Sistema de bombeamento fotovoltaico para irrigação na agricultura familiar

Mayara Soares Campos, Licinius Dimitri Sá de Alcantara

Resumo


A energia solar fotovoltaica vem se tornando uma importante fonte de eletricidade, especialmente, para atender às áreas distantes dos centros distribuidores de energia elétrica. Essa tecnologia vem sendo adotada para eletrificação rural, tendo como uma das principais aplicações o bombeamento de água. Uma vez que, é imprescindível o contínuo fornecimento de energia elétrica para os sistemas de irrigação que atendam a agricultura familiar, tornando-se uma alternativa promissora para estimular a produção nas pequenas lavouras agrícolas, promovendo, com isso, geração de renda através do planejamento de tecnologias apropriadas que aumentem o valor agregado do que é produzido dentro das pequenas propriedades. Para isso, como forma de experimento do sistema de bombeamento fotovoltaico para irrigação, foram instalados em uma comunidade agrícola familiar carente no município de São Miguel do Guamá- PA, um sistema com um conjunto fotovoltaico, um motor de corrente contínua e uma bomba-d’água, além disso, foi utilizado um reservatório para a água, uma vez que, o sistema de bombeamento funciona sem baterias para armazenamento de energia, e o armazenamento da água em reservatórios é a solução mais comumente adotada na maioria das aplicações de bombeamento, ademais, são necessários acessórios para instalação e operação do sistema, como fios condutores, mangueiras, válvula hidráulica etc. A agricultura familiar sofre com a ausência tecnológica para auxiliar na produção de suas plantações, reduzindo cada vez mais a produtividade e gerando êxodo rural, porém, é possível adotar como alternativa um sistema de irrigação por gotejamento em comunidades agrícolas através do bombeamento fotovoltaico para irrigação, com intuito de despertar o interesse, não só dos produtores rurais, mas também das organizações em geral para esta importante fonte alternativa de energia, tendo-se em vista que o Brasil possui grande potencial de incidência de energia solar, apresentando condições extremamente favoráveis para o emprego de energia solar fotovoltaica.


Palavras-chave


Modelo Energético Sustentável; Comunidade Agrícola; Bombeamento Fotovoltaico.

Texto completo:

PDF

Referências


ABINEE - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA. Propostas para Inserção da Energia Solar Fotovoltaica na Matriz Elétrica Brasileira. [S.l.: s.n.], p. 1-176, 2012.Disponível em: http://www.abinee.org.br/informac/arquivos/profotov.pdf. Acesso em: 22 de out. 2016.

ALVARENGA, A. C.; FERREIRA, V. H.; FORTES, M. Z. Energia solar fotovoltaica: uma aplicação na irrigação da agricultura familiar. Sinergia, São Paulo, v. 15, n. 4, p. 311-318, out/dez. 2014.

ANAUGER (Brasil). Manual p100-r100. 2011. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2016.

BORGES, C.G.R.; SERA, A.S. Dimensionado mediante simulación de sistemas de energía solar fotovoltaica aplicados a laelectrificación rural. IngenieríaMecánicav.14, nº 1, 2011, p.13-21.

COELHO, E. F. et al. Sistemas e manejo de irrigação de baixo custo para agricultura familiar. Brasília, DF: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2014, 47 p. Disponível em: http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/133043/1/Cartilha-Manejo-Irrigacao-03-09-2015.pdf. Acesso em 12 set. 2016.

COSTA, H. S.. Tecnologia apropriada para a agricultura familiar sustentável do semi-árido brasileiro: bombeamento solar de água para irrigação localizada. Enc. Energ. Meio Rural, An. 6, 2006.

EMBRAPA- EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA.A Embrapa no Ano Internacional da Agricultura Familiar. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2016.

GREENPRO. Energia fotovoltaica: manual sobre tecnologias, projectos e instalação. Lisboa, 2004, v. 2. Disponível em: < http://www.greenpro.de/po/fotovoltaico.pdf>. Acesso em: 05 set. 2016.

KOLLING, E. M.et al. Análise operacional de um sistema fotovoltaico de bombeamento de água.Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.24, n.3, p.527-535, set./dez. 2004.

MDA-MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO (Brasil). Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. Brasília: Dater/ SAF/MDA, 2007. 26p.Disponível em:http://www.mda.gov.br/sitemda/sites/sitemda/files/user_arquivos_64/Pnater-4.doc. Acesso em: 02 jun. 2016.

MME- MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA. Manual de Projetos Especiais. [S.l.: s.n.]. Disponívelem:. Acesso em: 05 set 2016.

PRESENÇO, J. F. Desenvolvimento de um sistema de controle para avaliação de fontes de energias renováveis no bombeamento de água.2007, 150 p. Tese (Doutorado em Agronomia - Energia na Agricultura), UNESP/FCA, Botucatu, 2007.

SAMISTRARO, R. G. Projeto de um inversor de corrente push-pull monofásico, isolado

em baixa frequência, para aplicação em um sistema de processamento de energia

fotovoltaica. 2012. 66f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Bacharelado em

Engenharia Elétrica), Universidade do Estado de Santa Catarina, Joinville, 2012.

SANTOS, E.C et al. Energia Solar na Fruticultura Irrigada Familiar. Tecnologia & Ciência Agropecuária, v.1, nº 2, 2007, p.1-7.

SOUSA, M. L. A. Uso de bombeamento fotovoltaico para irrigação de unidades de produção agrícola de pequeno porte. 2014. 78p. Trabalho de conclusão de curso - Graduação em Engenharia Elétrica, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.