Significados, competências e atribuições do serviço social em um programa de concessão de aparelho auditivo no Município de Santos – SP / Meanings, competences and attributions of social service in a hearing aid concession program in the Municipality of Santos – SP

Simone Santos da Silva Lima, Rosa Maria Ferreiro Pinto

Abstract


O presente artigo tem como objetivo demonstrar a relevância da categoria profissional do Serviço Social, na equipe multidisciplinar na saúde auditiva no município de Santos - SP. Métodos: Para tecer as referidas discussões, optou-se pela interpretação e análise crítica dos dados a dialética materialista (de cunho Marxista),  a fim de responder a seguinte pergunta: quais são as  contribuições do serviço social  na efetivação do direito à saúde na política de saúde auditiva?  Tal problema ocorreu ao proceder à busca de informações sobre atuação do serviço social na saúde auditiva, demonstrou ações construídas e legitimadas do serviço social no cuidado em saúde dos pacientes atendidos na política de Saúde Auditiva. Resultados: Diante da prática profissional do Assistente Social na Política de Saúde Auditiva,  não há dúvidas quanto à relevância e a importância do seu trabalho para o fortalecimento do SUS. Conclusão: Atuação do  Serviço Social na saúde auditiva, enquanto profissão contribui para elevação do gradiente da saúde. O exercício deste profissional requer um conjunto de saberes que o possibilita realizar uma análise crítica da realidade junto aos usuários a fim de contribuir com o processo de trabalho que apresentam na instituição.


Keywords


deficiência auditiva, saúde auditiva, serviço social.

References


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1998. Disponível em:

. Acesso em: 19 janeiro 2022.

BRASIL. Cartilha do Censo 2010: pessoas com deficiência. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República/Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Brasília, 2012. Disponível em:

. Acesso em: 25 janeiro 2022.

BRASIL. Portaria nº 587, de 07 de outubro de 2004. Política Nacional de Atenção à Saúde Auditiva. Disponível em:

Acesso em: 24 janeiro 2022.

BRASIL. Portaria nº 589, de 08 de outubro de 2004. Política Nacional de Atenção à Saúde Auditiva. Disponível em: Acesso em: 24 janeiro 2022.

BRASIL. Portaria nº 2.073, de 28 de setembro de 2004. Institui a Política Nacional de Atenção à Saúde Auditiva. Disponível em:

Acesso em: 24 janeiro 2022.

BRASIL. Diretrizes de Atenção da Triagem Auditiva Neonatal. Ministério da Saúde. Secretária de Atenção à Saúde. – Brasília, 2012. Disponivel em:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_atencao_triagem_auditiva_neon atal.pdf> Acesso em: 07 janeiro 2022.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL Gestão 2008 – 2011. Parâmetros para a Atuação de Assistentes Sociais na Saúde. Grupo de Trabalho “Serviço Social na Saúde” Brasília, março de 2009.

COSTA, Maria Dalva Horácio. O Trabalho nos Serviços de Saúde e a Inserção dos(as) Assistentes Sociais. In: MOTA, Ana Elizabete et al (Orgs.) SERVIÇO SOCIAL E SAÚDE: Formação e Trabalho Profissional 4. ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 304-351.

MATOS, M. C. O debate do Serviço Social na Saúde na década de 90. In: Serviço Social e Sociedade. São Paulo: Cortez, nº 74, 2003

SECRESA. Saúde Auditiva em Santos, Protocolo de Atendimento . [2020]. Disponibilizados à autora em 2021.

SILVA, Luciana et.al. Política Nacional de Atenção à Saúde Auditiva: um estudo avaliativo a partir da cobertura de serviços e procedimentos diagnósticos. CoDAS vol.26 no.3, São Paulo, maio/junho 2014. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/codas/v26n3/pt_2317-1782-codas-26-03-00241.pdf> Acesso em: 16 janeiro 2022.

SPOSATI, Aldaiza et. al. Assistência na trajetória das políticas sociais brasileiras: uma questão em análise. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2003




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-263

Refbacks

  • There are currently no refbacks.