Validação do aplicativo de saúde móvel RlCA fase pré/ Validation of the RlCA fase pré mobile health application

Romário Batista da Silva, Daiane Regina de Freitas, Thais de Oliveira cardoso Brandão, Rafael Oliveira Chaves, Mariseth Carvalho de Andrade

Abstract


Introdução: Estão sendo desenvolvidas na atualidade produtos para melhorar as condições na área da saúde, dentre elas a utilização de aplicativos de saúde móvel (mobile health) que estão se tornando úteis na reabilitação utilizando treinos com exercícios nas fases pré e pós operatórias. Objetivo: Validar um aplicativo de reabilitação pré-operatória de reconstrução do ligamento cruzado anterior. Método: O Desenvolvimento da pesquisa constou de duas etapas: confecção do aplicativo que contém uma interface paciente e outra interface de acompanhamento pelo profissional e validação por especialistas (6 médicos e 5 fisioterapeutas) através de um questionário fundamentado em escalas validadas, avaliando a usabilidade, facilidade de aprendizagem e a percepção de utilidade. Resultados: O programa foi considerado validado em todos os quesitos avaliados, dando importância na aceitabilidade, escore 54 (98,2%) e no que se refere ao conteúdo do programa de treinamento e da evolução pós treino, escore de ambas 55 (100%). A pontuação geral das duas partes do questionário foi de 867 pontos, 87,6%. Conclusão: Conclui-se que o app de saúde móvel chamado RLCA Fase Pré foi validado por fisioterapeutas especialistas e médicos cirurgiões de joelho nos aspectos de usabilidade e utilidade.


Keywords


reconstrução do ligamento cruzado anterior, saúde móvel, reabilitação, cuidados pré-operatórios.

References


ASTUR, D. C.; BATISTA, R. F.; ARLIANI, G. G.; COHEN, M. Tendências no tratamento de lesões do ligamento cruzado anterior do joelho nos sistemas público e privado de saúde do Brasil. São Paulo Medical Journal , 131 (4), 257-263, 2013.

BAILLOT, A.; BOISSY, P.; TOUSIGNANT, M.; LANGLOIS, M.-F. Viabilidade e efeito do treinamento físico em casa realizado via telessaúde antes da cirurgia bariátrica. Journal of Telemedicine and Telecare, 23 (5), 529-535, (2017).

BANGOR A.; KORTUM P.; MILLER J. Determining What Individual SUS Scores Mean: Adding an Adjective Rating Scale Journal of Usability Studies Vol. 4, Issue 3, May 2009.

BOLLEN J. C.; DEAN S. G.; SIEGERT R. J.; HOWE T. E.; GOODWIN V. A. Uma revisão sistemática de medidas de adesão auto-relatada a programas de exercícios de reabilitação domiciliar não supervisionados e suas propriedades psicométricas. BMJ aberto , 4 (6), e005044, 2014.

BROOKE, J. B.. SUS: A 'Quick and Dirty' Usability Scale. (1996).

BRUNS, E.; ARGILLANDER, T. E.; SCHUIJT, H. J.; VAN DUIJVENDIJK, P.; VAN DER ZAAG, E. S.; et. al. Fit4SurgeryTV Pré-reabilitação domiciliar para pacientes idosos frágeis planejada para cirurgia de câncer colorretal: um estudo piloto. American Journal of Physical Medicine & Rehabilitation , 98 (5), 399–406, 2019.

DAVIS F. Perceived Usefulness, Perceived Ease Of Use, And User Acceptance. MIS Quarterly, v. 13, n. 3, p. 319–339, 1989.

DE VALK E. J.; MOEN M. H.; WINTERS M.; BAKKER E. W. P.; TAMMINGA R.; VAN DER HOEVEN H. Pacientes no pré-operatório e fatores de lesão da reabilitação bem-sucedida após reconstrução do ligamento cruzado anterior com técnicas de feixe único. Arthroscopy - Journal of Arthroscopic and Related Surgery, 29 (11) , pp. 1879-1895, 2013.

DUNN, W. R.; SPINDLER, K. P.; AMENDOLA, A.; ANDRISH, J. T.; KAEDING, C. C.; MARX, R. G.; et. al. Quais fatores pré-operatórios, incluindo hematomas ósseos, estão associados à dor / sintomas no joelho na reconstrução do ligamento cruzado anterior (RLCA)? Um estudo de coorte da ACLR da Rede de Resultados Ortopédicos Multicêntricos (MOON). The American journal of sports medicine , 38 (9), 1778–1787, 2010.

