Organ and tissue transplantation in the Estate of Paraná: retrospective analysis from 2011 to 2020 / Transplantes de órgãos e tecidos no Estado do Paraná: análise retrospectiva de 2011 a 2020

Júlia Vanso Becker, Nathália de Lucena Godoi Acosta, Isadora Carvalho Almeida, Taisa Valques Lorencete, Talma Reis Leal Fernandes

Abstract


O Brasil apresenta um dos maiores sistemas públicos de transplantes de órgãos e tecidos do mundo, sendo uma referência global. O estado do Paraná se destaca nessa prática, no entanto, o volume ainda é insuficiente dada a demanda pelo serviço. Ao considerar as dificuldades que permeiam as etapas de transplantação e de doação, percebe-se a necessidade de conhecer, acompanhar e avaliar o processo, com vista na melhoria desse cenário. Portanto, esta revisão integrativa, teve como objetivo analisar e caracterizar, no período de 2011 a 2020, os transplantes de órgãos e tecidos e o perfil dos doadores, no estado do Paraná em relação ao Brasil, além de verificar as taxas de notificação de potenciais doadores, de doações efetivas e as causas da não efetivação da doação. Os resultados apontaram que no cenário nacional houve um discreto aumento do número de notificações no período avaliado. As dificuldades apresentadas para o potencial de efetivação dos transplantes foram principalmente recusa familiar e contraindicação médica. O Paraná apresentou um decréscimo das taxas da negação de familiares nos últimos seis anos do estudo, inferindo-se que a população está em um processo de conscientização da importância da doação. Acerca do perfil dos doadores efetivos, houve predomínio do sexo masculino, dos grupos sanguíneos A e O e faixa etária entre 35 e 64 anos, sendo o acidente vascular cerebral a causa mais frequente de morte encefálica.

 


Keywords


obtenção de tecidos e órgãos, transplantação, seleção de doadores, perfil de saúde.

References


LIMA, A. A. de F. Doação de órgãos para transplante: conflitos éticos na percepção do profissional. O Mundo da Saúde, São Paulo, v. 36, n. 1, pp. 27-33, 2012.

GOIS, R. S. S. et al. Efetividade do processo de doação de órgãos para transplantes. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 30, n. 6, pp. 621-627, 2017.

CENTRAL ESTADUAL DE TRANSPLANTES DO PARANÁ. Secretaria Estadual da Saúde do Estado do Paraná. Manual de Transplantes, 3ª edição, 2014.

GARCIA, C. D.; PEREIRA, J. D.; GARCIA, V. D. Doação e transplante de órgãos e tecidos. São Paulo: Segmento Farma, 2015.

SOARES, L. S.; MELO, W. A. de. Mortalidade segundo procedimentos relacionados os transplantes de órgãos em Maringá-Pr. Anais Eletrônico. VI Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica do Centro Universitário de Maringá-Cesumar, 2012.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XXV no 4. São Paulo, Jan/Dez 2019.

BATISTA, C. M. et al. Perfil epidemiológico dos pacientes em lista de espera para transplante renal. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 280-286, 2017.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XXVI no 1. São Paulo, Jan/Mar 2020.

XAVIER, J. M. R. P. et al. Comparação entre o número de transplantes de órgãos sólidos e tecidos realizados no Brasil durante o primeiro semestre de 2019 e 2020. Brazilian Journal of Health Review, v.4, n. 2, pp. 6214-6223, 2021.

CENTRAL ESTADUAL DE TRANSPLANTES DO PARANÁ (BR). Sistema Estadual de Transplantes do Paraná. Comparativo de dados de doação e transplantes de órgãos e tecidos 2011-2020 março. BADOCH, A. T. C. G., coordenadora. Curitiba (PR), 2020.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XVII, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2011.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XVIII, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2012.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XIX, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2013.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XX, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2014.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XXI, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2015.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XXI, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2016.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XXI, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2017.

REGISTRO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES (RBT). Associação Brasileira de Transplante de Órgão, ABTO. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. Ano XXI, Num 4, São Paulo, Jan/Dez 2018.

