na patogenia e no tratamento da osteoartrose. Acta. Reum. Port. v.31. p. 205-2013. 2006.

SCHAWALDER, P.; GITTERLE, E. Eigene methoden zur operativen rekonstruktion bei rupturen dês vorderen und hinteren kreuzbandes. Kleintierpraxis. v.7. p.323-330, 1987.

SCOTT, H. W.; MCLAUGHLIN R. Feline Orthopedics. London: Manson Publ, 2007.

SILVA, R. M. G. Estudo morfométrico, ultra-estrutural e imuno-hitoquímico do ligamento cruzado cranial com ruptura em cães. 2007. Tese (Doutorado em Ciências) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, São Paulo.

VASSEUR, P. B. Stifle joint. In: SLATTER, D. Textbook of small animal surgery. 2 ed. Philadelphia. 1993, v.2. cap. 137, p. 1817-1865.4




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv5n2-001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.