DUNN, W. R.; SPINDLER, K. P.; MOON. Preditores do nível de atividade 2 anos após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (ACLR): um estudo de coorte da ACLR da Rede de Resultados Ortopédicos Multicêntricos (MOON). The American journal of sports medicine , 38 (10), 2040-2050, 2010.

DUNPHY, E.; HAMILTON, F. L.; SPASIĆ, I.; BUTTON, K. Aceitabilidade de uma intervenção digital em saúde juntamente com fisioterapia para apoiar pacientes após reconstrução do ligamento cruzado anterior. Distúrbios osteomusculares do BMC , 18 (1), 471, 2017.

DUTHON, V. B.; BAREA, C.; ABRASSART, S.; FASEL, J. H.; FRITSCHY, D.; MÉNÉTREY, J. Anatomia do ligamento cruzado anterior. Knee Surg Sports Traumatol Arthrosc 14, 204-213, 2006.

EMERGEORTHO. https://emergeortho.com/news/new-app-for-joint-replacement-surgeries. Acesso em 08 Mar, 2020.

FAILLA, M. J.; LOGERSTEDT, D. S.; GRINDEM, H.; AXE, M. J.; RISBERG, M. A.; ENGEBRETSEN, et. al. A reabilitação pré-operatória prolongada influencia os resultados 2 anos após a reconstrução do LCA? Um estudo comparativo de eficácia entre as coortes MOL e Delaware-Oslo ACL. The American journal of sports medicine , 44 (10), 2608–2614, 2016.

FERREIRA S.; MACEDO R.; CARVALHO P. Avaliacão isocinética dos músculos extensores e flexores do joelho em atletas de basquetebol feminino da Região Norte. Publicação oficial do Grupo de Interesse em Fisioterapia no Desporto da Associação Portuguesa de Fisioterapeutas. 2:30---8, 2008.

FILBAY, S. R.; GRINDEM, H. Recomendações baseadas em evidências para o tratamento da ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA). Melhores práticas e pesquisa. Reumatologia clínica , 33 (1), 33–47, 2019.

FITZGERALD G. K.; AXE M. J.; SNYDER-MACKLER L. A eficácia do treinamento em perturbações em programas de reabilitação do ligamento cruzado anterior, não operatórios, para indivíduos ativos. Phys Ther. Feb;80(2):128-40, 2000.

FORD K. R.; MYER G. D.; HEWETT T. E. Movimento do joelho em valgo durante o pouso na escola jogadores de basquete masculino e feminino. Med Sci Sports Exerc. Out; 35 (10): 1745-50, 2003.

FROBELL, R. B.; LOHMANDER, L. S.; ROOS, H. P. Trauma rotacional agudo no joelho: pouca concordância entre avaliação clínica e achados de ressonância magnética. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports, 17: 109-114, 2007.

FROBELL R. B.; ROOS E. M.; ROOS H. P.; RANSTAM J.; LOHMANDER L. S. Um estudo randomizado de tratamento para lesões agudas do ligamento cruzado anterior. N Engl J Med. jul 22; 363 (4): 331-42, 2010.

FROBELL, R. B.; ROOS, H. P.; ROOS, E. M.; ROEMER, F.; RANSTAM, J.; LOHMANDER, L. S. Tratamento para ruptura aguda do ligamento cruzado anterior: resultado de cinco anos de estudo randomizado. BMJ (Clinical research ed.) , 346 , f232, 2013.

FULLER-TYSZKIEWICZ, M.; RICHARDSON, B.; KLEIN, B.; SKOUTERIS, H.; CHRISTENSEN, H.; AUSTIN, D.; et. al. Uma intervenção baseada em aplicativos móveis para depressão: estudo de testes de usabilidade de usuários finais e especialistas. JMIR saúde mental , 5 (3), e54, 2018.

GRIFFIN L. Y.; ALBOHM M. J.; ARENDT E. A.; BAHR R.; BEYNNON B. D.; DEMAIO M.; et. al. Entendendo e prevenindo a falta de contato anterior lesões do ligamento cruzado: uma revisão da reunião Hunt Valley II, janeiro. Am J Sports Med. setembro de 2006; 34 (9): 1512-32, 2005.

GRINDEM, H.; GRANAN, L. P.; RISBERG, M. A.; ENGEBRETSEN, L.; SNYDER-MACKLER, L.; EITZEN, I. Como um programa combinado de reabilitação pré e pós-operatória influencia o resultado da reconstrução do LCA 2 anos após a cirurgia? Uma comparação entre os pacientes da coorte de Delaware-Oslo ACL e o registro nacional norueguês de ligamentos do joelho. Jornal britânico de medicina esportiva , 49 (6), 385–389, 2015.

