Anamnese espiritual e relação médico-paciente: revisão e reconstrução de um instrumento cotidiano / Spiritual anamnesis and the doctor-patient relationship: review and reconstruction of an everyday instrument

Claudio Martins de Queiroz, Ivy Redi Abdalla, Raquel Delatorre Dupas Aragão, Rodolfo Pessoa de Melo Hermita

Abstract


Introdução: A anamnese espiritual é fundamental para familiarizar-se com as crenças do paciente. Ela permite ao profissional da saúde: investigar como os pacientes encaram o tratamento, compreender o papel e a importância da religião na vida desse indivíduo e o quanto sua espiritualidade pode interferir no processo saúde-doença e também na experiência da doença. Assim como, ajuda a detectar as necessidades espirituais e possibilita a mobilização de recursos que possam contribuir para o bem-estar biopsicossocial e espiritual para o indivíduo. Objetivo: Identificar questionários espirituais existentes na literatura. Métodos: Esse artigo consiste em uma revisão bibliográfica. A pesquisa foi realizada de forma eletrônica e em livros, no período de agosto a dezembro de 2014. Utilizaram-se as bases de dados do PUBMED e SCIELO, nas línguas inglesa e portuguesa. Os fatores de inclusão foram: questões curtas, de fácil memorização e realizadas rapidamente, permitindo saber se as crenças do paciente interferem e de que forma nos tratamentos médicos. Já os fatores de exclusão foram: não tentar converter ou violar os direitos do paciente, não tentar influenciar suas crenças nem realizar a anamnese em situações emergenciais ou em consultas agudas. Resultados: Foram encontrados na literatura pesquisada, sete modelos de questionários espirituais, que fornecem perguntas previamente elaboradas permitindo ao profissional da saúde identificar as necessidades espirituais do paciente, bem como as crenças que possam interferir na relação entre ambos e na própria conduta terapêutica. Os modelos de anamnese encontrados convergem em alguns pontos, sendo diferentes, principalmente, no excesso de tempo que alguns questionários demandam (devido a um grande número de questões) em relação a outros (mais sucintas) e/ou por explorarem a fundo um aspecto das crenças, deixando outros pontos importantes sem abordagem. Conclusão: As anamneses encontradas foram: Questionário FICA, Questionário HOPE, Inventario Espiritual de Kunh, CSI-MEMO, Historia Espiritual do ACP, História Espiritual de Matthhews, Historia eSPIRITual de Maugans. Nesses setes questionários encontramos como principais pontos: a mobilização de recursos para responder as demandas espirituais dos pacientes; como a espiritualidade pode interferir tanto na adesão quanto no tratamento clínico e a possibilidade do estreitamento da relação médico-paciente.


Keywords


anamnese espiritual, relação médico-paciente, questionário espiritual.

References


Koenig, Harold G. Medicina, Religião e saúde: o encontro da ciência e da espiritualidade. 1ed. Porto Alegre: L&PM Editores, 2012. 236p.

Puchalski, C.M. Spirituality and medicine: Curricula in Medical Education , Journal of Cancer Education 21 (2006): 14-16.

Associoação Americana das Faculdades de Medicina, Contemporary Issues in Medicine: Communication in Medicine, Medical School Objectives Project, Report III, 1999. Disponivel em: academics.utep.edu/portals/1887/templates/time/contemporary_issues_in_med_commun_in_medicine_report_iii_.pdf (acessado em novembro de 2014).

Anandarajah G., Hight E. Spirituality and medical practice: using the HOPE questions as a pratical tool for spiritual assessment. Am Fam Physician 2001; 63(1): 81-9.

Koenig H.G., Mccullough M., Larson D.B., editors. Handbook of religion and health: a century of research reviewed. New York: Oxford University Press; 2001.

McClelland D.C., The Effect of Motivational Arousal through Films on Salivary Immunoglobulin A, Psychology and Health 2 (1988): 31-52.

Koenig, Harold G., Espiritualidade no cuidado com o paciente: por quê, como, quando e o quê. 2ed. São Paulo: FE Editora, 2012. 136p.

Curlin, F.A., Chin, M.H., Sellergren, S.A., Roach, C.J and Lantos, J.D, “The Association of Physicians’ Religious Characteristics with Their Attitudes and Self Reported Behaviors Regarding Religion and Spirituality in the Clinical Encounter”, Medical Care 44 (2006): 446-53.

Monroe, Bynum, Susi, et al., Primary Care Physician Preferences Regarding Spiritual Behavior in Medical Practice.

Koenig, H.G., Hover, M., Bearon, L.B., Travis, J.L., (1991). Religious perspectives of doctors, nurses, patients and families: some interesting differences. Jounal of Pastoral Care, 45, 254-267.

Oyama, O.E., Koenig, H.G. (1998). Religious beliefs and practice in family medicine. Archives of Family Medicine, 7, 431-435.

Chibnall, J.T., Brooks, C.A, “Religion in the Clinic: The Role of Physician Beliefs, Southern Medical Journal 94 (2001): 374-379.

Koenig, H.G. et al (2001). Disease prevention, disease detection and treatment compliance. Handbook of Religion and Health (p. 397-408).

Kuhn, C.C. (1988). A spiritual inventory of the medically ill patient. Psychiatric Medicine, 6, 87-100.

Matthews, D.A., Clarck, C. (1998). The faith factor. New York: Viking.

Matthews, D.A., Mccullough, M.E., Larson, D.B., Koenig, H.G., Swyers, J.P., Milano, M.G. (1998) Religious commitment and health status: A review of the research and implications for family medicine. Archives of Family Medicine, 7, 118-124.

Puchalski, C.M., Romer, A.L., (2000) Taking a spiritual history allows clinicians to understand patients more fully. Journal of Palliative Medicine, 3, 129-137.

Maugans, T.A. (1996) The SPIRITual history. Archives of Family Medicine, 5, 11-16.

Lo,B., Quill, T., Tulsky, J. (1999) Discussing palliative care with patients. Annals of Internal Medicine, 130, 774-749.

Adaptado de H.G. Koenig, “An 83-Year-Old Woman with Chronic Illness and Stong Religious Beliefs, Journal of the American Association 288, nº4 (2002): 487-93; apresentado pela primeira vez em Koenig, Spirituality in Patient Care: Why, How, When, and Why, 2nd ed.

Benson, H., Stark, M. (1996). Timeless Healing: The Power and Biology of Belief. New York: Simon and Schuster.

Lucchetti, G. Granero, A.L., Bassi, R.M., et al. Espiritualidade na prática clinica: o que o clinico deve saber. Rev Bras Clin Med (2010); 8(2):154-8.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-026

Refbacks

  • There are currently no refbacks.