Atuação do enfermeiro na comunicação de más notícias relacionada à Síndrome de Down / Nurses' performance in communication of bad news related to Down's Syndrome

Rafaela Márcia Gadonski, Crhis Netto de Brum, Tayná Bernardino Coutinho, Susane Dal Chiavon, Thaisa Natali Lopes, Samuel Spiegelberg Zuge, Ana Lúcia Lago Lopes, Eliziane dos Santos

Abstract


Introdução: A comunicação de más notícias faz parte do cotidiano profissional e é considerada uma das práticas mais difíceis de ser exercida. Dentre as más notícias que necessitam ser compartilhadas tem-se o diagnóstico de Síndrome de Down. Sendo assim, o momento da comunicação do nascimento de uma criança com Síndrome de Down exige um profissional apto para auxiliar a família, propiciando condições e alternativas de tratamento perante a saúde física, mental e afetiva da criança. Objetivo: analisar nas evidências científicas como ocorre a atuação do enfermeiro no processo de revelação do diagnóstico para os familiares de crianças e adolescentes com Síndrome de Down. Metodologia: Revisão Integrativa da Literatura, utilizando as seguintes bases de dados: Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Literatura Latino-Americano e do Caribe em Ciências da Saúde e Scientific Electronic Library Online. Utilizou-se as palavras-chaves: comunicação de más notícias, síndrome de down, revelação de diagnóstico, e papel do enfermeiro. Critérios de inclusão: estudos que possuíssem seus resumos disponíveis nas bases de dados, na íntegra, online e gratuitos, em português, inglês ou espanhol; Critérios de exclusão: teses, dissertações e monografias. A coleta dos dados ocorreu entre março e maio de 2021. Resultados: Após aplicados os critérios de inclusão e exclusão, encontrou-se 10 artigos, nos quais realizou-se a leitura na íntegra, emergindo dois temas: importância da comunicação de más notícias frente a revelação de diagnóstico de Síndrome de Down: limitações do profissional da enfermagem; e consequências da comunicação de más notícias frente a revelação de diagnóstico de Síndrome de Down: assistência prestada aos familiares. Considerações finais: o profissional de enfermagem sente-se despreparado e inseguro para fazer a comunicação de más notícias.

 


Keywords


síndrome de down, diagnóstico da situação de saúde, saúde da criança.

References


BENEVIDES, Carla Beatriz Lopes et al. Síndrome de Down: Vivência de mães com filhos diagnosticados com síndrome de down. Revista Nursing, São Paulo, v. 23, n. 262, p. 3745 - 3750, 2020. Disponível em: http://www.revistanursing.com.br/revistas/263/pg88.pdf. Acesso em: 29 mar. 2021.

BRASIL, Ministério da Saúde. Diretrizes de atenção à pessoa com Síndrome de Down. 1° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2013, p. 1-62. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_atencao_pessoa_sindrome_down.pdf. Acesso em: 22 mar. 2021.

CASALVARA, Vanessa Jaqueline et al. A comunicação de más notícias: aproximações com a abordagem centrada na pessoa. Phenomenological Studies-Revista da Abordagem Gestáltica, [s.l.], v. 25, n. 1, p. 92-102, 2019. Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-68672019000100010. Acesso em: 22 mar. 2021.

CUNHA, Aldine Maria Fernandes Vohlk; BLASCOVI-ASSIS, Silvana Maria; FIAMENGHI JR, Geraldo Antonio. Impacto da notícia da síndrome de Down para os pais: histórias de vida. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, p. 445-451, Mar. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v15n2/v15n2a21.pdf. Acesso em: 22 mar. 2021.

FERREIRA, Marilise et al. Repercussões do Diagnóstico de Síndrome de Down na Perspectiva Paterna. Psicologia: Ciência e Profissão, [s.l.], v. 39, p. 1-14, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/bN73Yh7Q4xKKPdxf95CdfVL/?lang=pt. Acesso em: 25 maio 2021.

FONTES, Cassiana Mendes Bertoncello et al. Comunicação de más notícias: revisão integrativa de literatura na enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v.70, n.5, p.1089-1095, out. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v70n5/pt_0034-7167-reben-70-05-1089.pdf. Acesso em: 22 mar. 2021.

GANONG, L. H. Integrative reviews of nursing research. Research in Nursing & Health, Hoboken, v. 10, n. 1, p. 1-11, Mar. 1987.

GAZZOLA, Luciana de Paula Lima; LEITE, Henrique Vitor; GONÇALVES, Gláucio Maciel. Comunicando más notícias sobre malformações congênitas: reflexões bioéticas e jurídicas. Revista Bioética, Brasília, v.28, n.1, p. 38- 46, mar. 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/bioet/v28n1/1983-8042-bioet-28-01-0038.pdf. Acesso em: 25 mar. 2021.

GIBELLO, Juliana; PARSONS, Henrique Afonseca; CITERO, Vanessa de Albuquerque. Importância da Comunicação de Más Notícias no Centro de Terapia Intensiva. Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, São Paulo, v. 23, p. 16-24, 2020. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rsbph/v23n1/03.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

HALBERSTADT, Bianca Fraga; MORAES, Anaelena Bragança de; SOUZA, Ana Paula Ramos de. Síndrome de Down: funcionalidade e histórico terapêutico da criança, adaptação e desempenho ocupacional dos pais. Saúde e Pesquisa, Maringá, v. 13, n. 4, p. 809- 819, 2020. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/7662/6439. Acesso em: 22 maio 2021.

