A influência dos fatores genéticos no desenvolvimento do câncer de mama / The influence of genetic factors in the development of breast cancer

Giovana Paula Caetano, Giovanna Martins Santos, Priscila Capelari Orsolin

Abstract


O viés genético do câncer de mama precisa ser melhor esclarecido, uma vez que auxilia nas medidas de prevenção e de detecção precoce. O presente estudo consiste em uma revisão da literatura sobre a influência dos fatores genéticos no desenvolvimento do câncer de mama. A busca foi realizada durante os meses de setembro e outubro de 2021, considerando-se estudos publicados no período compreendido entre 2017 e 2020. De acordo com os achados, as principais alterações genéticas que predispõem ao aumento do risco para a carcinogênese mamária se dão por mutações nos genes BRCA-1 e BRCA-2, além da superexpressão do oncogene HER-2/neu e deleção no braço curto do cromossomo 17, que leva à perda do P53, além de mutações também associadas ao P53. É válido destacar também os polimorfismos no gene CYP3A4, que desempenha um papel importante no metabolismo dos estrogênios, hormônios com grande atuação no crescimento das células da mama, o que eleva o potencial de modificações genéticas e, consequentemente, o risco de neoplasias. Portanto, é fundamental que se compreenda o papel das mutações de genes no desenvolvimento do câncer de mama, visando contribuir para a elaboração de ações preventivas com o intuito de melhorar as taxas de cura e reduzir a incidência dessa patologia.


Keywords


acúmulo de mutações, câncer de mama, gene brca1, gene brca2.

References


ANDRADE, M. B. R. A. et al. A relevância dos genes BRC no Câncer de mama hereditário. Semana de Pesquisa da Universidade Tiradentes-SEMPESq, n. 21, 2019.

BEZERRA, L. S. et al. Impactos do polimorfismo genético do citocromo P450 2D6 (CYP2D6) na terapia com tamoxifeno para câncer de mama. Revista Brasileira de ginecologia e obstetricia, v. 40, p. 794-799, 2018.

CASTRALLI, H. A.; BAYER, V. M. L. Câncer de mama com etiologia genética de mutação em BRCA1 e BRCA2: uma síntese da literatura. Brazilian Journal of Health Review, v. 2, n. 3, p. 2215-2224, 2019.

COELHO, A. S. et al. Predisposição hereditária ao câncer de mama e sua relação com os genes BRCA1 e BRCA2: revisão da literatura. RBAC, v. 50, n. 1, p. 17-21, 2018.

INCA: Instituto Nacional do Câncer José de Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2020: incidência do Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2019. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2021.

OLIVEIRA, A. L. R. et al. Fatores de risco e prevenção do câncer de mama. Cadernos da Medicina-UNIFESO, v. 2, n. 3, p.135-145, 2019.

PEREIRA, T. L. et al. Mutação nos genes BRCA 1 e 2 e os riscos para Câncer de mama. Cadernos da Medicina-UNIFESO, v. 2, n. 2, p.63-70, 2019.

SARTORI, A. C. N., BASSO, C. S. Câncer de mama: uma breve revisão de literatura. Perspectiva, Erechim, v. 43, n.161, p. 07-13, 2019.

SOUSA, M. C.; SILVA, L. S.; SOUSA, C. C. Diagnóstico de câncer de mama por exames genéticos: uma revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 2, p. 1786-1797, 2020.

SOUSA, R. B. et al. Prevalence and mutational determinants of high tumor mutation burden in breast cancer. Annals of Oncology, v. 31, n. 3, p. 387-394, 2020.

SOUZA, N. H. et al. Câncer de mama em mulheres jovens: estudo epidemiológico no Nordeste Brasileiro. SANARE-Revista de Políticas Públicas, v. 16, n. 2, 2017.

VEIGA, M. G. et al. Influência do polimorfismo do gene CYP3A4 nos esteroides sexuais como fator de risco para câncer de mama. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 40, p. 699-704, 2018.

WANG, Y. A. et al. Germline breast cancer susceptibility gene mutations and breast cancer outcomes. BMC cancer, v. 18, n. 1, p. 1-13, 2018.

ZAVALA, V. A. et al. Genetic epidemiology of breast cancer in Latin America. Genes, v. 10, n. 2, p. 153, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-043

Refbacks

  • There are currently no refbacks.