Vacinação contra a influenza nos idosos de Ipatinga-MG entre 2013 e 2018 / Influenza vaccination in the elderly of Ipatinga-MG between 2013 and 2018

Nathália Luna Peron, Natália Alves da Silva Rei, Thayná Brenda Asis Castro, Luiza Giordani Mileo, Analina Furtado Valadão, Eder Samuel Bonfim Esteves Oliveira

Abstract


Introdução: a influenza é uma patologia viral aguda do trato respiratório, com alta taxa de transmissibilidade. O vírus possui elevada variabilidade genética e capacidade de mutação, o que justifica as epidemias anuais recorrentes e o acometimento de quase todas as faixas etárias, em um curto espaço de tempo. A vacina contra a Influenza constitui a melhor estratégia de prevenção disponível. No entanto, a cobertura é ainda insatisfatória, em especial pela população idosa. Tornam-se fundamentais, portanto, a realização de estudos e a análise de dados sobre a cobertura vacinal desse grupo. Objetivo: identificar e descrever as características da cobertura vacinal contra influenza na população idosa da cidade de Ipatinga – Minas Gerais. Método: pesquisa descritiva com delineamento transversal, utilizando dados de 38.373 prontuários de idosos cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde do município de Ipatinga – MG, fornecidos pela Secretaria Municipal da Saúde, entre o período de 2013 a 2018. Resultados: no período analisado, a cobertura vacinal em Ipatinga – MG não atingiu a meta do Ministério da Saúde, alcançando frequência média entre os idosos, no período compreendido entre 2013 e 2018, de 63,1%. Quanto maior a idade, melhor o percentual de cobertura; já a faixa etária compreendida entre 60 e 70 anos, com maior representatividade populacional entre os idosos (o que corresponde a 65,7%), foi a que apresentou menor cobertura vacinal, com margem de 57,9%. A análise anual revelou queda considerável na cobertura da vacina, que alcançou 78% em 2013, caindo para 50% em 2018. Das 21 Unidades Básicas de Saúde do município, 12 apresentaram variação com pouca significância no período e nove delas apresentaram queda significativa na cobertura. Conclusão: há, segundo o estudo, evidente queda do alcance das campanhas de vacinação, mais especificamente do grupo populacional idoso que, pela pesquisa, mostra baixa cobertura, que diminui ao longo dos anos. Indica-se, assim, a importância de aprofundar os estudos e reorganizar o programa e as políticas de vacinação, de forma a fomentar a capacidade dos profissionais em relação a educação para a promoção da saúde e melhoria da comunicação e o acesso à saúde, estimulando, por conseguinte, os idosos a aderirem às campanhas de vacinação.


Keywords


cobertura vacinal, idosos, influenza, meta de vacinação, vacina contra influenza.

References


BICALHO, M. A. C.; CINTRA, M. T. G. Modificações Fisiológicas sistêmicas no envelhecimento. In: MALLOY-DINIZ, L., FUENTES, D., CONSENZA, R.M. (org.). Neuropsicologia do Envelhecimento: uma abordagem multidimensional. Porto Alegre: Artmed, 2013.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Temporada 2020 de vacinas influenza: fique por dentro. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/temporada-2020-de-vacinas-influenza-fique-por-dentro/219201/pop_up?_101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU_viewMode=print&_101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU_languageId=en_US. Acesso em: 18 maio 2020.

BRASIL. Informe técnico. 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza,2018. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2018/abril/18/Informe-Cp-Influenza---01-03-2018-Word-final-28.03.18%20final.pdf. Acesso em: 01 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes do NASF: Núcleo de Apoio a Saúde da Família / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 152 p.: il. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos) (Caderno de Atenção Básica, n. 27).

CABRAL, R.W.L. et al. Fatores sociais e melhoria da qualidade de vida dos idosos: revisão sistemática. Rev enferm UFPE on line, Recife, v. 7, n. 5 p.1434-42, maio, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11630/13698. Acesso em: 13 fev. 2021.

CAVALCANTE, G. A. et al. Revisão: Fatores relacionados com a baixa adesão à vacina contra a influenza humana pelos idosos. Enfermagem Brasil v.19 n; 6, p. 502-508, 2020. Disponível em: https://www.portalatlanticaeditora.com.br/index.php/enfermagembrasil/article/view/3589/pdf_1. Acesso em: 25 fev. 2021.

COSTA, L. M.C; MERCHAN-HAMANN, E. Influenza pandemics and the structure of Brazilian health care system: brief history and characterization of the scenarios. Revista Pan-Amazônica de Saúde, Ananindeua, v.1, n. 7, p. 11-25, 2016. Disponível em: http://scielo.iec.gov.br/pdf/rpas/v7n1/v7n1a02.pdf. Acesso em: 20 set. 2018.

