Estudo epidemiológico do câncer infantojuvenil em centro de referência do oeste do Estado do Pará / Epidemiological profile of childhood cancer in patients attended at the regional hospital of Santarém-PA in the period from 2013 to 2015

Mayza Martins Furtado, Thays Oliveira de Sousa, Alayde Vieira Wanderley, Laudreisa Costa Pantoja, Suzane Cristina de Lima Filgueira

Abstract


O câncer infantojuvenil representa a primeira causa de morte por doença entre crianças e adolescentes. Assim o conhecimento do perfil clínico-epidemiológico das crianças e dos adolescentes com câncer é importante para definir as estratégias de ação. Este trabalho descreve o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no Serviço de Oncologia pediátrica do Hospital Regional do Baixo Amazonas. Foram incluídos 42 pacientes de 0 a 19 anos, que obtiveram o diagnóstico de doença neoplásica entre janeiro de 2013 e agosto de 2015. A população estudada teve em sua maioria pacientes do sexo masculino com uma média de idade de 7,97 anos, eram pardos e 52,38% eram provenientes de Santarém-Pa, a neoplasia mais prevalente foi leucemia, tendo sido a quimioterapia o tratamento mais utilizado, a maioria dos pacientes obteve diagnóstico entre 1 e 2 meses após início dos sintomas, e uma vez diagnosticados, iniciaram o tratamento em menos de 15 dias. Apesar de a caracterização proposta ter sido alcançada, as possíveis relações prognósticas não obtiveram significância estatística devido aleatoriedade e diversidade da amostra.


Keywords


Neoplasias, Criança, Adolescente, Epidemiologia descritiva.

References


ASSIS, E. G.; JANDRE, C. R. S.; LIMA. A. C. L.; NOBRE, C. N. O impacto da qualidade do registro hospitalar de câncer na análise de sobrevida dos pacientes diagnosticados com neoplasia: um estudo de caso em um hospital brasileiro. Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 3, n. 2, p. 3455-3474 mar/abr. 2020.

BARBOSA, J. C.; AGUILLAR, O. M.; BOEMER, M. R. O significado de conviver com a insuficiência renal crônica. Rev. bras. Enferm, 1999 apud BORGES, J. B. R.; LOGGETTO, S.; GIATTI, M. J. L.; CAMARGO, A. C. M.; PEREIRA, A. C. P.; MIAZAKI, A. P.; SANTOS, T. A. Caracterização das Pacientes, na Infância e Adolescência, Portadoras de Câncer no Município de Jundiaí e Região. Rev. bras. cancerol., v. 55, n. 4, p. 337-43, 2009.

BORGES, J. B. R.; LOGGETTO, S.; GIATTI, M. J. L.; CAMARGO, A. C. M.; PEREIRA, A. C. P.; MIAZAKI, A. P.; SANTOS, T. A. Caracterização das Pacientes, na Infância e Adolescência, Portadoras de Câncer no Município de Jundiaí e Região. Rev. bras. cancerol., v. 55, n. 4, p. 337-43, 2009.

BRAGA, P. E.; LATORRE, M. R. D. O.; CURADO, M. P. Câncer na infância: análise comparativa da incidência, mortalidade e sobrevida em Goiânia (Brasil) e outros países. Cad. Saúde Pública, v. 18, n. 1, p. 33-44, 2002.

CASTRO, J. R. L.; SILVA, C. M. T. R.; BARROSO, K. S. N.; LOPES, J. P.Características clínicas e epidemiológicas do paciente adolescente portador deosteossarcoma. Rev. Acta Fisiátr, v. 21, n. 3, p. 117-20, 2014.

COUTO, A. C.; FERREIRA, J. D.; KOIFMAN,R. J.; MONTEIRO, G. T. R.; POMBO-DE-OLIVEIRA, M. S.; KOIFMAN, S.Trends in childhood leukemia mortality over a 25-year period. Jornal de Pediatria. v. 86, n.5, p. 405-410, 2010.

DINIZ, A. B.; REGIS, C. A.; BRITO, N. P.; CONCEIÇÃO, L. S. Perfil epidemiológico do câncer infantil em população atendida por uma unidade de oncologia pediátrica em Salvador-Bahia. Rev. Ciênc. Méd. biol., v. 4, n. 2, p. 131-39, 2005.

IARC – International Agency for Research n Cancer. GLOBOCAN 2012. v1.0, cancer incidence and mortality worldwide. Lyon, France: IARC, World Health Organization, 2013. (IARC CancerBase, 11). Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2015.

INCA - Instituto Nacional de Câncer. Diagnóstico precoce do câncer na criança e no adolescente – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, Instituto Ronald McDonald. 2. ed. rev. ampl., 3.reimp. – Rio de Janeiro: Inca, 2009. 53p. ISBN 978-85-7318-185-2 (versão impressa).

INCA - Instituto Nacional de Câncer. Estimativa 2016: Incidência de Câncer no Brasil - Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Rio de Janeiro, 2015. ISBN 978-85-7318-283-5 (versão eletrônica). Disponível em < http://www.inca.gov.br/estimativa/2016/index.asp?ID=2>. Acesso em: 21 Jan. 2017.

