A informação é a principal ferramenta para diminuir a grande incidência de Acidente Vascular Cerebral - AVC e seus agravos na população / Information is the main tool to reduce the high incidence of Cerebral Vascular Accident - CVA and its problems in the population

Dalberto Lucianelli Junior, Ivanildo de Siqueira Melo Júnior, André Ribeiro de Holanda, Jeiceane Pelaes de Alencar, Lucas Jefferson Machado Rodrigues, Fernanda Nogueira Valentin

Abstract


O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma síndrome neurológica de caráter urgente e que gera incapacitações e lesões graves além de um grande número de casos de morte em todo o mundo. O objetivo desse estudo foi relatar a experiência adquirida pelos alunos na organização e participação de um projeto de pesquisa, e o impacto observado na população da cidade de Altamira a respeito do conhecimento sobre o tema AVC. O projeto consistiu no desenvolvimento de ações na forma de palestras de educação em saúde em quatro locais da cidade de Altamira, com a temática AVC. A ação foi realizada em outubro de 2019, durante os finais de semana pela Liga Acadêmica de Neurologia e Neurocirurgia do Sudoeste do Pará – LANNESP. Os resultados evidenciaram a carência das campanhas de informação do Ministério da Saúde sobre o AVC, devido à alta quantidade de questionamentos e incertezas encontrados por parte da população em cada um dos locais visitados. Constatou-se também a relação do baixo nível escolar com o menor número de informações sobre a patologia, fator este, que contribui como agravante da incidência do AVC. Concluiu-se que o projeto foi bastante eficaz ao levar informações úteis capazes de diminuir a grande incidência de AVC em Altamira. Esta ação foi realizada como forma de contemplar e suprir informações importantes promovendo a saúde e contribuindo para prevenção do AVC e seus agravos.


Keywords


Relato, AVC, Pesquisa.

References


BRASIL, Ministério da Saúde. AVC: o que é, causas, sintomas, tratamentos, diagnóstico e prevenção. Disponível em:. Acesso em: 05 de outubro de 2019a.

BRASIL, Ministério da Saúde. Sinais que ajudam a identificar um AVC. Disponível em:< https://www.saude.gov.br/fakenews/45266-sinais-que-ajudam-a-identificar-um-avc-e-verdade>. Acesso em: 05 de outubro de 2019b.

BRASIL, Ministério da Saúde. Biblioteca virtual. Acidente vascular cerebral. Disponível em:< https://bvsms.saude.gov.br/avc-acidente-vascular-cerebral/>. Acesso em: 27 de setembro de 2021.

CORREIA, J. N. Avaliação do risco de acidente vascular cerebral em pacientes com hipertensão arterial sistêmica. J Ciência et Praxis, 4, n. 07, p. 21-26, 2011.

D’AGOSTINO R. B., WOLF P. A., et al. Stroke risk profile: adjustment for antihypertensive medication. The Framingham Study. Stroke 25 (1); 40-3, 1994.

MAGALHÃES, P. S. V.; BORGES, B. E. Conhecimento da população do município de Curitiba-Paraná, sobre acidente vascular encefálico. J Publicatio UEPG: Ciências Biológicas e da Saúde, 26, n. 1, p. 64-74, 2020.

MAINERI N. L., XAVIER F. M. F., et al. Fatores de risco para doenças cerebrovasculares e função cognitiva em idosos. Arq. Bras cardiol 89 (3); 158-162, 2007.

MIRANDA,G. M. D., MENDES, A. C. G., SILVA, A. L. A. "O envelhecimento populacional brasileiro: desafios e consequências atuais e futuras." Revista brasileira de geriatria e gerontologia 19 (2016): 507-519.

WOLF P. A., D’AGOSTINO R. B., et al. Probability of stroke: a risk profile from the Framingham Study. Stroke 22 (3); 312-8, 1991.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n1-009

Refbacks

  • There are currently no refbacks.