Triagem Nutricional por NRS 2002 em Pacientes Indicados a Cirurgias Abdominais Eletivas no Ambulatório de Pré-operatório / Nutritional screening by NRS 2002 in Patients Indicated for Elective Abdominal Surgery in the Preoperative Ambulatory

Francisco Eduardo Silva, João Marcos Gomes da Silva, Luis Otávio Alvarenga Costa, Renan Brito Nogueira

Abstract


Objetivo:Identificar os pacientes em risco nutricional no pré-operatório de cirurgia abdominal em regime ambulatorial. Os pacientes serão avaliados conforme os critérios do protocolo NRS-2002 para risco nutricional em caráter ambulatorial. Método:Estudo descritivo transversal e quantitativo com aplicação de um questionário baseado no protocolo NRS 2002. A pesquisa foi realizada no ambulatório do Hospital  São João Batista em Macaé, Rio de Janeiro de junho à dezembro de 2020. Foram incluídos 100 pacientes em pré-operatório de cirurgia geral. A avaliação do protocolo NRS 2002 foi realizada em 2 etapas. A primeira etapa foi composta por questões relacionadas aos dados antropométricos, comorbidades e hábito de vida e a segunda etapa consistia na quantificação do estado nutricional e gravidade de doenças. Resultado:Nove pacientes apresentaram perda maior que 5% do peso corporal em 3 meses, cinco pacientes apresentaram IMC menor que 20,5 kg/m2 e dez pacientes eram portadores de diabetes mellitus. Entre os 9 pacientes com perda de peso maior que 5% em 3 meses, 3 pacientes apresentaram 15% de perda de peso em 3 meses, um paciente apresentou perda de peso maior que 5% em dois meses associada a diabetes mellitus, dois pacientes apresentaram perda de 5% do peso em 1 mês associada a diabetes mellitus. Ao final da aplicação do protocolo, 6 pacientes (18,2%) apresentaram pontuação maior ou igual a 3, e foram classificados em risco nutricional. Conclusão:A avaliação do risco nutricional através do protocolo NRS 2002 pode ser aplicado no pré-operatório de cirurgia geral ambulatorialmente.


Keywords


avaliação nutricional, inquéritos nutricionais, estado nutricional, cirurgia geral, procedimentos cirúrgicos eletivos, assistência ambulatorial.

References


– Weimann, A et cols. ESPEN guideline: Clinical nutrition in surgery. Clinical Nutrition. Volume 36, Issue 3, June 2017, Pages 623-650.

– Mignini EV, Scarpellini E, Rinninella E, Lattanzi E, MV Valeri MV, Clementi N, Abenavoli I, Gasbarrini A, Rasetti C, Santori C. Impact of Patients Nutritional Status on Major Surgery Outcome. European Review for Medical and Pharmacological Sciences 2018; 22: 3524-3533.

– Roy M, Hunter P, Perry JA. Development of a Universal Nutritional Screening Platform for Plastic Surgery Patients. Plast Reconstr Surg Glob Open. 2017 Jul; 5(7): e1342.

– Toledo DO, et al. Campanha “Diga não à desnutrição”: 11 passos importantes para combater a desnutrição hospitalar. BRASPEN J 2018; 33 (1): 86-100)

- Vale, FCR, Logrado, MHG. Estudos de validação de ferramentas de triagem e avaliação nutricional: uma revisão acerca da sensibilidade e especificidade. Com. Ciências Saúde. 2013; 22(4):31-46

- Waitzberg DL, Caiffa WT. Inquérito Brasileiro de Desnutrição Hospitalar (IBRANUTRI) 1996. Inquerito Bras. De Desn Hospitalar (IBRANUTRI). Revista Bras. Nut. Cli. - 1999

- Correia MIDT, Campos ACL. “Prevalence of Hospital Malnutrition in Latin America: The Multicenter ELAN Study.”Nutrition 2003; Estudo Latino Americano de Nutrição (ELAN) 2003. 19:823-5.

– Barbosa AAO, Vicentini AP, Langa FR. Comparação dos critérios da nrs-2002 com o risco nutricional em pacientes hospitalizados. Ciênc. saúde coletiva vol.24 no.9 Rio de Janeiro Sept. 2019.

- Rabito EI, Marcadenti A, Fink, JS, Figueira L, Silva FM. Nutritional Risk Screening 2002, Short Nutritional Assessment Questionnaire, Malnutrition Screening Tool, and Malnutrition Universal Screening Tool Are Good Predictors of Nutrition Risk in an Emergency Service. Nutr Clin Pract 2017; 32(4):526-532.

– Reber E, Gomes F, Vasiloglou MF, Schuetz P, Stabga Z. Nutritional Risk Screening and Assessment. J. Clin. Med. 2019, 8, 1065.

- Raslan M, Gonzalez MC, Gonçalves MC, Paes-Barbosa FC, Cecconello I, Waitzberg DL. Aplicabilidade dos métodos de triagem nutricional no paciente hospitalizado. Revista de Nutrição, v.21, n.5, p.553-561, 2008.

- Organização Pan-Americana (OPAS). XXXVI Reunión del Comitê Asesor de Investigaciones en Salud - Encuestra Multicêntrica - Salud Beinestar y Envejecimeiento (SABE) en América Latina e el Caribe - Informe preliminar. Washington: OPAS; 2001.

- Barbosa, AAO, Vicentini AP, Langa FR. Comparação dos critérios da nrs-2002 com o risco nutricional em pacientes hospitalizados. Ciênc. saúde coletiva vol.24 no.9 Rio de Janeiro Sept. 2019 Epub Sep 09, 2019.

- Pineda JCC, García AG, Velasco N, Graf JID, Adámes AM, Torre AM. Nutritional assessment of hospitalized patients in Latin America: association with prognostic variables. The ENHOLA study. Nutr Hosp 2016; 33(3):655-662.

- Barker LA, Gout BS, Crowe TC. Hospital malnutrition: prevalence, identification and impact on patients and the healthcare system. Int J Environ Res Public Health. 2011;8(2):514-27.

- Leite, LO, Souza CO, Sacramento, JM. Risco nutricional pelo método Nutritional Risk Screening - 2002 de pacientes no pré-operatório em um hospital geral público da cidade de Salvador-BA. BRASPEN J 2016; 31 (4): 311-5.

- Schwegler I, von Holzen A, Gutzwiller JP, Schlumpf R, Mühlebach S, Stanga Z. Nutritional risk is a clinical predictor of postoperative mortality and morbidity in surgery for colorectal cancer. Br J Surg. 2010;97:92–7.

- Ferreira N, Zacharias T. Nutritional risk screening 2002 and ASA score predict mortality after elective liver resection for malignancy. Arch Med Sci. 2017 Mar 1;13(2):361-369.

- Kondrup J, Allison SP, Elia M, Vellas B, Plauth M; Educational and Clinical Practice Committee, European Society of Parentera and Enteral Nutrition (ESPEN). ESPEN guidelines for nutrition screening 2002. Clin Nutr. 2003;22(4):415-21.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-246

Refbacks

  • There are currently no refbacks.