O cultivo hidropônico de alface com água de reuso/Hydroponic lettuce cultivation with reused water

Andréa Celina Ferreira Demartelaere, Tadeu Barbosa Martins Silva, Hailson Alves Ferreira Preston, Adriana dos Santos Ferreira, André Luís dos Santos Rodrigues, Selma dos Santos Feitosa, Welka Preston, Damiana Cleuma de Medeiros, Anne Katherine Holanda Bezerra Rosado, Roseano Medeiros da Silva, Rodrigo Fernandes Benjamim

Abstract


Lactuca sativa L, pertence a família Asteraceae é uma planta herbácea, que apresenta uma grande importância na economia mundial, porém, são poucos os recursos tecnológicos e de baixo custo no manejo de produção utilizados nesta hortaliça. A produção de mudas e de plântulas sadias desta espécie, com reflexos no desenvolvimento das plantas, depende em grande parte da utilização de sementes de boa qualidade, as quais podem ser expressas pela interação de quatro componentes: genético, físico, sanitário e fisiológico. A agricultura de forma geral é responsável por cerca de 70% do consumo global de água e a utilização de águas residuárias se tornou uma opção atraente, pois reduz a quantidade de esgotos lançados diretamente nos mananciais, sendo uma fonte alternativa de água disponível. Assim, o uso de efluentes de esgotos tratados na agricultura pode se tornar importante ferramenta no gerenciamento da água, e o aproveitando na hidroponia que pode ser feita através dessa água com qualidade e com alta concentração de nutrientes, favorecendo o sucesso na produção de hortaliças. Portanto, a gestão sustentável da água, incluí o uso de fontes alternativas para a agricultura como o reúso, que é fundamental, pois favorece a disponibilidade de água potável para o consumo humano e contribui para garantir água para as gerações futuras, favorecendo a disponibilidade e o aumento do uso da água tratada dos esgotos, que pode conter soluções nutritivas, e fornecer nutrientes essenciais para o cultivo hidropônico de alface, garantindo alta qualidade e produtividade, além de ser cultivada durante todo o ano.


Keywords


Lactuca sativa, Águas residuárias, Trabalho na água.

References


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO COMÉRCIO DE SEMENTES E MUDAS. 2º levantamento de dados socioeconômicos da cadeia produtiva de hortaliças no Brasil. ABCSEM. Disponível em: Acesso nov. 2019.

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS (Brasil). Conjuntura dos recursos hídricos no Brasil/Agência Nacional de Águas. Brasília: ANA, 2013. 432p.: Il. ISBN 978-85- 882100-15-8. Disponível em< http://arquivos.ana.gov.br/institucional/spr/conjuntura/webSite_relatorioConjuntura/proj eto/index.html> Acesso em out. 2019.

BASTOS, R. K. X. Fertirrigação com águas residuárias. In: FOLEGATTI, M. V. (Coord.) Fertirrigação: Citrus, flores e hortaliças. Guaiba: Agropecuária, 1999. 279 p.

BARROS, T. M. P.; MOREIRA, W. M. Q.; CARAMELO, A. D. Estudo da literatura sobre as metodologias de produção e cultivo da alface. Revista Fafibe On-Line, v. 7, n. 1, p. 26-34, 2014.

BORGES, L. M. Controle de viroses em alface por meio de métodos integrados de manejo da cultura. 2006. 128 f. Tese (Doutorado em Horticultura) – Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2006.

BEEKMAN, G. B. Qualidade e conservação da água. In: ENCONTRO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL, Brasília, 1996.

BOND, W. J. Effluent irrigation – an environmental challenge for soil science. Australian Journal of Soil Research, Sidney, v. 36, p. 543-555, 1998.

BONINI, M. A.; SATO, L. M.; BASTOS, R. G.; SOUZA, C. F. Alterações nos atributos químico e físicos de um Latossolo Vermelho irrigado com água residuária e vinhaça. Revista Biociências (Taubaté), v. 20, p. 56-63, 2014.

BOYDEN, B.H.; RABABAH, A.A. Recycling nutrients from municipal wastewater. Desalination. v.106, n.1-3, p. 241-246, 1996.

