Autonomia do enfermeiro na assistência hospitalar / Nurse autonomy in hospital care

Jandira Lima da Silva da Glória, Marcelina Soares da Silva

Abstract


O Enfermeiro como profissional lider de equipe e detentor do conhecimento cientifico aplicado em procedimentos é competente em exercer sua autonomia frente ao paciente hospitalizado, como também manejar as práticas de enfermagem desde a admissão até a alta hospitalar.  O estudo objetivou analisar a autonomia do enfermeiro na assistência hospitalar, tanto que para esclarecimento maior foi abordado definições dos termos ligados com a temática, ao levar em consideração o processo de cuidar com as características da enfermagem. O método utilizado foi a revisão de literatura pesquisado em artigos científicos acadêmicos onde encontramos poucos resultados mais com grande relevância para aprendizagem. Dito tudo isto, podemos concluir que a enfermagem é uma profissão de saúde, com papel fundamental para sociedade e que o enfermeiro, indubitavelmente, precisa exercer a autonomia com total assistência.


Keywords


enfermagem, autonomia profissional, unidades de internação.

References


BELLAGUARDA, M. L. R. et al. Reflexão sobre a legitimidade da autonomia da enfermagem no campo das profissões de saúde à luz das ideias de Eliot Freidson. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 369-374, Jun. 2013.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5 ed. São Paulo: Person Prentice Hall, 2002.

COSTA, M. A. F.; COSTA, M. F. B. Metodologia da pesquisa: Conceitos e Técnicas. Rio de Janeiro: Interciência, 2001.

FERREIRA, A. B. de H. Miniaurélio Século XXI Escolar: O Minidicionário da Língua Portuguesa. 7 ed. Curitiba: Editora Positivo, 2008.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12ª ed. São Paulo: Hucitec, 2010.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico. 7 ed. São Paulo: Editora ATLAS, 2011.

MELO, C. M. M. et al. Autonomia profissional da enfermeira: algumas reflexões. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 20, n. 4, 2016.

SANTOS, F. O. F.; MONTEZELI, J. H.; PERES, A. M. Autonomia profissional e sistematização da assistência de enfermagem: percepção de enfermeiros. REME – Rev. Min. Enferm. v.16, n. 2, p. 251-257, abr./jun. 2012.

SILVA, I. A. S. et al. Autonomia no trabalho da enfermeira intensivista: estudo das representações sociais. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, v. 26, n. 1, p. 387-398, jan./abr. 2012.

SMELTZER, C. et al. Brunner & Suddarth, tratado de enfermagem médico- cirúrgico. 12 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

SOUZA, M. T.; SILVA, M. D.; CARVALHO, R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. einstein. v. 8, n. 1 (Pt 1), 2010, p. 102-06.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-265

Refbacks

  • There are currently no refbacks.