Impacto dos herbicidas glifosato e saflufenacil na lima ácida tahiti (Citrus latifolia Tanaka) / Impact of herbicides glyphosate and saflufenacil on tahiti acid lima (Citrus latifolia Tanaka)

André Luis Aguiar, André Luiz Marin, André Luiz Souza Sezar, Cíntia Michele Ferreira Mendes, João Batista Lima Sousa, Maria Beatriz Bernardes Soares, Clarissa Hamaio Okino Delgado

Resumo


Os herbicidas constituem ferramenta importante no manejo de plantas daninhas na busca pelo aumento da produtividade de lima ácida “Tahiti”. Entretanto, podem causar danos à cultura como sintomas de fitotoxidez nas folhas e alterações metabólicas não aparentes que podem afetar seu desenvolvimento. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar o impacto dos herbicidas glifosato e saflufenacil na lima ácida “Tahiti” aplicados em pós-emergência de plantas daninhas na linha da cultura. Para isso, foi realizado experimento em blocos casualizados composto por quatro repetições de cinco tratamentos, a saber: glifosato (1.440 g de i.a. ha-1), saflufenacil (49 g de i.a. ha-1), a associação de saflufenacil (24,5 g de i.a. ha-1) e glifosato (720 g de i.a. ha-1), controle 1 (sem herbicida com capina manual) e controle 2 (sem herbicida e sem capina). Aos 00, 07, 14, 21 e 28 dias após aplicação (DAA) foram avaliados os sintomas de fitotoxidez da cultura e plantas daninhas pela escala ALAM e % de cobertura vegetal. Aos 28 DAA foram realizadas mensurados os seguintes parâmetros de desenvolvimento % de abortamento, número de frutos por árvore, diâmetro longitudinal e transversal do fruto, espessura de casca, rendimento de suco, acidez titulável, pH e °BRIX. Os resultados foram analisados pelo Software AGROSTAT, submetidos a análise de variância (ANOVA) e teste de médias Scott-Knott (p <0,05). Todos os tratamentos com herbicidas avaliados foram capazes de diminuir a % de cobertura vegetal indicando controle da flora infestante. O glifosato apresentou sintomas menos severos de fitotoxidez na cultura, porém, mais duradouros em relação ao saflufenacil. Além disso, apresentou menor desempenho nas avaliações de qualidade de frutos como a porcentagem de pegamento e menor rendimento de suco. Os tratamentos com saflufenacil apresentaram resultados semelhantes de qualidade de fruto em relação aos controles o que indica que o herbicida não afetou o desenvolvimento dos frutos.


Palavras-chave


fitotoxidez, pós-emergência, injúria não aparente.

Texto completo:

PDF

Referências


ACCHILE, S.; SANTOS, J. C. C.; SILVA, D. M. R.; COSTA, R. N.; SILVA, L. K. D. S. Phytosociological survey of weeds: interference and identification in remaining cassava planting. Revista Agrotecnologia-Agrotec, 2018.

ASOCIACIÓN LATINO AMERICANA DE MALEZAS - ALAM. Recomendaciones sobre unificación de los sistemas de evaluación en ensayos de control de malezas. ALAM, v. 1, n. 1, p. 35-38, 1974.

BASF. Heat. Bula. Nº 01013.28 Ago. 2017.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Portaria nº 76 de 26 de novembro de 1986. Dispões sobre métodos analíticos para bebidas e qualidade. Diário Oficial da República do Brasil, Brasília, 28 nov. 1986.

COLBY, S.R. Calculating synergistic and antagonistic responses of herbicide combinations. Weeds, v.15, p.20-22, 1967.

CONCENÇO, G.; ANDRES, A.; TELÓ, G. M.; MARTINS, M. B.; MOISINHO, I. S. Phytosociological characterization of weeds as a function of residual herbicides applied to rice grown under sprinkler irrigation. Experimental Agriculture, 54(2), p. 303-314, 11 abr. 2019.

COSTA, A. G. F. et al. Efeito da intensidade do vento, da pressão e de pontas de pulverização na deriva de aplicações de herbicidas em pré-emergência. Planta Daninha, Viçosa, v. 25, n. 1, p. 203-210, 2007.

