TDAH e dor crônica: uma revisão sistemática da literatura / TDAH and chronic pain: a systematic review of the literature

Laura Chaves Barbosa, Thailliany Cristina Ribeiro Sobrinho, Beatriz Vieira Carrijo, Karita Fernanda de Oliveira Rodrigues Bravo, Marina Ribeiro Fernandes Oliveira, Pedro Henrique Porfirio, Yan Lucas F M de Almeida, Sarah Rezende Vaz, Rogério Gomes de Melo Filho, Álvaro Fernandes Ferreira, Andressa Morgado Parreira

Abstract


Introdução: O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) é uma síndrome psiquiátrica de alta prevalência em crianças e adolescentes, mas também presente na fase adulta, sendo que nesta fase é altamente negligenciada pela sociedade. A TDAH apresenta critérios clínicos operacionais bem estabelecidos pela comunidade psiquiátrica tendo seu diagnostico formalizado pela comunidade, assim como o tratamento medicamentoso e terapêutico. Estudos recentes mostram a maior suscetibilidade de pacientes portadores de TDAH a desenvolverem dores crônicas, devido a um mecanismo de ação semelhante no organismo humano nas duas doenças. Objetivo: Analisar a relação entre TDAH e variáveis de dores córnicas. Metodologia: Resumo expandido do tipo revisão sistemática, com artigos publicados nos últimos 14 anos. Utilizou o PubMed e a Biblioteca Virtual em Saúde com os descritores “(ADHD OR Attention deficit hyperactivity disorder) AND (Pain OR chronic pain)”. Resultados e Discussão: Após a leitura dos artigos pré-selecionados foi identificado uma relação intrínseca entre pacientes portadores TDAH e dores cronicas, estando essa relação vinculada a desregulação do neurotransmissor dopamina nestes pacientes. Conclusão: A TDAH é uma doença muito subdiagnosticada levando diverso pacientes a não terem o tratamento adequado e como consequência intensificação os problemas físicos e psiquiátricos que acompanham a TDAH, como as dores córnicas.


Keywords


TDAH, dor crônica, relação de TDAH e dor.

References


NORDMANN, S., Vilotitch, A., Lions, C., Michel, L., Mora, M., Spire, B., ... & ANRS Methaville study group. (2017). Pain in methadone patients: Time to address undertreatment and suicide risk (ANRS-Methaville trial). PLoS one, 12(5), e0176288.

STRAY, L. L., Kristensen, Ø., Lomeland, M., Skorstad, M., Stray, T., & Tønnessen, F. E. (2013). Motor regulation problems and pain in adults diagnosed with ADHD. Behavioral and Brain Functions, 9(1), 1-10.

WIWE LIPSKER, C., von Heijne, M., Bölte, S., & Wicksell, R. K. (2018). A case report and literature review of autism and attention deficit hyperactivity disorder in paediatric chronic pain. Acta Paediatrica, 107(5), 753-758.

KASAHARA, S., Matsudaira, K., Sato, N., & Niwa, S. I. (2021). Pain and Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder: The Case of Margaret Mitchell. Psychosomatic Medicine, 83(5), 492.

CASTELLANOS, F. X., & Aoki, Y. (2016). Intrinsic functional connectivity in attention-deficit/hyperactivity disorder: a science in development. Biological psychiatry: cognitive neuroscience and neuroimaging, 1(3), 253-261.

GINSBERGi, Y., Quintero, J., Anand, E., Casillas, M., & Upadhyaya, H. P. (2014). Underdiagnosis of attention-deficit/hyperactivity disorder in adult patients: a review of the literature. The primary care companion for CNS disorders, 16(3).

WLAD, M., & Nilsson, B. (2017). Chronic pain and ADHD–an unexplored connection. Lakartidningen, 114.

YOUNG, J. L., & Redmond, J. C. (2007). Fibromylagia, chronic fatigue, and adult attention deficit hyperactivity disorder in the adult: a case study. Psychopharmacology bulletin, 40(1), 118-126.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-151

Refbacks

  • There are currently no refbacks.