Revisão integrativa: atuação da enfermagem no cuidado e na prevenção infeções sexualmente transmissíveis / Integrative review: nursing practice in the care of patients with sexually transmitted infections

Lídva Melo dos Santos, Daiany Porciúncula Soares, Ironaide Ribas Pessoa

Abstract


Introdução: atualmente ainda existem muitos tabus sobre as infecções sexualmente transmissíveis, o que dificulta a prevenção e o tratamento imediato, a enfermagem geralmente são os profissionais que os pacientes mais se abrem, conversam e com isso pode atuar intervindo no momento de uma infecção ou na prevenção da mesma. Objetivo: descrever os cuidados de enfermagem ao abordar o paciente para a prevenção ou tratamento de uma possível doença sexualmente transmissível Metodologia: trata-se de um estudo de revisão integrativa da literatura que tem como caráter quantitativo e qualitativo. Resultados e discussão: A enfermagem mostra-se rica em conhecimento acerca das infecções sexualmente transmissíveis, ajuda atuando nos ambientes de seu trabalho realizando testes rápidos, rodas de conversa, sala de espera para que assim possam abordar o maior número de pacientes.  Conclui-se: o tema ainda é uma problemática ao se falar em escolas, local de aglomerações, o que atrasa a prevenção direta, políticas pública ainda devem ser criadas para quebrar esses tabus, e assim conseguir diminuir o número de pacientes portadores.


Keywords


enfermagem, cuidados, infecções sexualmente.

References


-CAVALCANTE, Elani Graça Ferreira et al . Estratégias de notificação de parceiros sexuais de pessoas com infecções sexualmente transmissíveis: ensaio clínico randomizado. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo , v. 54, e03648, 2020 . Disponível em . acessos em 25 abr. 2022. Epub 07-Dez-2020. http://dx.doi.org/10.1590/s1980-220x2019010103648.

-CARMO et al, 2020, Educação em saúde sobre infecções sexualmente transmissíveis para universitários de Enfermagem, disponível em acesso em 14 de abril de 2022.

-CRESPO, Maria da Conceição Albernaz et al. Modernidade líquida: desafios para educação em saúde no contexto das vulnerabilidades para infecções sexualmente transmissíveis [Liquid modernity: challenges for health education in the context of vulnerabilities for sexually transmitted infections] [Modernidad líquida: desafíos para la educación en salud en el contexto de las vulnerabilidades para las infecciones de transmisión sexual]. Revista Enfermagem UERJ, [S.l.], v. 27, p. e43316, dez. 2019. ISSN 0104-3552. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2022. doi:https://doi.org/10.12957/reuerj.2019.43316.

-DANTAS, et al, 2015, Jovens universitários e o conhecimento acerca das doenças sexualmente transmissíveis –contribuição para cuidar em enfermagem, disponível em acessado dia 25 de abril de 2022.

-FERNANDES, Sheila Milena Pessoa dos Santos, 2019, REPRES ENTAÇÕES DE ENFERMEIROS (AS) DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À S AÚDE S OBRE S EXUALIDADE NO CONTEXTO DA PREVENÇÃO DAS INFECÇÕES S EXUALMENTE TRANS MIS S ÍVEIS /HIV, disponível em acesso: dia 14 de abril de 2022.

-FERREIRA, Ilziane Tomaz et al. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA CONSULTA DE ENFERMAGEM EM INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS. Enfermagem em Foco, [S.l.], v. 9, n. 3, nov. 2018. ISSN 2357-707X. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2022. doi:https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n3.1119.

-FELIX, Adriana Maria da Silva; SOARES, Rosimeire Angela Queiroz. Metodologias ativas no ensino de enfermagem em doenças transmissíveis. Revista de Enfermagem UFPE on line, [S.l.], v. 13, set. 2019. ISSN 1981-8963. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2022. doi:https://doi.org/10.5205/1981-8963.2019.241816.

-MARCHEZINI, et al 2018, AS INFECÇÕES SEXUALMNETE TRASMISSÍVEIS EM SERVIÇO ESPECIALIZADO: QUAIS SÃO E QUEM AS TEM?, disponível em < As infecções sexualmnete trasmissíveis em serviço especializado: quais são e quem as tem? | Marchezini | Revista de Enfermagem UFPE on line > acesso: dia 22 de abril de 2022.

-Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para a atenção integral às pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2020.

-MOUTA, Ricardo José Oliveira et al . FATORES RELACIONADOS AO NÃO USO DE MEDIDAS PREVENTIVAS DAS INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DURANTE A GESTAÇÃO. Rev. baiana enferm., Salvador , v. 32, e26104, 2018 . Disponível em . acessos em 25 abr. 2022. Epub 14-Fev-2019. http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.26104.

