Epidemiologia de sarampo e a cobertura vacinal no norte do Brasil em 2018 / Measles epidemiology and vaccination coverage in northern Brazil in 2018

Carla Andréa Avelar Pires, Carla Hineida da Silva de Andrade, Francisco Adailton dos Santos Sampaio, Jean Marcos Souza da Silva, Núbia Rocha Marques

Abstract


O sarampo é uma doença infecciosa exantemática, extremamente contagiosa, de caráter agudo e potencialmente grave, causada pelo RNA vírus da família Paramyxoviridae do gênero Morbilivirus. Em 2016 o Brasil recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo com o auxílio da vacina tríplice viral (TV), conquistando uma cobertura vacinal (CV) de 95%. Em 2018, o país passou pela reintrodução do sarampo na população através do genótipo D8, circulante na Venezuela desde 2017. O objetivo deste trabalho é analisar a cobertura vacinal e a incidência de sarampo na Região Norte do Brasil no ano de 2018. Trata-se de um estudo transversal, quantitativo, com interesse epidemiológico e descritivo. Os dados utilizados foram referentes à incidência de sarampo na população moradora do território nos estados da Região Norte do Brasil, no ano de 2018. O número de casos confirmados de sarampo na região Norte, no período estudado, em sua totalidade foi de 10.050 casos. As faixas etárias que seguiram com maior número de casos assemelham-se ao padrão da região Norte, com 2.451 pessoas (24,99%) entre 20 a 29 anos, 2075 casos (21,15%) entre 15 e 19 anos e 1699 casos (17,32%) menores de um ano. Apesar da cobertura vacinal a nível nacional ser satisfatória, sobretudo para imunizantes como a BCG, ainda há uma heterogeneidade na cobertura de vacinas, bem como no acesso à vacinação entre as diferentes regiões e estados, revelando que há uma parcela da população desassistida. Além disso, artigo de revisão que visou elencar as causas relacionados a queda na imunização e a influência de tais fatores ao longo dos anos, destacaram um cenário cada vez mais corriqueiro em que há recusa vacinal pelos responsáveis dos menores de 0 a 5 anos. Foi constatado que no período estudado o aumento da incidência de sarampo na região Norte durante o ano de 2018 possui relação com os baixos valores de cobertura vacinal da Tríplice Viral e Tetra viral.


References


BRASIL. Ministério da Saúde. Situação do Sarampo no Brasil 2018-2019. Secretaria de Vigilância em Saúde, Informe n° 37. Brasília, 2019.

CRUZ, A. A queda da imunização no Brasil. Rev. Consensus- saúde em foco, 25°edição. 2017.

GARCIA, L. R.; MENEZES, L.M.S.; JESUS, A. B. et al. A importância da vacinação no combate ao sarampo. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 6, p. 16849–16857, 2020.

MCLEAN, H. Q. et al. Prevention of Measles, Rubella, Congenital Rubella Syndrome, and Mumps, 2013: Summary Recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP). MMWR Morb. Mortal. Wkly. Rep., Atlanta, v. 62, n. 62(RR04), p. 1-34, Jun 14, 2013. Disponível em: https://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr6204a1.htm. Acesso em: 2 mai. 2022.

MEDEIROS, E.A. Entendendo o ressurgimento e o controle do sarampo no Brasil. Acta Paul Enferm, 2020.

MELLO, J. N.; et al. Panorama atual do sarampo no mundo: Risco de surtos nos grandes eventos no Brasil. J. Bras. Med. 2014 v. 102, n. 1, p. 33-40.

NÓVOA, T. D., et al., cobertura vacinal do programa nacional de imunizações. Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 3, n. 4, p. 7863-7873 jul./aug. 2020.

OLIVEIRA, C. E. M. A., et al., Cobertura vacinal no brasil: fatores relacionados à baixa adesão na primeira infância. Artigo de revisão, 2021. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14700, Acesso em: 24 de abr. 2022.

OPAS. Organização Pan-Americana de Saúde. Folha informativa - Sarampo. Disponível em . Acesso em 02 mai 2022.

PARRA, C. M. et al. Cobertura vacinal e incidência de sarampo na Região Norte do Brasil. J Hum Growth Dev, v. 32, n. 1, 2020.

SATO, A. P. S. Programa Nacional de Imunização: Sistema Informatizado como opção a novos desafios. Rev Saúde Pública, v. 49, n. 39, jan./2015.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Nota técnica 16/07/2017 - Sarampo: diagnóstico, notificação e prevenção. São Paulo: SBIM, 2017. Disponível em Acesso em 02 mai 2022.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Guia prático de atualização: atualização sobre sarampo. Porto Alegre: SBP, 2018. Disponível em Acesso em 02 mai 2022.

XAVIER, A.R. et al. Diagnóstico clínico, laboratorial e profilático do sarampo no Brasil. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, v. 55, n. 4, p. 390-401, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-108

Refbacks

  • There are currently no refbacks.