Características de carcaça e rendimento de cortes comerciais de novilhos das raças Crioula Lageana e Nelore sob condições do planalto catarinense / Carcass traits and yelding comercial cuts of Crioula Lageana and Nellore steers raised under Santa Catarina highland conditions

Sergio Augusto Ferreira de Quadros, Edison Martins, Thiago Filipe Veiga

Resumo


Neste estudo compararam-se as características quali- quantitativas de carcaça das raças Crioula Lageana e Nelore sob condições ambientais do planalto sul catarinense. Foram avaliados 24 machos inteiros de 18 a 24 meses de idade, sendo 12 da raça Crioula Lageana e 12 Nelore. Os animais foram mantidos em campo nativo “palha fina” durante 90 dias e receberam sal proteinado. No inverno, foram introduzidos em pastagem de centeio, aveia e azevém, por 74 dias até atingirem o peso de abate (505,8 kg ± 58,78 kg). Com relação às  características estudadas, a análise multivariada e a ANOVA indicaram que a raça Crioula Lageana foi superior à Nelore em escore de marmoreio (2,66 vs. 1,41); área de olho de lombo (65,33 vs. 58,58 cm² ; gordura subcutânea (7,25 vs. 5,70 mm). Entretanto, o Nelore obteve    maior rendimento de quarto traseiro (167,36 vs. 154,75 kg); quarto dianteiro (107,44 vs. 92,43 kg) e traseiro serrote (139,1 vs. 124,51 kg). Para os cortes comerciais a análise indicou que a raça Crioula Lageana obteve maior peso médio para: entrecôte (4,063 vs. 3,510 kg). A raça Nelore obteve maiores rendimentos nas peças de filé mignon (2,188 vs. 2,152 kg); coxão mole (9,829 vs. 8,222 kg); lagarto (2,578 vs. 2,144 kg) e picanha (1,303 vs. 1,06 kg). Quanto às correlações estudadas verificou-se correlação positiva entre AOL e Lombo (0,555); AOL e filé mignon (0,553); AOL e coxão mole (0,583); traseiro serrote e filé mignon (0,812); traseiro serrote e lagarto (0,491); traseiro serrote e entrecôte (0,604); traseiro serrote e picanha (0,755). A raça Crioula Lageana apresentou características qualitativas superiores à Nelore, no entanto, apresentou menor rendimento de carcaça (50,14 vs. 52,97 %) e menores pesos para os cortes comercias estudados.


Palavras-chave


Crioula Lageana, Nelore, rendimento de carcaça, qualidade de carne.

Texto completo:

PDF

Referências


BACCARI, F.J.R. Manejo ambiental para a produção de leite nos trópicos. In.: Ciclo Internacional de Palestras Sobre Bioclimatologia Animal, 1., 1986, Jaboticabal. Anais... Jaboticabal: FUNEP, 1986. p 45- 53.

BONSMA, J. Livestock Production: A Global Approach. South Africa: Tafelberg, 1980. 180p.

BRIQUET JÚNIOR, R. Seleção pela “performance” em bovinos de corte. In: BRIQUET JÚNIOR, R. Melhoramento genético animal. São Paulo: USP, 1967. p.84-110.

CAMPO, M. M; SAÑUDO, C.; PANEA, B.; ALBERTI, P.; SANTOLARIA, P. Breed type and aging time effects on sensory characteristics of beef strip loin steaks. Meat Science, v. 51, p. 383- 391, 1999.

CÓRDOVA, U. de A.; PRESTES, N.E.; SANTOS, O.V. dos; ZARDO,

V.F. Melhoramento e manejo de pastagens naturais no planalto catarinense. Epagri, Florianópolis, 2004. 274p.

DICKEMAN, M. E. Carcass composition and quality of finished crossbred Brahman cattle. Proceedings of the King Workshop.

Arkansas Agricultural Experimental Station Special Report, n. 167, p. 77-88, 1995.

EMBRAPA. Iniciando um pequeno grande negócio agroindustrial: processamento da carne bovina/Embrapa Gado de Corte. Brasília-DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2004. 184 p. il. – (Coleção agronegócios).

EUCLIDES FILHO. Produção de bovino de corte e o trinômio Genótipo-ambiente-mercado. Embrapa Bovino de Corte. 2002.

FAO. Secondary Guidelines for Devolopment of National Farm Animal Genetic Resource Management Plans: Management of small populations at risk. 1999b. Disponível em: http://www.fao.org/dad-is. Acesso em : 09/10/2007.

FELÍCIO, P.E.de.; ALLEN, D.M.; CORTE, O.O.1982. Influência da

maturidade da carcaça sobre a qualidade da carne de novilhos zebu. Coletânea – ITAL, Campinas, 12:137.

FELÍCIO, P.E.de.; Fatores ante e post-mortem que influenciam na qualidade da carne vermelha. In: Simpósio da 30º Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, 1993.

FELICIO, P.E. de; NORMAN, G.A.A. . Qualidade da carcaça. In: CURSO Internacional sobre Tecnologia de carne. Campinas: ITAL, 1978. Cap 5 p.1-13.

GOMES, K.E. et al. Zoneamento das pastagens naturais do planalto catarinense. In: Reunião do grupo técnico regional do cone sul em melhoramento e utilização dos recursos forrageiros das áreas tropical e subtropical, 11, 1990, Lages, SC. Relatório da XI Reunião. Lages-SC, 1989. p. 304-314.

JEREMIAH, L.E; DUNGAN, M.E.R; AALHUS, J.L; GIBSON, L.L; Assessement of the relationship between chemical components and

palatability of major beef and muscle groups. Meat Science v.65, p. 1013-1019. 2003a.

