O nível de atividade física na manutenção da autonomia para realização das atividades da vida diária (AVDS) / The level of physical activity in maintaining autonomy to perform activities of daily living (AVDS)

Cyntia Meneses de Sá Sousa, Andressa Nolêto da Silva, Irineu de Sousa Júnior, Mariana da Silva Ferreira, Daniella Spindola Rodrigues Silva, Gildeene Silva Farias, Gerleison Ribeiro Barros, Marconi de Jesus Santos

Abstract


A autonomia é o setor mais afetado com o processo de envelhecimento, pois com o passar dos anos o organismo humano tende a sofrer um declínio natural de suas funções, o que consequentemente irá provocar a perda de capacidades básicas necessárias para realizar atividades diárias com autonomia própria. O presente trabalho tem como objetivo analisar a influência do exercício físico na manutenção da autonomia para realização das atividades da vida diária, em 60 idosas com idade entre 60 e 90 anos, associadas à Casa da Experiência, localizada na cidade de São João dos Patos – MA, identificando a possível relação entre prática de exercícios físico e atividades da vida diária em idosos fisicamente ativos (IFA) e idosos irregularmente ativos e sedentários (IIAS), avaliando o nível de dificuldade e o grau de autonomia. Para que análise fosse possível utilizaram-se como aspectos metodológicos uma pesquisa quantitativa e qualitativa, com aplicação do questionário de avaliação do nível de atividade física (IPAQ), onde a partir dos dados coletados fez-se uma divisão da amostra em dois grupos o dos (IFA) e dos (IIAS), para avaliar a capacidade funcional, a mesma foi realizada uma bateria de testes proposta pelo protocolo de Avaliação do Grupo de Desenvolvimento Latino Americano para Maturidade (GDLAM) compreendida por cinco testes: C10M, LPS, LPDV, VTC e LCLC. Nos resultados constatou-se que os (IIAS) demoraram mais que os (IFA) o que nos leva a concluir que com uma vida ativa é possível manter-se autônomo e viver um período de senescência com maior qualidade.

Keywords


autonomia, envelhecimento, exercício físico

References


BELLONI, D. et. al. Estudo comparativo entre a autonomia funcional de mulheres idosas praticantes e não praticantes de hidroginástica. Revista de Educação Física, n. 140, p. 20-26 março 2008.

Disponível em: http://www.revistadeeducacaofisica.com.br/artigos/2008.1/Vol77- 140_ao03_sys.pdf> acesso em: 27/09/2011.

CARMO. M.N, et.al. Revista Brasileira de ciências do envelhecimento - Influência da atividade física nas atividades da vida diária de idosas. V.5, nº2, 2008. Disponível em http://www.upf.br/seer/index.php/rbceh/article/view/108/243 acessado em -24-09-2011.

CAPORICCI, S. E NETO, M. F. O. Estudo comparativo de idosos ativos e inativos através da avaliação das atividades da vida diária e medição da qualidade de vida, Motricidade 2011, vol. 7, n. 2, pp. 15-24 disponível em- http://www.scielo.oces.mctes.pt/pdf/mot/v7n2/v7n2a03 acessado em-23-10-2011.

CASAGRANDE, M. Atividade física na terceira idade- Bauru-2006 Disponível em- http://www.fc.unesp.br/upload/Atividade%201.pdf. Acessado em- 30-09-2011.

DANTAS, E. H. M; VALE, R.G.S. protocolo GDLAM de avaliação da autonomia funcional, fitness e peformance journal, v.3 n.3 p. 175-182, 2004. IDADE ATIVA. As fases da vida, 2004. Disponível em: HTTP://www.techway.com.br/techwey/vistaidoso/saude/saude edu.htm acesso em 24 -10- 2011.

FILHO L. F. DE B.- O Processo de Envelhecimento e Comportamento Vocal. Disponível em- http://www.cefac.br/library/teses/2632e0cb1fd447adf8c48c3f11bae9a3

Rio De janeiro- 1999. acessado em- 12-10-2011.

MEIRELLES M. E. A. Atividade física na 3ª idade. Uma abordagem sistêmica- Rio de Janeiro- editora sprint-1997.

NAHAS, M.V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. 4ª Ed. Ver. E atual. Londrina; Midiograf 2006.

RAUCHBACH, R.- A atividade física para a terceira idade: envelhecimento ativo. Segunda Ed.rev e ampliada, Londrina: Midiograf, 2001.

SHEPARD, R. J. Exercício e envelhecimento. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 5, n. 4, p. 49-56, 2003.

ZATTI. V. Autonomia e educação em Immanuel Kant e Paulo freire. Porto Alegre: Edipucrs, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-394

Refbacks

  • There are currently no refbacks.