Análise sobre a utilização indiscriminada de anti-inflamatórios pelos pacientes da Atenção Básica à Saúde do município de Itaperuna/RJ / Analysis of the indiscriminate use of anti-inflammatory drugs by patients in Primary Health Care in the city of Itaperuna / RJ

Aryane Ferraz Cardoso Pacheco, Augusto Paiva Moraes, Laís Vinhosa dos Santos, Marina Ferraz Rosa, Nicole Fulgencio Cerqueira, Sheyla Ribeiro Magalhães

Abstract


Os anti-inflamatórios estão entre os medicamentos mais receitados mundialmente, devido sua atividade de sanar problemas como dor e febre, e sua comercialização sem prescrição médica ou qualquer restrição por normas regulamentadoras. O objetivo da presente pesquisa é investigar o uso de anti-inflamatórios pelos pacientes da Atenção Primária à Saúde do município de Itaperuna/RJ, sendo justificado pois é observado cada vez mais o uso desses medicamentos pela população, sem prescrição adequada. Portanto, é uma população que merece atenção, devido aos diversos males que esse uso pode provocar. O presente trabalho é um estudo descritivo com uma abordagem quantitativa, para isso foi realizada uma pesquisa utilizando um questionário como instrumento de coleta de dados, realizadas nas Unidades Básicas de Saúde do município, no período de março a dezembro de 2021. Após a tabulação dos dados, constatou-se que a porcentagem dos pacientes que fazem uso de anti-inflamatórios regularmente foi de 36% e os que realizam uso sem a orientação médica é de 53%, chama atenção ainda que apenas 17% dos entrevistados relataram ter conhecimento sobre os males que podem causar, portanto, nota-se que há uma necessidade de instruir a população acerca do uso de anti-inflamatórios sem prescrição.

 


Keywords


Anti-inflamatório, Atenção primária, Município Itaperuna.

References


Azevedo, Renata Cristina, Taveira, et al. "uso Contínuo de anti- inflamatórios não esteroidais em idosos e a insufiência renal aguda." anais do semináriocientífico do unifacig 4 (2019).

Cândido, lopes, et al. "use of anti-inflammatory agents by pharmacy college students: correlation of the menstrual cycle and self-medication."journalof young pharmacists10.4, 2018.

De andrade aoyama, elisângela; delmão, fabricio mendes. Antiinflamatórios não esteroides (aines) mais vendidos em farmácias comunitárias: revisão de literatura. Revista

Brasileira interdisciplinar de saúde, 2021.

De carvalho correia, bruna; trindade, juliana kelly; almeida, alexsandro barreto. Fatores correlacionados à automedicação entre os jovens e adultos: uma revisão integrativa da literatura. Revista de iniciação científica e extensão, v. 2, n. 1, p. 57-61, 2019.

De frança, alba maria bomfim et al. Saúde do homem na atenção básica: fatores que levam os homens a não procurar a assistência de saúde. Caderno de graduação-ciências biológicas e da saúde-unit-alagoas, v. 6, n. 3, p. 191-191, 2021.

Da silva almeida, francyellen almeida; jorge, ronney jorge de souza raimundo. Estudo sobre automedicação no uso de anti-inflamatórios não esteroídes na cidade de valparaíso de goiás. Revista saúde e desenvolvimento, v. 9, n. 5, p. 142153, 2016.

Nilo, roberto navarro souza. Como alimentação influencia a inflamação no organismo. 2016.

Silva, l. Et al. Incidência da automedicação no uso indiscriminado de anti- inflamatóriosesteroidais e não esteroidais entre universitários de imperatrizma. Braz. J. Hea. Rev. Curitiba, 2019.

Silva, mairon mota et al. O uso crônico de anti-inflamatórios não-esteroidais e seus efeitos adversos. Cadernos da medicina-unifeso, v. 2, n. 2, 2019.

Teixeira, lma, et al. "avaliação do perfil de antiinflamatórios dispensados em drogaria." (2020)




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n1-054

Refbacks

  • There are currently no refbacks.