BRAGA, B.; HESPANHOL, I.; MIARZWA, J. C.; BARROS, M. T. L. de; SPENCER, M.; PORTO, M.; NUCCI, N.; JULIANO, N.; ELGER, S. Introdução à engenharia ambiental: o desafio do desenvolvimento sustentável, 2005. São Paulo: Prentice Hall - 2ª edição.

BREGA FILHO, D.; MANCUSO, P. C. S. Conceito de reuso de água. In: MANCUSO, P.C.S.; SANTOS, H.F. dos. Reuso de água. Barueri: Manole, cap. 2, p. 21-36, 2003.

CARVALHO, S. P.; SILVEIRA, G. S. R. Cultura da alface. Departamento Técnico da Emater. Disponível em: . Acessso em: Out. 2019.

CASTELLANE, P. D.; ARAÚJO. J. A. C. Cultivo sem solo: hidroponia. Faculdade de Ciências Agronômica e Veterinária, Jabotical, FUNEP, 1995. 43 p.

CLEMENTE, F. M. V. Cultivo da alface em sistema orgânico de produção. Brasília, DF: Embrapa Hortaliças, 2007. 16 p. (Embrapa Hortaliças. Circular Técnica, 56). Disponível em< http://www.cnph.embrapa.br/organica/pdf/circular_tecnica/cultivo_alface_organico.pdf. Acesso em out. 2019.

FAO – Wastewater treatment and use in agriculture. Irrigation and Drainage Papern.47 Roma, Itália: FAO, 1992. 125 p.

FELIZATTO, M. R. ETE CAGIF: projeto integrado de tratamento avançado e reuso direto de águas residuárias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, 21. João Pessoa. Anais [CD-ROM]. João Pessoa – PB: ABES, 2001.

FERNANDES, A. A.; MARTINEZ, H. E. P.; PEREIRA P. R. G.; FONSECA, M. C. M. Produtividade, acúmulo de nitrato e estado nutricional de cultivares de alface, em hidroponia, em função de fontes nutrientes. Horticultura brasileira, v. 20, n. 2, p. 195-200, 2002.

FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de olericultura: Agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças, 2* ed., UFV, 2003.

FINLEY, S. Reuse of Domestic Greywater for the Irrigation of Food Crops. Thesis submitted to McGill University - Department of Bioresource Engineering, 71 p. 2008.

FONSECA, A. F.; HERPIN, U; PAULA, A. M.; VICTÓRIA, R. L.; MELFI, A. J. Agricultural use of treated sewage effluents: agronomic and environmental implications and perspectives for Brazil. Scientia Agricola, v. 64, n. 2, p. 194- 209, 2007.

FLORENCIO, L.; BASTOS, R. K. X.; AISSE, M. M. Tratamento e utilização de esgotos sanitário. ABES, 426 p. 2006.

GIORDANO, G. Remoção de Cor em Efluentes Industriais. In: CD-ROM – 20º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 1, p. 01-15, 1999.

GHISI, E. “Potential for Potable Water Savings by Using Rainwater in the Residential Sector ovf Brazil”. Building and Environment, v. 41, n. 1,1 p. 1544-155, 2018.

GONÇALVEZ, R. F. Uso Racional da Água em Edificações, Abes, 2006.

HENZ, G. P.; SUINAGA, F. Tipos de alface cultivados no Brasil. Embrapa Hortaliças. Comunicado Técnico, n. 75, 2009. Disponível em: Acesso em: Nov. 2019.

HESPANHOL, I. Potencial de reúso de água no Brasil – agricultura, indústria, municípios e recarga de aqüíferos. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 7, p. 75-95, 2002.

I.E.A. Banco de dados: área dos principais produtos da agropecuária. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/banco/menu.php. Acesso em: Nov. 2019.

JEWELL, W. Resource-recovery wastewater treatment (combined anaerobic treatment of primary sewage with hydroponic secondary tertiary treatment). Ambient Scientific, n. 82, p. 366-375, 1994.

