Evidências científicas sobre o tratamento da anemia ferropriva em pacientes com doença renal crônica / Scientific evidence on the treatment of iron deficiency anemia in patients with chronic kidney disease

Vinícius Mendes Carvalho Arantes, Maíra Enéias Barcelos, William Wiebbelling Carvalho, Marcos Vinícius Nunes Gontijo de Barcell, Nathália Espírito Santo Campos, Thalita Baptisteli Fernandes, Guilheme Henrique Lopes Lima, Ivin Matheus Vasconcelos Costa Gontijo, Pedro Henrique Sulz Marx, Welsher Braga Ribeiro Chaves, Velton Braga Ribeiro Chaves, Isaac Pereira Miranda

Abstract


A anemia é comum entre pacientes com doença renal crônica, a anemia está subjacente a muitos dos sintomas associados à redução da função renal e está associada ao aumento da mortalidade e hospitalizações, entre os pacientes com DRC, a deficiência de ferro é uma causa comum e reversível de anemia. O ferro sérico, capacidade total de ligação de ferro, ferritina sérica e cálculo da saturação percentual de transferrina são utilizados para estimar os estoques de ferro. A deficiência de ferro é comum entre pacientes com doença renal crônica, recomenda-se monitorar todos os pacientes com DRC quanto à anemia e deficiência de ferro. Recomenda-se administrar ferro para a maioria dos pacientes com DRC que têm um SPT ≤ 20% e uma concentração de ferritina sérica ≤ 100 ng/mL, esses pacientes provavelmente têm estoques reduzidos de ferro. Recomenda-se ferro para a maioria dos pacientes anêmicos com DRC que têm SPT ≤30% e ferritina ≤500 ng/mL. Esses pacientes podem responder à administração suplementar de ferro com um aumento no nível de Hb. Não se recoemenda tratar com ferro pacientes com SPT >30%, pois é improvável que esses pacientes respondam ao ferro. 


Keywords


anemia, doença renal cronica, tratamento.

References


Ma JZ, Ebben J, Xia H, Collins AJ. Nível de hematócrito e mortalidade associada em pacientes em hemodiálise. J Am Soc Nephrol 1999; 10:610.

Batchelor EK, Kapitsinou P, Pergola PE, et al. Deficiência de Ferro na Doença Renal Crônica: Atualizações em Fisiopatologia, Diagnóstico e Tratamento. J Am Soc Nephrol 2020; 31:456.

Organização Mundial da Saúde. Anemias Nutricionais: Relatório de um Grupo Científico da OMS. Genebra, Suíça: Organização Mundial da Saúde, 1968.

Awan AA, Walther CP, Richardson PA, et al. Prevalência, correlatos e desfechos da anemia ferropriva absoluta e funcional na doença renal crônica não dependente de diálise. Transplante Nephrol Dial 2021; 36:129.

Sanchez-Alvarez JE, Astudillo Cortes E, Seras Mozas M, et al. Eficácia e segurança do oxihidróxido sucroférrico no tratamento da hiperfosfatemia na doença renal crônica. Estudo FOSFASTUR. Nefrologia (Engl Ed) 2021; 41:45.

Auerbach M, Adamson JW. Como diagnosticamos e tratamos a anemia por deficiência de ferro. Am J Hematol 2016; 91:31.

Chandler G, Harchowal J, Macdougall IC. Sacarose de ferro intravenosa: estabelecendo uma dose segura. Am J Kidney Dis 2001; 38:988.

Locatelli F, Aljama P, Bárány P, et al. Diretrizes europeias de melhores práticas revisadas para o manejo da anemia em pacientes com insuficiência renal crônica. Transplante Nephrol Dial 2004; 19 Supl 2:ii1.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-140

Refbacks

  • There are currently no refbacks.