Professores são (não) leitores? / Are teachers (not) readers?

Priscila Soares Lima

Abstract


A leitura é importante no processo de ensino aprendizagem. Porém, as pesquisas mostram que a maioria dos alunos não sabem ler criticamente, alguns alunos atingem apenas o nível de decodificação. Assim, esta pesquisa objetiva investigar se os professores são leitores ou não, pois o professor tem papel relevante na formação de futuros leitores. Utilizou-se o método descritivo, aplicando 22 questionários a professores de língua portuguesa do Ensino Médio, concluindo-se que os mesmos não são leitores ativos.


Keywords


leitura, professores, Ensino Médio.

References


BATISTA, Antônio Augusto Gomes. Os (As) Professores(as) são “não-leitores”? In: Leituras do professor. 1998. MARINHO, M., SILVA, C. S. R. da (orgs.). Campinas, SP: Mercado de Letras: Associação de Leitura do Brasil – ALB (Coleção Leituras no Brasil), p. 23-60.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos de ensino fundamental: língua portuguesa / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Relatório do Programa Internacional de Avaliação de estudantes - PISA 2000: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) / Ministério da Educação. Brasília: MEC/SEF, 2001.

CAMPOS, Luiz Fernando de Lara. Método em ciência e em psicologia. In: CAMPOS, Luiz Fernando de Lara. Métodos e técnicas de pesquisa em psicologia. ed. 3. São Paulo: Alínea, 2004. p. 45-58.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2008.

DE CERTEOU, Michel. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. Petrópolis-RJ: Vozes, 2008. p. 259-273.

GOLDEMBERG, Ricardo; OTUTUMI, Cristiane. Análise de conteúdo segundo Bardin: procedimento metodológico utilizado na pesquisa sobre a situação atual da Percepção Musical nos cursos de graduação em música do Brasil. Anais do SIMCAM4 – IV Simpósio de Cognição e Artes Musicais, 2008. Disponível em: Acessado em: 25/06/09.

INSTITUTO PRÓ-LIVRO. Retratos da leitura no Brasil. 2008. Disponível em: http://www.abrale.com.br/wp-content/uploads/retratos-leitura-no-brasil.pdf. Acesso em: 02 nov. 2020.

KLEIMAN, Ângela. Oficina de Leitura – teoria e prática. Campinas – SP: Pontes Editora da Unicamp, 2000.

KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2006.

LAJOLO, Mariza; ZILBERMAN, Regina. Das tábuas da lei à tela do computador: a leitura em seus discursos. São Paulo: Ática, 2009.

LIBERATO, Yara; FULGÊNCIO, Lúcia. É possível facilitar a leitura: um guia para escrever claro. São Paulo: Contexto, 2007.

LIMA, Elvira. Ler – como ensinar? Santa Catarina: Voz das letras, 2005.

PEREIRA, Aline da Silva; LEMOS, Claudeth da Silva; THERRIEN, Jacques; SILVA, Tatiana Maria Ribeiro. A leitura em sala de aula: discussões conceituais e práticas. Brazilian Journal of Development, v. 6, p. 40676-40688, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-561. Acesso em 02 nov. 2020.

SANDO, Ana Paula M. D. A importância da formação do professor para trabalhar a leitura de maneira plural e reflexiva com seus alunos. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2005. Disponível em: http://www.docdatabase.net/more-a-import194ncia-da-forma199195o-do-professor-a-teoria-cr205tica-e--1117014.html. Acessado em: 02 nov. 2020.

SOUZA, Leila. A importância da leitura para a formação de uma sociedade consciente. In: Proceedings Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa da Informação - CINFORM, 7º, p. 01-11, Salvador - Bahia, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-324