DUARTE, D. C et al. Acesso à vacinação na Atenção Primária na voz do usuário: sentidos e sentimentos frente ao atendimento. Escola Anna Nery, v. 23, n. 1, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ean/v23n1/pt_1414-8145-ean-23-01-e20180250.pdf. Acesso em: 24 fev. 2021.

GOMES, A. A. et al. Doenças respiratórias por influenza e causas associadas em idosos de um município do Nordeste brasileiro. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 29, n.1, p.117-122, jan, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v29n1/14.pdf. Acesso em: 08 maio 2020.

GONTIJO, T. et al. Análise da cobertura vacinal contra influenza no estado de minas gerais. Cienc. enferm. Concepción, v. 23, n. 3, p. 69-75, 2017 . Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95532017000300069&lng=es&nrm=iso. Acesso em: 26 maio 2021.

HIBBERD, P. L. Seasonal influenza vaccination in adults. UpToDate, 2020. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/seasonal-influenza-vaccination-in-adults?search=caracter%C3%ADsticas%20do%20v%C3%ADrus%20influenza&topicRef=5973&source=see_link#H3. Acesso em: 03 abr. 2020.

IBGE. Pesquisa Nacional por amostra de Domicílios Contínua 2019. 2020. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/9173-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-trimestral.html?edicao=29516&t=quadro-sintetico. Acesso em: 12 fev. 2021.

LYONS, D. M.; LAURING, A. D. Mutation and Epistasis in Influenza Virus Evolution. Viruses, v.10, n.8, 2018. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6115771/. Acesso em: 03 abr. 2020.

MENEZES, A.M. et al. Vacinação para influenza em idosos na pandemia COVID-19: estudo de base populacional em 133 cidades brasileiras, 2021 [preprint]. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/349136974_Vacinacao_para_influenza_em_idosos_na_pandemia_COVID-19_estudo_de_base_populacional_em_133_cidades_brasileiras. Acesso em: 22 fev. 2021.

MOURA, R. F. et al. Fatores associados à adesão à vacinação anti-influenza em idosos não institucionalizados. Caderno de Saúde Pública, São Paulo, v. 31, n. 10, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2015001002157&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 27 nov. 2020.

NEVES, R. G.; DURO, S. M. S.; TOMASI, E. Vacinação contra influenza em idosos de Pelotas-RS, 2014: um estudo transversal de base populacional. Epidemiol. Serv. Saúde [online]. v.25, n.4 p.755-766, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222016000400755&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 12 fev. 2021.

OKOLI, G.N. et al. Seasonal influenza vaccination in older people: A systematic review and meta-analysis of the determining factors. PLoS One. v.18, n. 15(6), p. e0234702. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32555628/. Acesso em: 22 fev. 2021.

PERISSÉ, C.; MARLI, M. Caminhos para uma melhor idade. Revista Retratos. IBGE, Rio de Janeiro, n. 16, p. 19-24, fev 2019. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/media/com_mediaibge/arquivos/d4581e6bc87ad8768073f974c0a1102b.pdf. Acesso em: 13 maio 2020.

PEREIRA, B.F.B. et al. Motivos que levaram as gestantes a não se vacinarem contra H1N1. Cien Saude Colet. v. 18, n. 6, p. 1745-1752, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v18n6/25.pdf. Acesso em: 29 mar. 2021.

PINTO, C. J. M. et al. Vacinação contra influenza em idosos: fatores associados à aceitação e recusa da vacina. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. Uberaba, v. 52, e20180366, 2019. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86822019000100619&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 25 fev. 2021.

PINTO, C.J.M.; ASSIS, V.G. DE; PECCI, R.N.E. Education in primary care units: difficulties and facilities. Rev enferm UFPE on line. Recife, v. 13, n. 5, p. 1429-36, maio. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/237759. Acesso em: 23 fev. 2021.

PRAPHASIRI, P. et al. Preditores de vacinação contra influenza sazonal entre adultos mais velhos na Tailândia. PLoS ONE [Recurso eletrônico] v. 12, 2017. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0188422. Acesso em: 19 fev. 2021.

PMI - PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA. Estrutura Organizacional. 2020. Disponível em: https://portalfacilclientes.blob.core.windows.net/uploads/IPATINGA/organograma/organograma.pdf. Acesso em: 19 fev. 2021.

SCORALICK, F. M. et al. Mortalidade por doenças respiratórias em idosos após campanhas vacinais contra influenza no Distrito Federal, Brasil, 1996-2009. J Bras Pneumol., Brasília, v. 39, n. 2, p. 198-204, 2013. Disponível em: https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/publisher.gn1.com.br/jornaldepneumologia.com.br/pdf/2013_39_2_11_portugues.pdf. Acesso em: 08 maio 2020.

WHO. WORD HEALTH ORGANIZATION. Influenze vaccine. Disponível em: http://www.who.int/infl




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-192

Refbacks

  • There are currently no refbacks.