HAIR J.F.; ANDERSON R.E.; TATHAM R.L.; BLACK W.C. Análise multivariada de dados. 5ª ed. Prentice Hall International Inc; New Jersey: 1998.

HARTIGAN, E.; AXE, M. J.; SNYDER-MACKLER, L. O treinamento de perturbação antes da reconstrução do LCA melhora as assimetrias da marcha em não copers. Jornal de pesquisa ortopédica: publicação oficial da Sociedade de Pesquisa Ortopédica , 27 (6), 724-729, 2009.

HELITO C. P.; AMARAL J. C. DO.; CAMARGO D. B.; BONADIO M. B.; PECORA J. R.; DEMANGE M. K. Reconstrução extra-articular associada ao ligamento cruzado anterior no brasil. Acta ortop. Bras, 2019.

INSTITUTO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM SAÚDE E CUIDADOS (NICE). Estrutura de padrões de evidência para tecnologias digitais de saúde: guia do usuário. https://www.nice.org.uk/Media/Default/About/what-we-do/our-programmes/evidence-standards-framework/digital-evidence-standards-framework.pdf . Acessado em 02 de maio, 2019.

JACK, K.; MCLEAN, S. M.; MOFFETT, J. K.; GARDINER, E. Barreiras à adesão ao tratamento em ambulatórios de fisioterapia: uma revisão sistemática. Terapia manual , 15 (3), 220–228, 2010.

KADIRI, S. B.; KERR, A. P.; OSWALD, N. K.; BUDACAN, A. M.; FLANAGAN, S.; GOLBY, C.; et. al. A cirurgia Fit 4, um aplicativo personalizado com biofeedback, oferece reabilitação em casa antes e após a ressecção eletiva do pulmão. Jornal de cirurgia cardiotorácica , 14 (1), 132, 2019.

KOWALCHUK, D. A.; HARNER, C. D.; FU, F. H.; IRRGANG, J. J. Previsão do resultado relatado pelo paciente após reconstrução do ligamento cruzado anterior de feixe único. Artroscopia: o jornal de artroscopia e cirurgia relacionada: publicação oficial da Associação de Artroscopia da América do Norte e da Associação Internacional de Artroscopia , 25 (5), 457–463, 2009.

LEROUX, T.; WASSERSTEIN, D.; DWYER, T.; OGILVIE-HARRIS, D. J.; MARKS, P. H.; BACH, B. R. JR.; et. al. A epidemiologia da reconstrução do ligamento cruzado anterior de revisão em Ontário, Canadá. The American Journal of Sports Medicine , 42 (11), 2666–2672, 2014.

LEVINGER P.; HALLAM K.; FRASER D.; PILE R.; ARDERN C.; MOREIRA B.; TALBOT S. Uma nova intervenção de suporte na web para promover a recuperação após a reconstrução do ligamento cruzado anterior: Um estudo piloto controlado e randomizado. Phys Ther Sport. 27: 29-37, 2017.

LOPES, T.; JAMBO A.; SIMIC, M.; PAPPAS, E. Epidemiologia da reconstrução do ligamento cruzado anterior no sistema público de saúde no brasil. Revista brasileira de medicina do esporte , 22 (4), 297-301, 2016.

MAJEWSKI M.; SUSANNE H.; KLAUS S. Epidemiologia das lesões atléticas no joelho: um estudo de 10 anos. Joelho. 13 : 184-188, 2006.

MATSUMOTO H.; SUDA Y.; OTANI T.; NIKI Y.; SEEDHOM B. B.; FUJIKAWA K. Papéis do ligamento cruzado anterior e do ligamento colateral medial na prevenção da instabilidade do valgo. J Orthop Sci. 6 (1): 28–32, 2001.

MEU GUIA DO JOELHO. https://www.mykneeguide.com/ . Acesso em 28 abr, 2020.

MILLETT, P. J.; WICKIEWICZ, T. L.; WARREN, R. F. Perda de movimento após lesões ligamentares no joelho: Parte I: Causas. The American Journal of Sports Medicine , 29 (5), 664-675, 2001.

MILLETT, P. J.; WICKIEWICZ, T. L.; WARREN, R. F. Perda de movimento após lesões ligamentares no joelho: Parte II: Prevenção e tratamento. The American Journal of Sports Medicine , 29 (6), 822-828, 2001.

MYER G. D.; FORD K. R.; BRENT J. L.; HEWETT T. E. Os efeitos da pliometria versus dinâmica treinamento de estabilização e equilíbrio de força, equilíbrio e força de pouso em mulheres atletas. J Resistência Cond. 20 (2): 345-53, 2006.

