A síndrome de burnout em profissionais docentes: uma revisão integrativa da literatura / Burnout syndrome in teaching professionals: an integrative review of the literature

Daniele Melo Sardinha, Wellington Dos Santos Lopes, Antônio José Pardal Júnior, Emanuelle Do Socorro Oliveira Teles, Jessica Da Silva Ferreira, Michelle Ingrid Assis da Silva, Juliana Conceição Dias Garcez, Luana Conceição Cunha, Eimar Neri de Oliveira Junior, Virgínea Lara Mercês Lara Pessoa Oliveira

Abstract


RESUMO

 

Objetivo: verificar as evidências científicas sobre Síndrome de Burnout (SB) nos profissionais docentes, no período de 2014 a 2018. Método: Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, através de uma Revisão Integrativa da Literatura (RIL). Nas bases de dados LILALCS e MEDLINE, incluindo artigos originais e de revisão, na língua portuguesa, publicados entre 2014 e 2018. Utilizou-se o protocolo de Ursi para a organização dos dados, e para a análise dos dados a análise de conteúdo de Bardin. Resultados: Buscou-se em 8 artigos, elencou-se duas categorias temáticas: A prevalência da SB em Docentes; Fatores associados ao desenvolvimento da SB nos docentes. Conclusão: A SB se apresenta em alta prevalência nos docentes, em especial os do ensino fundamental. Evidenciou-se fatores associados para o desenvolvimento da SB como: carga horária extensa de trabalho, falta de tempo para lazer e família, trabalhar sob pressão e ambiente hostil.

 

 


Keywords


Esgotamento Profissional; Docentes; Estresse Ocupacional.

References


AL-ASADI, J. et al. Burnout among primary school teachers in Iraq: prevalence and risk factors. Eastern Mediterranean Health Journal, v. 24, n. 03, p. 262–268, 1 mar. 2018.

ARRAZ, F. M. A Síndrome de Burnout em Docentes - Revista Científica Núcleo do Conhecimento. Núcleo do Conhecimento, v. 7, n. 6, p. 34–47, 2018.

BARDIN, L. Análise de Contéudo. 70. ed. São Paulo: 2016.

BORBA, B. M. R. et al. Síndrome de Burnout em professores: estudo comparativo entre o ensino público e privado. Psicologia Argumento, v. 33, n. 701, p. 270, 2015.

BRASIL, M. DA S. Síndrome de Burnout: causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2019.

ESTEVES-FERREIRA, A. A.; SANTOS, D. E.; RIGOLON, R. G. Comparative Evaluation of the Symptoms of Burnout Syndrome of Teachers in Public and Private Schools. Revista Brasileira de Educação, v. 19, n. 59, p. 987–1002, 2014.

GARCÍA-ARROYO, J. A.; OSCA SEGOVIA, A.; PEIRÓ, J. M. Meta-analytical review of teacher burnout across 36 societies: the role of national learning assessments and gender egalitarianism. Psychology & Health, v. 34, n. 6, p. 733–753, 3 jun. 2019.

GLUSCHKOFF, K. et al. Work stress, poor recovery and burnout in teachers. Occupational Medicine, v. 66, n. 7, p. 564–570, out. 2016.

KOGA, G. K. C. et al. Fatores associados a piores níveis na escala de Burnout em professores da educação básica. Cadernos Saúde Coletiva, v. 23, n. 3, p. 268–275, set. 2015.

MARCONI, M. DE A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. In: Editora Atlas S. A. 8. ed. 2017. p. 310.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. DE C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto Enferm, v. 17, n. 4, p. 758–764, dez. 2008.

MENEZES, P. C. M. et al. Síndrome de Burnout: avaliação de risco em professores de nível superior. Revista de Enfermagem UFPE on line, v. 11, n. 11, p. 4351–4359, 5 nov. 2017a.

MENEZES, P. C. M. et al. Síndrome de Burnout: uma análise reflexiva. Revista de Enfermagem UFPE on line, v. 11, n. 12, p. 5092, 4 dez. 2017b.

MORAES, M. E. DE. Síndrome de Burnout em professores de escolas municipais do interior de São Paulo. Monografia (Bahcarelado em Enfermagem, Centro Universitário Católiico Salesiano Auxiluim), v. 1, n. 3, p. 1–91, 2016.

PEREIRA, L. G. F.; GAIARDO, V. A. Docentes e a síndrome de Burnout. semanaacademica.org, v. 2, n. 4, p. 1–13, 2016.

PRADO, R. DO et al. Avaliação da síndrome de Burnout em professores universitários. Revista da ABENO, v. 17, n. 3, p. 21–29, 15 set. 2017.

REISA, S. B.; GOMES, A. R.; SIMÃES, C. Stress e burnout em professores: importância dos processos de avaliação cognitiva. Psicologia, Saúde & Doenças, v. 19, n. 2, p. 208–221, 31 jul. 2018.

RIBEIRO, L. DA C. C.; BARBOSA, L. A. C. R.; SOARES, A. S. Avaliação da prevalência de Burnout entre professores e a sua relação com as variáveis sociodemográficas. Revista de Enfermagem do Centro Oeste Mineiro, v. 5, n. 3, 21 jan. 2015.

SILVA, J. L. L. DA et al. Prevalência da síndrome de Burnout entre professores da Escola Estadual em Niterói, Brasil. Enfermería actual de Costa Rica, n. 34, p. 14–25, 31 dez. 2018.

SILVA, Q. L. DA; MENEZES, T. F. D. A.; CASSUNDÉ, F. R. DE S. A. Esgotamento Psicológico no Trabalho: uma análise sob a ótica da Síndrome de Burnout em Professores do Ensino Fundamental. ID on line REVISTA DE PSICOLOGIA, v. 10, n. 1, p. 37, 9 abr. 2016.

SILVA, N. R.; BOLSONI-SILVA, A. T.; LOUREIRO, S. R. Burnout e depressão em professores do ensino fundamental: um estudo correlacional. Revista Brasileira de Educação, v. 23, n. 0, 3 set. 2018.

TEMAM, S.; BILLAUDEAU, N.; VERCAMBRE, M.-N. Burnout symptomatology and social support at work independent of the private sphere: a population-based study of French teachers. International Archives of Occupational and Environmental Health, 11 abr. 2019.

URSI, E. S.; GAVÃO, C. M. Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. Rev Latino-Am Enfermagem, v. 14, n. 1, p. 124–131, fev. 2006.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n6-007

Refbacks

  • There are currently no refbacks.