KOCH, Caroline Lau; ROSA, Aline Badch; BEDIN, Simone Caldas. Más notícias: significados atribuídos na prática assistencial neonatal/pediátrica. Revista Bioética, [s.l.], v. 25, n. 3, p. 577-584, dez. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/bioet/v25n3/1983-8042-bioet-25-03-0577.pdf. Acesso em: 27 mar. 2021.

KUMATA, Camila Sayuri; BORGES, Amanda Aparecida; DUPAS, Giselle. Comunicação de más notícias à família da criança hospitalizada. Ciência, Cuidado E Saúde, [s. l.], v.14, n. 4, p.1411- 1418, 2016. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/25894. Acesso em: 23 maio 2021.

MIRANDA, Ane Caroline Rodrigues Lucena; BARRETO, Mayckel da Silva. Crianças com Síndrome de Down: experiências quotidianas vivenciadas pelas famílias. Revista Paranaense de Enfermagem, [s. l.], v. 2, n. 1, p. 13-22, jan. 2019. Disponível em: http://seer.fafiman.br/index.php/REPEN/article/view/517/492. Acesso em: 22 maio 2021.

OSTERMANN, Ana Cristina et al. Perspectivas otimistas na comunicação de notícias difíceis sobre a formação fetal. Cadernos de Saúde Pública, [s.l.], v. 33, n. 8, p. 1-15, 21 ago. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v33n8/1678-4464-csp-33-08-e00037716.pdf. Acesso em: 27 mar. 2021.

PORTES, João Rodrigo Maciel et al. Crenças parentais sobre filhos com Síndrome de Down. Arquivos Brasileiros de Psicologia, Rio de Janeiro, v. 69, n. 3, p. 208- 223, 2017. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/arbp/v69n3/15.pdf. Acesso em: 21 maio 2021.

RAMOS, Raissa Freitas et al. Comunicação de más notícias na prática clínica. Acta méd, Porto Alegre,v 39, n.2, p. 114- 122, 2018. Disponível em: https://ebooks.pucrs.br/edipucrs/acessolivre/periodicos/acta-medica/assets/edicoes/2018-2/arquivos/pdf/11.pdf. Acesso em: 22 mar. 2021.

REMOLCOY, Yessica Antisoli et al. Vivencias socioemoionales en familias de jóvenes con Síndrome de Down en Padres Las Casas, Chile. Actualidades Investigativas En Educación, [s. l.], v. 19, n. 3, p. 1- 26, 2019. Disponível em: https://www.scielo.sa.cr/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1409-47032019000300340〈=pt. Acesso em: 25 maio 2021.

ROCHA, Larissa et al. THE COMMUNICATION OF BAD NEWS BY NURSES IN THE CONTEXT OF OBSTETRIC CARE. Reme: Revista Mineira de Enfermagem, [s.l.], v. 20, p. 1-6, 27 dez. 2016. GN1 Genesis Network. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/reme.org.br/pdf/e981.pdf. Acesso em: 26 mar. 2021.

SANTOS, Ray-Anne Soares et al. Estratégias de Enfermagem na Comunicação de Más Notícias: uma revisão integrativa. In: INTERNATIONAL NURSING CONGRESS, 2017, Aracaju. Anais [...]. Aracaju: Universidade Tiradentes, 2017. p. 1-4. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/cie/article/viewFile/5961/2146. Acesso em: 22 mar. 2021.

SILVA, Alexandre Ernesto et al. A percepção do profissional enfermeiro frente à comunicação de notícias difíceis. Research, Society And Development, [s.l.], v.9, n.12, p. 1-17, 2020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/11014/9909. Acesso em: 27 maio 2021

SUNELAITIS, Regina Cátia; ARRUDA, Débora Cristina; MARCOM, Sonia Silva. A repercussão de um diagnóstico de síndrome de Down no cotidiano familiar: perspectiva da mãe.Acta Paulista de Enfermagem, Maringá, v.20, n.3, p.264- 271, set. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ape/v20n3/a04v20n3.pdf. Acesso em: 21 maio 2021.

VOGEL, Karolyne Pricyla et al. Comunicação de Más Notícias: Ferramenta Essencial na Graduação Médica. Revista Brasileira de Educação Médica, [s. l.], v.43, n.11, p. 314-321, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/pCSW5SbwjD4MSCSpnG4WB9K/?format=pdf〈=pt. Acesso em: 26 maio 2021.

ZANON, Bruna Pase et al. Comunicação de más notícias: revisão integrativa. Revista Brasileira de Enfermagem, [s. l.], v. 73, n. 4, p. 1- 11, 2020. Disponível em:https://www.scielo.br/j/reben/a/dSXbkVGGpKvPQKJDxd7Y3Dr/?format=pdf〈=pt. Acesso em: 26 maio 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-159

Refbacks

  • There are currently no refbacks.