Fatores causadores e estratégias terapêuticas para infertilidade em mulheres com síndrome dos ovários policísticos / Causers factors and therapies for infertility in women with polycystic ovarian syndrome

Joyce Milena Arrais de Melo, Anna Beatriz de Almeida Araújo, Júlia Vasconcellos Castro, Laís Pires Lima Oliveira, Maria Emilia Oliveira Silva, Nayane Fernandes Cruz, Renata Rodrigues de Souza Oliveira, Gonzalo Cuba Valdez

Abstract


O trabalho teve por objetivo apresentar, a partir de uma revisão de literatura, quais os mecanismos que causam infertilidade na Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), assim como identificar os possíveis tratamentos disponíveis. Sabe-se que a SOP é o distúrbio endócrino mais comum na idade fértil, o qual acomete até 10% das mulheres, apresentando alterações hormonais, reprodutivas e metabólicas. Sendo assim, para seu diagnóstico são necessários pelo menos dois critérios: oligo-ovulação ou anovulação, hiperandrogenismo clínico e/ou laboratorial e ovários policísticos identificados ao exame ultrassonográfico. De acordo com a avaliação clínica de cada paciente, têm-se entre as opções terapêuticas mudanças nos hábitos de vida como primeira escolha, por exemplo, prática de atividade física e alimentação saudável, além da terapia farmacológica, uso de hormônios, fertilização e cirurgia. Entretanto, alguns efeitos colaterais no tratamento ainda causam preocupação, como o risco de gestação múltipla, o que sinaliza a necessidade de mais estudos que promovam melhoria no prognóstico dessas mulheres.


Keywords


infertilidade feminina, síndrome do ovário policístico, tratamento farmacológico.

References


AMIRIAN, M. et al. Combination of pioglitazone and clomiphene citrate versus clomiphene citrate alone for infertile women with the polycystic ovarian syndrome.BMC Women’s Health. v. 21, n. 302, p. 1-6, 2021.

CAVALCANTE, I. S. et al. Síndrome dos ovários policísticos: aspectos clínicos e impactos na saúde da mulher. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, 2021.

COLLÉE, J. et al. Polycystic ovarian syndrome and infertility: overview and insights of the putative treatments. Gynecological Endocrinology . v. 37, n. 10, p. 869-874, 2021.

GADALLA, M. A. et al. Medical and surgical treatment of reproductive outcomes in polycystic ovary syndrome: an overview of systematic reviews. International Journal of Fertility and Sterility. v. 13, n. 4, p. 257-270, 2018.

GOMES, M. C; SILVA, S. J. D; ALMEIDA, S. G. A relação da nutrição na infertilidade feminina. Research, Society And Development. v.9, n.9, p.1-23, 2020.

KIM, C. H; CHON, S. J; LEE, S. H. Efects of lifestyle modifcation in polycystic ovary syndrome compared to metformin only ormetformin addition: A systematic review and meta-analysi . Scientific Reports. v. 10, n.7802, p.1-13, 2020.

MARTIN, M. L. et al. Understanding polycystic ovary syndrome from the patient perspective: a concept elicitation patient interview study. Health and Quality of Life Outcomes. n. 15, p. 162, 2017.

MEDEIROS, S. F. et al, Síndrome dos ovários policísticos: repercussões metabólicas de uma doença intrigante. Femina. v.47, n.9, 2019.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para Sindrome dos ovarios policisticos. Brasília: MS, 2019.

PAGE, M. J. et al. The PRISMA 2020 statement: an updated guideline for reporting systematic reviews. BMJ. n. 71, p. 372, 2021.

PARKER, M. et al. Adherence to treatment for polycystic ovarian syndrome: A systematic review. PLoS ONE. v. 15, n.2, p.1-12, 2020.

RODRIGUES, V. S. S. et al. Manejo terapêutico da infertilidade em mulheres portadoras de Síndrome do Ovário Policístico. Brazilian Journal of Development, v.7, n.7, p.66962-66984, 2021.

SANTOS, L. R.; FERREIRA, M. A. Manifestações clínicas e metabólicas na síndrome dos ovários policísticos. e-RAC, v. 7, n. 1, 2018.

SANTOS, R. M; ÁLVARES, A. C. M. Revisão de literatura sobre a síndrome do ovário policístico. Revista de Iniciação Científica e Extensão. v. 1 n. 2, p. 261-265, 2018.

SHOWELL, M. G. et al. Inositol for subfertile women with polycystic ovary syndrome. The Cochrane Database of Systematic Reviews. v. 12, n.12, 2018.

SILVA, A. R. A. et al. Efeitos da suplementação de ômega 3 na resistência à insulina em mulheres com síndrome do ovário policístico: revisão sistemática. HU revista. v.45, n.2, p.195-202, 2019.

SILVESTRIS, E. et al. Obesity as disruptor of the female fertility. Reproductive Biology and Endocrinology. v.16, n.22, p.1-13, 2018.

TANBO, T. et al. Ovulation induction in polycystic ovary syndrome. Acta Obstet Gynecol Scand. v. 97, n. 10, p. 1162-1167, 2018.

VALENTIM, G. F. S. et al. Prevalência de distúrbios metabólicos em pacientes portadoras de síndrome dos ovários policísticos atendidas no ambulatório da CMMG. Revista interdisciplinar ciências médicas. v. 3, n. 2, p. 30-35, 2019.

WANG, Z. et al. Dietary intake, eating behavior, physical activity, and quality of life in infertile women with PCOS and obesity compared with non-PCOS obese controls. Nutrients. v.13, n.3526, p.1-11, 2021.

WEISS, N. et al.Gonadotrophins for ovulation induction in women with polycystic ovary syndrome. Cochrane Library. v. 1, p. 1-74, 2019.

XAVIER, E. C. S; FREITAS, F. M. N. O Manejo dietético e suplementar na fisiopatologia da síndrome dos ovários policísticos. Research, Society and Development. v. 10, n. 15, p.1-9, 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-016

Refbacks

  • There are currently no refbacks.