Prevalência de Burnout em estudantes de medicina / Prevalence of Burnout in medical students

Gabrielle Nunes Coelho, Cecília Maira Souza Almeida, Aline Cardoso de Paiva, Wanderson Roberto Silva

Abstract


Avaliar a prevalência da Síndrome de Burnout (SB) em estudantes do curso de medicina do Centro Universitário de Patos de Minas – MG. Estudo transversal realizado com 106 alunos no período de maio a setembro de 2019 mediante a aplicação de uma apaptação do Maslach Burnout Inventory - Student Survey (MBI-SS). A média e o desvio-padrão das três subescalas do instrumento de medida (exautão, descrença e eficácia profissional) foram calculadas e relacionadas com outras variáveis independentes do estudo (testes de Kruscal-Wallis e de Post Hoc). A Síndrome teve prevalência de 9,4% na amostra. As dimensões Exaustão Emocional e Descrença foram mais observadas nos anos iniciais do curso  e a Eficácia Profissional se elevou quanto maior é o ano cursado. Os estudantes que moravam sozinhos tiveram maiores escore de “Exaustão” e “Descrença” e os que namoravam tiveram maiores escore de “Descrença”. Para as demais variáveis não foram encontradas diferenças estatíticas significantivas. Em relação a “Expectativas iniciais do curso”  e “Pensamento em desistir do curso” foram encontradas associações significativas com as dimensões analisadas. Um terço dos estudantes relataram tomar medicamentos para ansidade com frenquência ou às vezes após ingressarem no curso de Medicina.  A prevalênca da SB foi menor do que a observada em outros estudos, porém não deixa de ser relevante, visto que reflete na saúde e desempenho do aluno ao longo do curso, devendo portanto, ser sempre investigada para servir de subsídio para ações de apoioaos estudantes.


Keywords


estudantes de medicina, síndrome de burnout.

References


AGUIAR, R.L.B et al. Síndrome de Burnout em estudantes de medicina de universidade da Bahia. Revista Psicologia, Diversidade e Saúde. Salvador, Julho;267-276, 2018.

CHAGAS, M.K.S et al. Ocorrência da Síndrome de Burnout em acadêmicos de medicina de instituição de ensino no interior de Minas Gerais. Revista de Medicina e Saúde de Brasília. 2016

LIMA, A.A.F. Síndrome de burnout em graduandos de odontologia em um campus em implantação. 2019

MASLACH C, JACKSON SE. Maslach burnout inventory manual. Palo Alto, University of California: Consulting Psychologist Press; 1986.

MOTA, I.D et al. Síndrome de burnout em estudantes universitários: um olhar sobre as investigações. Revista Motrivivência, Florianópolis/SC, v. 29, n. esp., p. 243-256, dezembro/2017.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE (OPAS), Organização Mundial da Saúde (OMS). CID: burnout é um fenômeno ocupacional. Brasília. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5949:cidburnout-e-um-fenomeno-ocupacional&Itemid=875. Acesso em 08 de junho de 2019.

SILVA, T.R.M. O stresse, síndrome de burnout e estratégias de coping em estudantes trabalhadores e não trabalhadores. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias – Escola de Psicologia e Ciências da Vida, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-046

Refbacks

  • There are currently no refbacks.