-Merenhque CC. Barreto CN, Cremonese L, Sehnem GD, Demori CC, Neves ET. Conhecimento e comportamento de acadêmicos de enfermagem acerca da prevenção de infecções sexualmente transmissíveis. Rev. Enferm. UFSM. 2021 [Acesso em: Ano Mês Dia];vol.11 e4: 1-21. DOI: https://doi.org/10.5902/2179769243700, disponível em < https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/43700/html > acessado:25 de abril de 2022.

-MIRANDA ; BARROSO; et al; Reflexões sobre o aconselhamento em HIV/AIDS em uma perspectiva freireana; Revista Brasileirade Enfermagem; 2008.

-Panobianco, Marislei Sanches et al. Conhecimento de acadêmicos de enfermagem sobre a vacina contra o papilomavírus humano. Acta Paulista de Enfermagem [online]. 2022, v. 35 [Acessado 25 Abril 2022] , eAPE02291. Disponível em: . Epub 11 Mar 2022. ISSN 1982-0194. https://doi.org/10.37689/acta-ape/2022AO02291.

-Paiva EM das C, Ramos SC de S, Martins N da S, Nascimento MC do, Calheiros AP, Calheiros CAP. Sexuality and sexually transmitted infections: analysis of health student training / Sexualidade e infecções sexualmente transmissíveis: análise da formação de alunos da área da saúde. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 9º de junho de 2021 [citado 25º de abril de 2022];13:809-14. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9190, acessado: 25 de abril de 2021.

-PASSOS, et al 2017, EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA PREVENÇÃO DE INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM COMUNIDADES QUILOMBOLAS, disponível em < Educação em saúde para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis em comunidades quilombolas | Passos | Revista de Enfermagem UFPE on line> acesso: dia 14 de abril de 2022.

-SILVA, Alexis Pereira da et al. Aconselhamento em hiv/aids e sífilis às gestantes na atenção primária. Revista de Enfermagem UFPE on line, [S.l.], v. 12, n. 7, p. 1962-1969, jul. 2018. ISSN 1981-8963. Disponível em:

. Acesso em: 22 abr. 2022. doi:https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i7a236251p1962-1969-2018.

-SILVA, et al, 2021, CONHECIMENTO DOS ESTUDANTES DE ENFERMAGEM SOBRE TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV, disponível em acessado em : 22 abr. 2022

-Oliveira AS, Lima TM, Campos FC, Bezerra KC, Oriá MOB, Damasceno AKC. Avaliação da prevalência de infecções genitais em gestantes atendidas em consulta de enfermagem ginecológica. Rev.enferm. UERJ [Internet]. Rio de Janeiro, 2013, disponível em http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/7191. acessado dia 28 de abril de 2022.

-Petry, Stéfany et al. O dito e o não dito no ensino das infecções sexualmente transmissíveis. Acta Paulista de Enfermagem [online]. 2021, v. 34 [Acessado 14 Abril 2022] , eAPE001855. Disponível em: . Epub 26 Nov 2021. ISSN 1982-0194. https://doi.org/10.37689/acta-ape/2021AO001855.

Petry, Stéfany et al. Knowledge of nursing student on the prevention of sexually transmitted infections. Revista Brasileira de Enfermagem [online]. 2019, v. 72, n. 5 [Acessado 14 Abril 2022] , pp. 1145-1152. Disponível em: . Epub 16 Set 2019. ISSN 1984-0446. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0801.

-RODRIGUES, L. M. C. et al. ABORDAGEM ÀS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA FAMÍLIA. Cogitare Enfermagem, João Pessoa- PB, v. 16, n. 01, p.63-69, jan. /mar. 2011. Disponível em:. Acesso em: 20 de abril de 2022.

-SANTOS, et al 2019, Atuação do enfermeiro na prevenção e tratamento do linfogranuloma venéreo na mulher, disponível em acesso em 20 de abril de 2022.

-Spindola, et al 2017, PRÁTICAS SEXUAIS, USO DO PRESERVATIVO E TESTAGEM PARA O HIV ENTRE GRADUANDOS DE ENFERMAGEM, disponível em < Vista do Práticas sexuais, uso do preservativo e testagem para o hiv entre graduandos de enfermagem (ufsm.br) > acessado dia 22 de abril de 2022.

-Holanda VR, Pinheiro AKB, Holanda ER, Santos MCL. Teaching and learning in a virtual environment: nursing students’ attitude. REME Rev Min Enferm. 2015;19(1):141-7. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20150012. acesso: 20 de abril de 2022.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-170

Refbacks

  • There are currently no refbacks.