Violências e estigmas contra o segmento LGBTQ: registros de ocorrências em Minas Gerais / Violence and stigmas against the LGBTQ segment: records of occurrences in Minas Gerais

Vania Paula de Carvalho, Camila Teixeira Pedrosa, Karine Teixeira Pedrosa, Bruno Gonçalves da Silva, Maria Eduarda Becho Arger Marchetti, Andre Alves Elias, Elza Machado de Melo

Abstract


O Brasil, paradoxalmente, possui a maior Parada Gay mundial e altos índices de violência contra o segmento LGBTQ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Transgêneros e Queer)1. A sociedade perpetua uma série de violências ao estigmatizar, excluir e marginalizar o segmento. As vítimas temem por sua segurança, sentem vergonha, deixam de denunciar, desacreditam no sistema judiciário e/ou são violentadas duplamente quando somam outros estigmas (religioso, racial, etc.).


Keywords


violência, estigma, vítimas, preconceito, lgbtq.

References


- Martins MAM, et al. Acerca da violência contra LGBT no Brasil: entre reflexões e tendências. Diásporas, diversidades, deslocamentos, agosto de 2010.

- Pimenta FS. Registro de ocorrência (REDS): Relatório do OSPC das vítimas de violências de MG, janeiro de 2.016 a março de 2.017. SESP/MG, 2.017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-088

Refbacks

  • There are currently no refbacks.