NOURI R.; KALHORI S. R. N.; GHAZISAEEDI M.; MARCHAND G.; YASINI M. Critérios para avaliar a qualidade dos aplicativos de saúde móvel: uma revisão sistemática. Jornal da Associação Americana de Informática Médica, 0 (0), , 1–10, 2018.

O'REILLY, M. A..; SLEVIN, P.; WARD, T.; CAULFIELD, B. Um Sistema de Biofeedback por Exercício Vestível com Sensor: Avaliação de Métodos Mistos de Formulift. JMIR mHealth e uHealth , 6 (1), e33, 2018.

POCKET PHYSIO. http://www.careukhealthcare.com/pocketphysio . Acesso em 08 Mar, 2020.

RESEARCH Z. M. mHealth Market por Dispositivos, Partes Interessadas, Serviço, Terapêutica e Aplicativos: Perspectiva Global da Indústria, Análise e Previsão Abrangentes, 2014-2022. acessado em 09 de abril, 2020.

SHAARANI, S. R.; O'HARE, C.; QUINN, A.; MOYNA, N.; MORAN, R.; O'BYRNE, J. M. Efeito da pré-reabilitação no resultado da reconstrução do ligamento cruzado anterior. The American Journal of Sports Medicine , 41 (9), 2117-2127, 2013.

SILVA, P.; LUIZ B. Serviços de Saúde: o dilema do SUS na nova década. São Paulo em Perspectiva, 17(1), 69-85, 2003.

STAUBER, A.; SCHÜßLER, N.; PALMDORF, S.; SCHÜRHOLZ, N.; BRUNS, D.; OSTERBRINK, J.; NESTLER, N. RECOVER-E - um aplicativo móvel para pacientes submetidos à substituição total do joelho ou quadril: protocolo do estudo. Distúrbios osteomusculares do BMC , 21 (1), 71, 2020.

STEVENS T.; MCGINNIS R. S.; HEWGILL B.; CHOQUETTE R. H.; TOURVILLE T. W.; HARVEY J.; et. al. Um sistema ciber-físico para monitoramento em tempo real de reabilitação ortopédica caseira e de saúde móvel Comunicações Fornecedor-Paciente para Melhorar a Adesão: Desenvolvimento e Formação Avaliação. Fatores Hum JMIR, 2020.

SWIRTUN, L. R.; RENSTRÖM, P. Fatores que afetam o resultado após lesão do ligamento cruzado anterior: um estudo prospectivo com acompanhamento de seis anos. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports, 18: 318-324, 2008.

TAGESSON, S.; ÖBERG, B.; GOOD, L.; KVIST, J. Um programa de reabilitação abrangente com fortalecimento do quadríceps em exercícios de cadeia cinética fechada versus aberta em pacientes com deficiência do ligamento cruzado anterior: um ensaio clínico randomizado avaliando a tradução dinâmica da tíbia e a função muscular. The American Journal of Sports Medicine , 36 (2), 298-307, 2008.

THOMEÉ, P.; WÄHRBORG, P.; BÖRJESSON, M.; THOMEÉ, R.; ERIKSSON, B. I.; KARLSSON, J. Autoeficácia da função do joelho como preditor pré-operatório do resultado 1 ano após a reconstrução do ligamento cruzado anterior. Knee Surg Sports Traumatol Arthr 16, 118–127 (2008).

UREÑA, R.; CHICLANA, F.; GONZALEZ-ALVAREZ, A.; HERRERA-VIEDMA, E.; MORAL-MUNOZ, J. A. m-SFT: Um novo sistema de saúde móvel para avaliar a condição física do idoso. Sensors (Basileia, Suíça) , 20 (5), 1462, 2020.

VISUAL HEALTH SOLUTIONS. A consulta Visual https://thevisualconsult.com/ Acesso em 08 mar, 2020.

WALLACE, L. G.; SHEETZ, S. D. The adoption of software measures: A technology acceptance model (TAM) perspective. Information & Management, v. 51, n. 2, p. 249-259, 2014.

YU, B.; MCCLURE, S. B.; ONATE, J. A.; GUSKIEWICZ, K. M.; KIRKENDALL, D. T.; GARRETT, W. E. Efeitos da idade e do sexo na cinemática da extremidade inferior de jovens jogadores de futebol em uma tarefa Stop-Jump. The American Journal of Sports Medicine , 33 (9), 1356–1364, 2005.




DOI: https://doi.org/10.38152/bjtv5n2-001

Refbacks

  • There are currently no refbacks.