Doenças hipertensivas específicas da gravidez: perfil clínico e epidemiológico de gestantes com idade inferior a 17 anos / Hypertensive disorders of pregnancy: clinical and epidemiological profile of pregnant women under 17 years old

Camila Américo Xavier, Larissa Américo Xavier, Samara Guilhermina de Sousa

Abstract


Objetivo: o objetivo deste estudo é compreender o perfil epidemiológico e a forma clínica de transtornos hipertensivos da gravidez (HDP) em pacientes adolescentes, menores de 17 anos, internados em maternidade de referência no Norte do país e compará-lo ao de jovens adultas entre 17 e 35 anos.  Métodos: a construção desta pesquisa ocorreu por meio da coleta de 231 prontuários, a partir dos quais foram analisados dados sociais, histórico pessoal e familiar de doença hipertensiva e outras comorbidades, testes laboratoriais de admissão e evolução para casos graves.  Resultados: Com base nos resultados obtidos, destaca-se a elevada procedência de gestantes da região metropolitana de Belém, primíparas e sem parceiro, com nível de escolaridade menor do que o esperado, e o alto percentual de adolescentes que avançam para formas graves de doença hipertensiva específica da gestação quando comparado ao de adultas jovens.  Conclusão: O presente estudo, portanto, contribui para o arcabouço literário do tema abordado e deixa material e sugestões para estudos posteriores e enfatiza que é fundamental ampliar continuamente a compreensão do fenômeno estudado, a fim de prevenir os agravos decorrentes da doença hipertensiva específica da gravidez.


Keywords


gravidez, alto risco, adolescente, hipertensão induzida por gravidez, epidemiologia.

References


Dias RMM, Santos SN. Perfil epidemiológico das mulheres com síndromes hipertensivas na gestação e sua repercussão na prematuridade neonatal em uma maternidade pública de Belém/PA. Enf Bras. 2016;15(1):6-11. doi: 10.33233/eb.v15i1.91

Nascimento TLC, Bocardi MIB, Rosa MPR. Doença hipertensiva específica da gravidez (DHEG) em adolescentes: uma revisão de literatura. Ideias e Inovação. 2015;2(2):69-76.

Gonçalves ZR, Monteiro DLM. Complicações maternas em gestantes com idade avançada. Rev Fed Bras Soc Ginecol Obstetr. 2012;40(5):275-9.

Assis T R, Viana FP, Rassi, S. Estudo dos principais fatores de risco maternos nas síndromes hipertensivas da gestação. Arq Bras Cardiol. 2008; 91(1):11-7. doi:10.1590/S0066-782X2008001300002

Zugaib, M. Zugaib Obstetrícia. 2ª. ed. Barueri, SP: Manole; 2012.

Peraçoli JC, Borges VTM, Ramos JGL, Cavalli RC, Costa SHAM, Oliveira LG, et al. Pré-eclampsia/Eclampsia. Rev Bras Ginecol Obstet. 2019; 41(5):318-32. doi:10.1055/s-0039-1687859

Maia MRG, Morceli G, Silva SUD, Carvalho MDB, Pelloso SM. Maternal age and association with intercorrences in gestation and labor. Res Soc Dev.2021; 10(5): e15010514471. doi: 10.33448/rsd-v10i5.14471.

Secundo F.F, Marques MM, Silva ARA, Andrade JM, Guedes MIF. Toxemia gravídica na adolescência. Rev Bai Sau Púb. 2009;33(4):596-604. doi: 10.22278/2318-2660.2009.v33.n4.a291

Fraser A, Nelson SM, Macdonald-Wallis C, Sattar N, Lawlor DA. Hypertensive disorders of pregnancy and cardiometabolic health in adolescent offspring. Hypertension. 2013;62(3):614-20. doi:10.1161/HYPERTENSIONAHA.113.01513.

