Prevalência de AIDS em pacientes com tuberculose no Brasil de 2010 a 2020 / Prevalence of AIDS in tuberculosis patients in Brazil from 2010 to 2020

Clara Cecília Rodrigues Mendes, Mariana Mesquita Leite, Isadora Oliveira de Morais, Márcia Viviane Silveira Schedler, Ana Terezinha Mesquita de Miranda Macedo, Marianne Lacerda Barreto, Lara Cândida de Sousa Machado

Abstract


Uma das grandes responsáveis pela morbimortalidade de pacientes com AIDS é a ocorrência da tuberculose simultaneamente a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana. Assim, o estudo teve o objetivo de analisar a prevalência dos casos de aids entre o total de pacientes com tuberculose no Brasil durante o período de 2010 a 2020. Trata-se   de   um estudo   epidemiológico   de   caráter   observacional, transversal, descritivo, com abordagem quantitativa e de prevalência, realizado através do Sistema de Informação de Agravos de Notificações (SINAN) a   partir   do   DATASUS, base   de   dados   secundários, no item "Epidemiológicas e Morbidade", seção de "Casos de Tuberculose – Desde 2001 (SINAN)". Diante disso, foram computados para análise, o número total de casos de tuberculose em cada estado brasileiro bem como o número de casos confirmados de aids em pacientes portadores dessa doença de 2010 a 2020, notificados e registrados no TABNET. Assim, 10,10% dos casos de pacientes com tuberculose apresentaram aids no Brasil no período analisado. A região com maior índice da coinfecção foi o Sul com 18,14% e a de menor prevalência a Nordeste com 7,85%. Com relação aos estados com mais casos desses agravos foram observados o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Amazonas com 20,61%, 18,70% e 13,24% respectivamente. Apesar da região Sul ter um dos maiores desempenhos de saúde em geral, faz-se necessário medidas preventivas de contenção com o fito de mitigar as mortes pela coinfecção TB-AIDS.


Keywords


Coinfecção, AIDS, Tuberculose.

References


BOFFO, M. M. S. et al. Tuberculose associada à AIDS: características demográficas, clínicas e laboratoriais de pacientes atendidos em um serviço de referência do sul do Brasil. Jornal Brasileiro de Pneumologia [online], v. 30, n. 2, p. 140-146. 2004. Disponível em: . Epub 08 Jun 2004. ISSN 1806-3756. https://doi.org/10.1590/S1806-37132004000200011.

LAZZAROTTO, A. R. et al. HIV/AIDS e Treinamento Concorrente: a Revisão Sistemática. Revista Brasileira de Medicina do Esporte [online], v. 16, n. 2, p. 149-154. 2010. Disponível em: . Epub 29 Abr 2010. ISSN 1806-9940. https://doi.org/10.1590/S1517-86922010000200015.

MAGNABOSCO, G. T. et al. Tuberculosis control in people living with HIV/AIDS. Rev. Lat. Am. Enfermagem, v.24, Sep. 2016. doi: 10.1590/1518-8345.1187.2798. PMID: 27627120; PMCID: PMC5048724.

MAGNO, E. S. et al. Fatores associados à coinfecção tuberculose e HIV: o que apontam os dados de notificação do Estado do Amazonas, Brasil. Cad. Saúde Pública, v.33, n.5. 2017.

MARQUES, C. C. et al. Casos de tuberculose co-infectados pelo HIV em um estado do nordeste brasileiro. Enfermería Atual de Costa Rica, San José, n.36, p.62-76, junho. 2019. http://dx.doi.org/10.15517/revenf.v0i36.33583.

MUNIZ, J. N. et al. Aspectos epidemiológicos da co-infecção tuberculose e vírus da imunodeficiência humana em Ribeirão Preto (SP), de 1998 a 2003. Jornal Brasileiro de Pneumologia [online], v.32, n.6, p.529-534. 2006. Disponível em: . Epub 03 Abr 2007. ISSN 1806-3756. https://doi.org/10.1590/S1806-37132006000600010.

NEVES, L. A. S. et al. Aids e tuberculose: a coinfecção vista pela perspectiva da qualidade de vida dos indivíduos. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online], v.46, n.3, p.704-710. 2012. Disponível em: . Epub 03 Jul 2012. ISSN 1980-220X. https://doi.org/10.1590/S0080-62342012000300024.

SANTOS, M. L. et al. Fatores associados à subnotificação de tuberculose com base no Sinan Aids e Sinan Tuberculose. Revista Brasileira de Epidemiologia [online], v.21. 2018. Disponível em: . Epub 11 Out 2018. ISSN 1980-5497. https://doi.org/10.1590/1980-549720180019.

SAÚDE, M. Recomendações para o manejo da coinfecção TB-HIV em serviços de atenção especializada a pessoas vivendo HIV/AIDS. 2013. Disponível em: < https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/recomendacoes_manejo_coinfeccao_tb_hiv.pdf>. Acesso em: 20/12/2021.

SILVA, É. A. et al. O sentido de vivenciar a tuberculose: um estudo sobre representações sociais das pessoas em tratamento. Physis: Revista de Saúde Coletiva [online], v.26, n.4, p.1233-1247. 2016. Disponível em: . Epub Oct-Dec 2016. ISSN 1809-4481. https://doi.org/10.1590/S0103-73312016000400009.

UCHIMURA, L. Y. T. et al. Evaluation performance in health regions in Brazil. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil [online], v.17, suppl 1, p. S259-S270. 2017. Disponível em: . ISSN 1806-9304. https://doi.org/10.1590/1806-9304201700S100012.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n1-067

Refbacks

  • There are currently no refbacks.