KLEIN, R.M. O aspecto dinâmico do pinheiro brasileiro. Sellowia- Anais Botânicos do Herbário “Barbosa Rodrigues”, Itajaí, SC, v.12, n.12, p.17-44, 1960.

KOCH, R. M.; CUNDIFF, L. V.; GREGORY, K. E. Heritabilities and genetic, environmental, and phenotypic correlations of carcass traits in a population of diverse biological types and their implications in selection programs. J. Anim. Sci., v. 55, p.1319-1329. 1982.

LUCHIARI FILHO, A. Pecuária da carne bovina. 1ed. – São Paulo, 2000. 135p.

MARIANTE, A. da S.; CAVALCANTE, N. Animais do descobrimento: raças domésticas da história do Brasil. Brasília: Embrapa-Cenargem. 2000. 232 p.

MARIANTE, A da S.; & FERNANDEZ – BACA, S. Animal Genetic Resources and sustainable development in the Américas. In: World Congress on Genetics Applied to Livestock Production, 6., 1998, Armidale, Proceedings… Armidale: UNE, 1998, p. 27-34. (UNE, 6WCGALP/FAO Symposium, n. 28).

MARSHALL, D. M. Genetics of meat quality. In: Fries, R.; Ruvinsky, A. The genetics of cattle. p. 605-636. 1999.

MARTINS, E. & VEIGA, T. F. A importância dos Bovinos Crioulos. In: Jornal Correio Lageano, p. 9, Lages, SC. 18/09/2007.

MARTINS, V.M.V.; VEIGA, T.F.; MARTINS, E.; QUADROS, S.A.F

de.; CARDOSO, C.P.; RIBEIRO, J.A.R.; Raça Crioula Lageana: o esteio do ontem, o labor do hoje e a oportunidade do amanhã. Lages, SC. Ed. ABCCL. 2009.

McINTYRE, B.L. Carcase measurements and treatments. Proceedings of the Australian Society of Animal Production, Perth, v.20, p.37-39, 1994.

MCMANUS, C. et al. Importancia dos levantamentos populacionais e da caracterização genética das populações na conservação animal. In:Congresso Brasileiro de Reprodução Animal, 16, Goiânia, GO. Anais: Palestras. 6 p. 2005.

MOREIRA, F.B. et al. Evaluation of carcass characteristics and meat chemical composition of Bos indicus and Bos indicus x Bos taurus crossbred steers finished in pasture systems. Brazilian Archives of Biology and Technology, v.46, p.607-614, 2003.

MÜLLER, L. Normas para avaliação de carcaças e concurso de carcaça de novilhos. 2ª edição revisada. Departamento de Zootecnia, UFSM, RS, 1987. 31p.

MÜLLER, L. Qualidade da Carne – Tipificação de Carcaças Bovinas e Ovinas. In: Simpósio da 30º Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, 1993.

NORMAN, G.A. 1982. Effect of breed and nutrition on the productive traits of zebu, charolais and crossbreed beef cattle in south-east Brazil III-Meat quality. Meat Sci. 6: 79.

O'CONNOR, S. F.; TATUM, J. D.; WULF, D. M.; GREEN, R. D.;

SMITH, G. C. Genetic effects on beef tenderness in Bos indicus composite and Bos Taurus cattle. J. Anim. Sci., v. 75, p. 1822-1830, 1997.

PRIMO, A . T. Os bovinos ibéricos nas Américas. In: Simpósio da 30°Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, 1993, p. 183-199.

PRIMO, A . T. El Ganado bovino Ibérico en las Américas: 500 años después. In: Archivos de zootecnia vol. 41, n. 154 (extra), p. 421-432. 1992.

RAMOS, A.A. Estudo comparativo do comportamento do gado Crioulo Lageano e do gado Nelore. (Monografia de Conclusão de Curso). Florianópolis, SC. UFSC-CCA. 1986. 71 p. il.

RIBEIRO, J.A.R. (1993). Gado Crioulo Lageano, uma alternativa sustentada para as pastagens naturais do Planalto Catarinense? In: Simpósio da 30ºReunião Anual da SBZ. Anais... Rio de Janeiro, 1993.

RITTER, W.; SORRENSON, W.J. Produção de Bovinos no Planalto de Santa Catarina, Brasil. Eschborn, GTZ. 172 p. SAS INSTITUTE , 1985.

SAÑUDO, C.; MACIE, E. S.; OLLETA, J. L.; VILLARROEL, M.;PANEA, B.; ALBERTI, P. The effects of slaughter weight, breed type and ageing time on beef meat quality using two different texture devices. Meat Science, v. 66, p. 925-932, 2004.

SHACKELFORD, S.D. et al. An evaluation of tenderness of the longissimus muscle of Angus by Hereford versus Brahman crossbred heifers. Journal of Animal Science, v. 69, p. 171 - 177, 1991.

SILVA, M.L; CONTRERAS-CASTILLO,C.J; ORTEGA, E.M.M. Efeito do cozimento na qualidade do músculo Semitendinosus. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, 27(3), p. 441-445. 2007.

VEIGA, T.F.; QUADROS, S. A. F.; MARTINS, E.; IMPROTA, T. R. A raça Crioula Lageana: por que preservá-la? Agropecuária Catarinense, V. 21, n2, julho, 2008.

VEIGA, T. F. A raça Crioula Lageana: sua história e percepções para seu futuro. 2007. 161f. Monografia (Graduação em Agronomia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.

YOKOO, M.J. et al. Genetic and environmental factors affecting ultrasound measures of longissimus muscle area and backfat thickness in Nelore cattle. Livestock Science, v.117, p.147-154, 2008.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv5n2-020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.