Sibai BM, Gordon T, Thom E, Caritis SN, Klebanoff M, McNellis D, Paul RH. Risk factors for preeclampsia in healthy nulliparous women: a prospective multicenter study. The National Institute of Child Health and Human Development Network of Maternal-Fetal Medicine Units. Am J Obstet Gynecol. 1995;172(2 Pt 1):642-8. doi:10.1016/0002-9378(95)90586-3.

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia. Pré- eclampsia e seus diversos aspectos. Série Orientações e Recomendações FEBRASGO. 2017; n.8.

Bacelar E.B. Fatores associados à síndrome hipertensiva da gestação em adolescentes e adultas jovens da região nordeste do Brasil [dissertação]. Feira de Santana: Universidade Estadual de Feira de Santana; 2016. 127p.

Lima AG, Oliveira IBB, Menezes MLN, Leite RCA. Síndromes Hipertensivas Graves – Estudo descritivo com adolescentes atendidas em maternidade escola. Rev Rene. 2012;13(2):408-18. ISSN: 2175-6783

Alves, A.A.G. Perfil clínico e epidemiológico das pacientes com doença hipertensiva da gestação em uma UTI geral adulto do Estado do Maranhão [dissertação]. São Luís: Universidade Federal do Maranhão; 2011. 70p.

Veiga LLP, et al. Resultados perinatais adversos das gestações de adolescentes vs de mulheres em idade avançada na rede brasileira de saúde pública. Rev Bras Saude Mater Infant. 2019;19(3):601-09. doi: 10.1590/1806 93042019000300007

Brito KKG, Moura JRP, Sousa MJ, Brito JV, Oliveira SH, Soares MJGO. Prevalência das síndromes hipertensivas especificas da gestação (SHEG). Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online).2019;7(3):2117-25.doi:10.9789/2175-5361.2015.v7i3.2717-2725.

Kanyinga FB. Prevalência da pré-eclâmpsia entre adolescentes atendidas no sistema público de saúde [dissertação]. Porto Alegre: Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2015. 92p.

Ministério da Saúde (Brasil). Portaria N° 569/2000 - Dispõe sobre o Programa de Humanização no Pré-natal e nascimento. Brasília (Brasil): Ministério da Saúde; 2000.

Santos LP. Perfil epidemiológico de mulheres que apresentaram doença hipertensiva específica da gravidez (DHEG): contribuições para o agir do enfermeiro [monografia]. Belém: Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Pará; 2013. 65p.

Ferreira JPN, Santos LDL, Bacelar APA, Amaral SM, Gonçalves LN, Sousa AMR, et al. Síndromes hipertensivas específicas da gestação em adolescentes e suas repercussões maternas e perinatais: uma revisão integrativa de literatura. Braz J Dev. 2021;7(3):32204-17. doi:10.34117/bjdv7n3-779

Rodrigues VB, Lima BB, Fernandes FP, Elias BD. Distúrbios Hipertensivos entre gestantes em um hospital maternidade do município de Aracati – CE. JAPHAC. 2020;7:155-170.

Batista FA, Andrade, JS. Consequências da hipertensão arterial entre adolescentes grávidas na região norte. Braz J Health Rev. 2021;4(4):15061-78. doi: 10.34119/bjhrv4n4-055

Braga LC, Cruz MC, Ribeiro JL, Carmo ECQ, Hirota VB, Muñoz JWP, et al. Gravidez na adolescência como fator de risco para pré-eclâmpsia: revisão sistemática da literatura. Revista Multi Saude. 2021;3(2):37-49.

Fialho L.A, Ferreira BAS, Galvani FB, Queiroz GRS, Almeida GC, Vasconcelos ITT, et al. Identificação do perfil epidemiológico e dos fatores de risco pré-gestacionais e gestacionais relacionados ao desenvolvimento da síndrome HELLP. Braz J Health Rev. 2021;4(2):7665-77.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-158

Refbacks

  • There are currently no refbacks.