GARCIA, C. D. Manual de Doações e Transplantes. Informações práticas sobre todas as etapas do processo de doação de órgãos e transplantes. Porto Alegre: Libretos, 2017. 220 p.

TRIGUEIRO, G. M. et al. Doação e Transplante de Órgãos: Conceito e Legislação no Âmbito Médico. Revista Interação Interdisciplinar, v. 4, n. 1, pp. 24-35, 2020.

WESTPHAL, G. A. Diretrizes para avaliação e validação do potencial doador de órgãos em morte encefálica. Rev Bras Ter Intensiva, v. 28, n. 3, pp. 220-255, 2016.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Resolução CFM n° 2.173, de 23 de novembro de 2017. Define os critérios do diagnóstico de morte encefálica. Diário Oficial da União 2017; 15 de dezembro.

NORONHA, M. G. O. de et al. Estudo do perfil de doadores elegíveis de órgãos e tecidos e motivos da não doação no Hospital Santa Isabel em Blumenau, SC. Revista da AMRIGS, Porto Alegre, v. 56, n. 3, pp. 199-203, 2012.

FREIRE, R. A. et al. Perfil dos transplantes realizados no Brasil entre 2011 e 2018. 2º Congresso Internacional de Enfermagem - CIE / 13º Jornada de Enfermagem da Unit (JEU), 2019.

MATTIA, A. L. de et al. Análise das dificuldades no processo de doação de órgãos: uma revisão integrativa de literatura. Revista Bioethikos, v. 4, n. 1, pp. 66-74, 2010.

NOGUEIRA, M. de A. et al. Doação de órgãos e tecidos para transplante: contribuições teóricas. Recien - Revista Científica de Enfermagem, v. 7, n. 20, pp. 58-69, 2017.

FREITAS R.A et al. Organ and tissue donation for transplantation from fatal trauma victims. Transplant Proceedings, v. 47, n. 4, pp. 874-878, 2015.

PARANÁ. Sistema Estadual de Transplantes do Paraná. Plano Estadual de Doação e Transplantes de Órgãos e Tecidos 2018 - 2022.

PESSOA, J. L. E.; SCHIRMER, J.; ROZA, B. de A. Avaliação das causas de recusa familiar a doação de órgãos e tecidos. Acta Paul Enferm, v. 26, n. 4, pp. 323-330, 2013.

ROSSATO, G. C et al. Doar ou não doar: a visão de familiares frente à doação de órgãos. Revista Mineira de Enfermagem, v. 21, pp. 1-8, 2017.

ARAÚJO, M. R. de ET AL. Principais fatores de recusa familiar para doação de múltiplos órgãos. Revista Saúde em Foco, 12ª edição, 2020.

ROSÁRIO, E. N. do et al. Recusa familiar diante de um potencial doador de órgãos. Cadernos Saúde Coletiva, v. 21, n. 3, pp. 260-266, 2013.

AKBULUT, S. et al. Atitudes, consciência e níveis de conhecimento da população adulta turca em relação à doação de órgãos: Estudo de uma pesquisa nacional. Casos World J Clin, v. 8, n. 11, pp. 2235-2245, 2020.

PIERRO, B. de. Doação de órgãos: A arte de dar más notícias. Revista Pesquisa Fapesp, v. 237, 2015.

FONSECA, M. A.A.; CARVALHO, A. M. fragmentos da vida: representações sociais e doação de órgãos para transplantes. Interações, v. 10 n.20, p.85-208, 2005.

CORSI, Carlos Alexandre Curylofo. Estratégias educativas utilizadas na educação básica para conscientização dos alunos sobre a temática doação/transplante de órgãos e tecidos humanos: revisão integrativa da literatura. 2018. Dissertação (Mestrado em Enfermagem Psiquiátrica) - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018.

Turri, G. S. S.; Rivemales, M. C. C. Saúde do Homem. Revista Revise, v. 3, Dossiê Gestão em Saúde, p.141-152, 2019.

BARRETO, B.S et al. Fatores relacionados à não doação de órgãos de potenciais doadores no estado de Sergipe, Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde/Brazilian Journal of Health Research, v. 18, n.3, p 40-48, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-128

Refbacks

  • There are currently no refbacks.