Análise de permeabilidade em painéis de vedação de concreto autoadensável leve/Permeability analysis of self-consolidating lightweight concrete panels

Alexandre Nascimento de Lima, Lucas Oliveira Correia Silva, Mateus da Silva Santos, Alysson de Lima Lessa, Paulo César Correia Gomes

Abstract


O artigo analisa o desempenho de painéis de vedação confeccionados em concreto autoadensável leve frente a penetração e absorção de água; assim como verifica a influência da orientação da moldagem nas propriedades de permeabilidade dos painéis. Para isso, produziu-se painéis na vertical e horizontal e realizou-se os ensaios de verificação da estanqueidade e da permeabilidade de sistemas de vedação interna e externa, preconizados pela NBR 15575-4 (ABNT, 2013), e o ensaio do cachimbo, prescrito pelo Centre Scientifique et Technique de la Construction (CSTC). Os painéis apresentaram ótimo desempenho quanto ao ensaio de estanqueidade. Embora tenham absorvido quantidade de água superior ao limite indicado para o ensaio de permeabilidade, este limite é questionado. O resultado do ensaio do cachimbo indicou que as propriedades de permeabilidade são influenciadas pela orientação a qual o painel foi moldado.


Keywords


Permeabilidade, Estanqueidade, Absorção de Água, Painéis de Vedação Vertical, Concreto Autoadensável Leve

References


AMORIM, T. F. de. Propriedades de durabilidade de concreto autoadensável leve com agregado reciclado. Maceió: UFAL, 2016. 135f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil).

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5739: Concreto – Ensaio de compressão de corpos de prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 2018.

______. NBR 7222: Concreto e argamassa – Determinação da resistência à tração por compressão diametral de corpos de prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 2011.

______. NBR 9778: Argamassa e concreto endurecidos - Determinação da absorção de água, índice de vazios e massa específica. Rio de Janeiro, 2009.

______. NBR 15575-4: Desempenho de edifícios habitacionais de até cinco pavimentos – Parte 4: sistemas de vedações verticais externas e internas. Rio de Janeiro, 2013.

______. NBR 15823-1: Concreto autoadensável – Parte 1: Classificação, controle e recebimento no estado fresco. Rio de Janeiro, 2017a.

______. NBR 15823-2: Concreto autoadensável – Parte 2: Determinação do espalhamento, do tempo de escoamento e do índice de estabilidade visual – Método do cone de Abrams. Rio de Janeiro, 2017b.

______. NBR 15823-4: Concreto autoadensável – Parte 4: Determinação da habilidade passante – Métodos da caixa L e da caixa U. Rio de Janeiro, 2017c.

______. NBR 15823-4: Concreto autoadensável – Parte 5: Determinação da viscosidade – Método do funil V. Rio de Janeiro, 2017d.

CÉSAR, C. G.; ROMAN, H. R. Capítulo 5. In: Desenvolvimento de um processo construtivo racionalizado: painéis pré-fabricados com blocos cerâmicos. Coletânea Habitare – vol. 6 - Inovação Tecnológica na Construção Habitacional. Porto Alegre, ANTAC, 2006.

COPPOLA, L. Self-compacting concrete. In: Concrete Technology. P. 42-47, 2000;

CSTC, Centre Scientifique et Technique de la Construction. Efficacite et durabilite des hydrofuges de surface. Rapport de fin de biennale. Bruxelas, 1998.

GIORGI, P. Avaliação de desempenho de sistema de vedação vertical de bloco de solo-cimento conforme NBR 15575 referente à habitalidade e sustentabilidade. Santa Maria: UFSM, 2016. 98f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil).

HATTGE, A. F. Estudo comparativo sobre a permeabilidade das alvenarias em blocos cerâmicos e alvenarias em blocos de concreto. Porto Alegre: UFGRS, 2004. 138f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil).

JANTSCH, A. C. A. Análise do desempenho de argamassas estabilizadas submetidas a tratamento superficial com aditivos cristalizantes. Santa Maria: UFSM, 2015. 144f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil).

OLIVEIRA, J. M. P. Estudo da durabilidade e eficácia da ação de repelentes de água em fachadas de edifícios recentes. Porto: Universidade PORTO, 2013. 174f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil).

RILEM TC 25-PEM. Recommended tests to measure the deterioration of stone and to assess the effectiveness of treatment methods. Materials and Structures, v. 13, n. 75, p. 175 – 253, 1980.

RODRIGUES, A. H. Estanqueidade de alvenaria revestida com diferentes argamassas e acabamentos: Aplicação da NBR 15575-4/2008. Porto Alegre: UFRGS, 2010. 75f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil).

SILVA, N. V. Obtenção de concreto autoadensável leve com agregado reciclado. Maceió: UFAL, 2015. 80 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil).




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-671

Refbacks

  • There are currently no refbacks.