Uso medicinal do canabidiol no tratamento da epilepsia refratária em pacientes pediátricos: um estudo bibliográfico / The medicinal use of cannabidiol in the treatment of refrectory epilepsy in pediatric patients: a biography study

Joyce Isabel de Araujo, Raianne Monteiro Soares, Flávia Gymena Silva de Andrade, Sarah Zayanne Rafael da Silva Ribeiro, Mirelly Florêncio de Araújo, Vitória Taynara de Araújo, Matheus Henrique Santos Clemente, José Jonatas Freire se Oliveira

Abstract


Introdução: Um conjunto de evidências sugere que o uso do Canabidiol apresenta crescente potencial terapêutico para o tratamento de crises convulsivas decorrentes da epilepsia refratária. Objetivo: Reunir dados que descrevam a evolução histórica das pesquisas sobre o uso medicinal do canabidiol no tratamento da epilepsia refratária em pacientes pediátricos. Método: Trata-se de uma revisão bibliográfica cujas informações coletadas para composição da pesquisa foram identificadas por meio de busca eletrônica nas bases de dados SciELO e Lilacs entre os anos de 2013 a 2018. Resultados: Diante dos estudos foram evidenciados efeitos benéficos do uso do canabidiol no tratamento de crises convulsivas apresentando melhoria total ou parcial na maioria dos pacientes. Conclusão: É possível concluir que o uso do canabidiol é uma alternativa promissora para crianças que sofrem com crises epilépticas e não manifestam respostas positivas aos tratamentos convencionais, uma vez que ele pode impedir danos cerebrais.


Keywords


canabidiol, maconha medicinal, epilepsia

References


Zuardi AW. History of cannabis as a medicine: a review. Re. Bras. Psiquiatr. 2006 jun. vol 28 no.

Matos RLA, Spinola LA, Barboza LL, Garcia DR, França TCC, Affonso RS, “et al”. O uso do canabidiol no tratamento da epilepsia. Ver. Virtual Quim. 2017 mar 6; Vol 9(2).

Pedrazzi JFC, Pereira ACCI, Gomes FV, Bel ED. Perfil antipsicótico do canabidiol. Medicina (Ribeirão Preto) 2014;47(2):112-19.

Menchoulam R. Endocanabinoides e transtornos psiquiátricos: a estrada à frente. Ver. Bras. de Psiqu. 2010 mai. vol 32.

Leweke FM, Koethe D. Cannabis and psychiatric disorders: it is not only addiction. Journal compilation. Society for the Study of Addiction Addiction Biology. 2008; 13, 264–275.

Oliveira HC. O Uso da Substância Canabidiol (CBD) para o Tratamento da Epilepsia em Crianças. NOTA TÉCNICA Nº 02/2015. Comissão Permanente de Farmácia Terapêutica – SES-MT. 02 de dezembro de 2015.

Schiler ARM, Ribeiro NPO, Silva ACO, Hallak JEC, Crippa JAS, Nardi AE, Zuardi AW “et al”. Canabidiol, um componente da Cannabis sativa, como um ansiolítico. Rev Bras Psiquiatr. 2012;34(Supl1):S104-S117.

Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. [bases de dados da internet]. RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA – RDC N° 17, DE 6 DE MAIO DE 2015. Dispõe sobre os critérios e os procedimentos para a importação, em caráter de excepcionalidade, de produto à base de Canabidiol em associação com outros canabinóides, por pessoa física, para uso próprio, mediante prescrição de profissional legalmente habilitado, para tratamento de saúde. Diário Oficial União. 8 de maio de 2015 – [acesso em 04 de fev de 2019]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/2867344/(1)RDC_17_2015_COMP.pdf/9d27a357-8a83-4246-a0b3-2711ef7ad916.

CFM. Conselho Federal de Medicina. Resolução CFM nº 2.113/2014, de 30 de outubro de 2014. Aprova o uso compassivo do canabidiol para o tratamento de epilepsias da criança e do adolescente refratárias aos tratamentos convencionais. Diário Oficial da União. Brasília, 16 dez 2014 – [acesso em: 04 de fev de 2019]. Disponível em: https://portal.cfm.org.br/canabidiol/index.php.

UNODC. United Nations Office on Drugs and Crime. [Bases de dados da internet]. Relatório Mundial sobre Drogas 2018: crise de opioides, abuso de medicamentos sob prescrição; cocaína e ópio atingem níveis recordes. 2019 – [acesso em 28 de abr de 2019]. [aproximadamente 3p.]. Disponível em: https://www.unodc.org/lpo-brazil/pt/frontpage/2018/06/relatorio-mundial-drogas-2018.html.

Brucki SMD, Frota NA, Schestatsky P, Souza AH, Carvalho NV, Manreza MLG, Mendes MF, Comini-Frota E, Vasconcelos C, Tumas V, Ferraz HB, Barbosa E, Jurno ME, et al. Cannabinoids in neurology – Brazilian Academy of Neurology. Arq Neuropsiquiatr. 2015;73(4):371-374

FDA aprova o primeiro medicamento composto por um ingrediente ativo derivado da maconha para tratar formas raras e graves de epilepsia. 2018 - [acesso em 30 de abr de 2019]; Disponível em: https://www.fda.gov/newsevents/newsroom/pressannouncements/ucm611046.htm.

Kruse M, Souza P, Toma W. A importamcia do principio ativo canabidiol (CBD) presente na Cannabis sativa L. no tratamento da epilepsia. In: IV Simpósio de Ciências Farmacêuticas; Centro Universitário São Camilo; 29 a 30 de out. de 2015. São Paulo.

Miranda M.[base de dados da internet]. Síndrome de Lennox-Gastaut. INeuro Neurologia Inteligente. Set de 2018 - [acesso em 30 de abr 2019]. [aproximadamente 3p.]. Disponível em: http://www.ineuro.com.br/para-os-pacientes/sindrome-de-lennox-gastaut/.

Dravet Portugal [base de dados da internet]. O que é Síndrome de Dravet?. DSEF – Dravet Syndrome European Federation. 2019 - [acesso em: 30 de abr 2019]. [aproximadamente 3p.]. Disponível em: http://dravet.pt/sindrome-dravet/.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-193

Refbacks

  • There are currently no refbacks.