GROSSMANN, K. et al. The herbicide saflufenacil (KixorTM) is a new Inhibitor of protoporphyrinogen IX oxidase activity. Weed Science, v.58, n.2, p.1–9, 2010.

DE MORAIS, R. F. et al. Águas de reúso para irrigação de pomar de lima ácida ‘Tahiti’(citrus latifolia Tanaka). Brazilian Journal of Animal and Environmental Research, 3(3), 1224-1239 2020.

IBGE, Censo Agropecuário 2017 - Resultados preliminares. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2019.

MATHEIS, H. A. S. M.; AZEVEDO, F. A.; VICTORIA FILHO, R. Adubação verde no manejo de plantas daninhas na cultura de citros. Laranja, v. 27, n. 1, p. 101-110, 2006.

MATTHEWS, J. M. Management of herbicide resistant weed populations. In: POWLES, S.; HOLTUM, J. (eds.) Herbicide resistance in plants: biology and biochemistry. Boca Raton: CRC, p.317-335, 1994.

MILLÉO, M. V. R.; MORESCO, E.; BELANI, R. B. Uso do herbicida saflufenacil em aplicação dirigida na dessecação de plantas daninhas na cultura da acácia negra. In: CONGRESSO BRASILEIRO DA CIÊNCIA DAS PLANTAS DANINHAS, n. 27, 2010, Ribeirão Preto. Anais. Sociedade Brasileira de Ciência das Plantas Daninhas, Viçosa, 2010. CD-ROM.

OLIVEIRA, J. B. de. Solos para citros. In: RODRIGUEZ, O.; VIÉGAS, J.; POMPEU JÚNIOR, J.; AMARO, A.S. (eds.). Citricultura brasileira, 2.ed. Campinas: Fundação Cargill, 1991. v.1, p.196-227.

OLIVEIRA JÚNIOR, R. S. Mecanismos de ação de herbicidas. In: OLIVEIRA JÚNIOR, R. S.; CONSTANTIN, J.; INOUE, M. H. Biologia e manejo de plantas daninhas. Curitiba: Omnipax Editora, 2011. cap. 7, p.141-192.

QUEIROZ, J. R. G.; SILVA JUNIOR, A. C.; COSTA, A. C. P. R.; MARTINS, D. Eficiência da aplicação da mistura de glyphosate com saflufenacil sobre plantas de Brachiaria decumbens. Revista Brasileira de Herbicidas, v. 13, n. 1, p.1-7, 2014.

RANA, S. S.; SHARMA, R.; SINGH, A.; KUMAR, S. Studies on shifts in weed flora in maize (Zea mays L.) in Kangra district of Himachal Pradesh. Journal of Research in Weed Science, 2(3. p. 180-281), 230-240. 2019.

RIZZARDI, M. A.; FLECK, N. G.; AGOSTINETTO, D.; BALBINOT, A. A. Ação de herbicidas sobre mecanismos de defesa das plantas aos patógenos. Ciência Rural, Santa Maria, v. 33, n. 5, p. 957-965, set. 2003.

ROCHA, F. J. Resposta da Lima Acida ‘tahiti’ (Citros latifólia Tan.) a diferentes porcentagens de área molhada. Piracicaba, 56p. 2008. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2019.

RODRIGUES, J. D. Absorção, translocação e modo de ação de defensivos: glifosato e alachlor. Botucatu: Unesp, 10 p. 1994.

SHAW, D. R.; ARNOLD, J. C. Weed Control from Herbicide Combinations with Glyphosate. Weed Technology: Cambridge, v. 16, p. 1-6, mar. 2002. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2019.

SILVA, A. A.; SILVA, J. F. Tópicos em manejo de plantas daninhas. Viçosa: UFV, 367p. 2007.

VICTÓRIO FILHO, R. Plantas daninhas na citricultura sustentável. Visão agrícola, Piracicaba, n. 2, p. 108-111, jul./dez. 2004. Disponível em: . Acesso em: 21 mar. 2019

VILLALBA, A. Resistencia a herbicidas. Glifosato. Ciencia, Docencia y Tecnología. en línea. n. 39, p. 169–186, 2009. Disponible en: . Fecha de consulta: 11 abr. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv5n2-033

Apontamentos

  • Não há apontamentos.