KLIGERMAN, J. Estimativas sobre a incidência e mortalidade por câncer no Brasil. Rev. bras. cancerol., v. 47, n. 2, p. 111-14, 2001.

LATORRE, M. R. D. O. Epidemiologia dos tumores na infância. São Paulo: Lemar, 2000 apud BRAGA, P. E.; LATORRE, M. R. D. O.; CURADO, M. P. Câncer na infância: análise comparativa da incidência, mortalidade e sobrevida em Goiânia (Brasil) e outros países.Cad. Saúde Pública, v. 18, n. 1, p. 33-44, 2002.

MARCHI, J. A.; WAKIUCHI, J.; SALES, C. A.; MATHIAS, T. A. F.; FERNANDES, C. A. M.Câncer infanto-juvenil: perfil de óbitos. Northeast Network Nursing Journal, v. 14, n. 5, 2013.

MEYERS, P. A.; HELLER, G.; HEALEY, J. H.; HUVOS, A.; APPLEWHITE, A.; SUN, M. Osteogenic sarcoma with clinically detectable metastasis at initial presentation. Journal Clinical Oncology, 1993 apud PRESTI, P. F.; MACEDO, C. R.; CARAN, E. M.; RODRIGUES, A. H.; PETRILLI, A. S. Estudo epidemiológico de câncer na adolescência em centro de referência. Rev. paul. pediatr., v. 30, n. 2, p. 210-6, 2012.

PAN, R.; MARQUES, A. R.; COSTA JR., M. L.; NASCIMENTO, L. C. Caracterização das internações hospitalares de crianças e adolescentes com neoplasias. Rev. Latino-Am. Enfermagem. v.19, n. 6, p. 1413-20, 2011.

PETRILLI, A. S.; CAMARGO, B. FILHO, V. O.; BRUNIERA, P.; BRUNETTO, A. L.; JESUS-GARCIA, R. Results of the Brazilian osteosarcoma treatment group studies III and IV: prognostic factors and impact on survival. J. Clin. Oncol., 2006 apud PRESTI, P. F.; MACEDO, C. R.; CARAN, E. M.; RODRIGUES, A. H.; PETRILLI, A. S. Estudo epidemiológico de câncer na adolescência em centro de referência. Rev. paul. pediatr., v. 30, n. 2, p. 210-6, 2012.

PETRILLI, A. S.; JUNIOR, J. L. C.; CYPRIANO, M.; ANGEL, A.; TOLEDO, S. Diferenças clínicas, epidemiológicas e biológicas entre o câncer na criança e no adulto. Rev. bras. cancerol., v. 43, n. 3, p. 191-203, 1997

RIES, L. A. G.; SMITH, M. A.; GURNEY, J. G.; TAMRA,T.; YOUNG, J. L. & BUNIN, G. R. Cancer Incidence and Survival among Children and Adolescents. Bethesda: National Cancer Institute. 1999 apud BRAGA, P. E.; LATORRE, M. R. D. O.; CURADO, M. P. Câncer na infância: análise comparativa da incidência, mortalidade e sobrevida em Goiânia (Brasil) e outros países. Cad. Saúde Pública, v. 18, n. 1, p. 33-44, 2002.

SANTANA, L. R.; ALMEIDA, M. F.; PORTUGAL, T. S.; AMARAL, A.L.S.; MATA-VIRGEM, S. F.; VIANNA, M. B.; FERNANDES, L. C. C.; SILVA, E. C.; ANDRADE, J. R. S.; FONSECA, S. F. Perfil epidemiológico das leucemias em crianças e adolescentes no estado da Bahia. Gaz. méd. Bahia, v.77, supl. 1, p. 51-54, 2007.

TEIXEIRA, M. G. Epidemiologia nas políticas, programas e serviços de saúde. Rev. bras. epidemiol, v. 8, supl. 1, p. 28-39, 2005.

TETELBOM, M.; FALCETO, O. G.; GAZAL, C. H.; SHANSIS, F.; WOLF, A.L. A criança com doença crônica e sua família: importância da avaliação psicossocial. J Pediatr,1993 apud BORGES, J. B. R.; LOGGETTO, S.; GIATTI, M. J. L.; CAMARGO, A. C. M.; PEREIRA, A. C. P.; MIAZAKI, A. P.; SANTOS, T. A. Caracterização das Pacientes, na Infância e Adolescência, Portadoras de Câncer no Município de Jundiaí e Região. Rev. bras. cancerol., v. 55, n. 4, p. 337-43, 2009.

ZOUAIN-FIGUEIREDO, G. P. Z.; ZANDONADE, E.; AMORIM, M. H. C.; FIGUEIREDO, L. Z.; BINDAS, L. A. Perfil epidemiológico dos casos novos de câncer infanto-juvenil em hospital de referência no Espírito Santo, Brasil, de 1986 a 2010. Rev. Bras. Pesq. Saúde., v. 17, n. 4, p. 109-20, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n1-053

Refbacks

  • There are currently no refbacks.