KVET, J.; ONDOK, J.P.; NECAS, J.; JARVIS, P.G. Methods of growth analysis. In: SESTÁK, Z.; CATSKÝ, J.; JARVIS, P.G. (Eds.). Plant photosynthetic production: manual of methods. The Hague: W. Junk, p. 343-391, 1971.

LAZAROVA, V. et al. Enhancement of Integrated Water Management and Water Reuse in Europe and Middle East. Water Science and Technology, v. 42, n. 1-2, p. 193-202, 2002.

LONDERO, F. A. A.; AITA, A. Comercialização de alface hidropônica. In: SANTOS, O. Hidroponia da Alface. Santa Maria: UFSM, p. 145-152, 2000.

MANCUSO, P. C. S.; SANTOS, H. F. dos. Reúso de Água. Manole, 576 p. 2003.

MARCS-FILHO, J. Pesquisa sobre vigor de sementes de hortaliças. Informativo Abrates, v. 11, n. 3, p. 63-75, 2001.

MARECOS DO MONTE, M. H. Contributo para a utilização de águas residuais tratadas para irrigação em Portugal, Lisboa. Universidade Técnica de Lisboa, Instituto Superior Técnico. Tese para a obtenção do grau de Doutor em Engenharia Civil. 1994.

MARTÍNEZ, S.; SUAY, R.; MORENO, J.; SEGURA, M.L. Reuse of tertiary municipal wastewater effluent for irrigation of Cucumis melo L. Irrigation Science, v. 31, p. 661–672, 2013.

MARTINEZ, H. P.; CLEMENTE, J. M.O uso do cultivo hidropônico de plantas em pesquisa. Viçosa: UFV, 76 p. 2011.

MARTINEZ, H.E.P. Manual prático de hidroponia. Viçosa: UFV. 271 p. 2006.

MARTINEZ, E. P. Formulações de soluções nutritivas para cultivos hidropônicos comerciais. Editora Afiliada. Faculdade de Ciências Agronômica e Veterinária, Universidade Estadual Paulista, 1999.

MAKISHIMA, N.; MELO, W. F. O rei das hortaliças. Revista Cultivar HF. Pelotas, v. 5, n. 29, p. 28-32, 2005.

MAKISIHIMA, N Cultivo de hortaliça. Brasília: CNPH, 26 p. 1992.

MAYER, A. M.; POLJAKOFF-MAYBER, A. The germination of seeds. Oxford: Pergamon, 270 p. 1989.

MELO, H. N. S.; MELO FILHO, C; PEREIRA, M. G; OLIVEIRA, F. K. D; ANDRADE NETO, C. O. Uso de esgoto doméstico tratado em filtros anaeróbios como fonte de macro e micronutrientes para cultivos hidropônicos. Vitória: PROSAB, 2002.

MOTA, J. H.; YURI, J. E.; FREITAS, S. A. C.; RODRIGUES JUNIOR, J. C.; RESENDE, G. M.; SOUZA, R. J. Avaliação de cultivares de alface americana durante o verão em Santana da Vargem, MG. Horticultura Brasileira, v. 21, n. 2, p. 234-237, 2003.

MUFFAREG, M. R. Análise e Discussão dos Conceitos e Legislação Sobre Reúso de Águas Residuárias. Dissertação apresentada com vistas à obtenção do título de Mestre em Ciências na área de Saúde Pública. Ministério da Saúde. Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública.75 p. 2003.

NANNINGA, T. A.; BISSCHOPS, I.; LÓPEZ, E.; RUIZ-MARTÍNEZ, J. L.; SOUSA, T. P. de; SOUZA NETO, E. P.; SILVEIRA, L. R. de S.; SANTOS FILHO, E.F. DOS; MARACAJÁ, P. B. Produção de alface (Lactuca sativa L.), em função de diferentes concentrações e tipos de biofertilizantes. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 9, n. 4, p. 168–172, 2014.

NUVOLARI, A. Esgoto sanitário: coleta, transporte, tratamento TEIXEIRA, N. T. Hidroponia: uma alternativa para pequenas áreas. Guaíba-RS: Agropecuária, 86 p. 1996.

OTTOSON, J.; NORSTRO, A.; DALHAMMAR, G. Removal of micro-organisms in a small-scale hydroponics wastewater treatment system. The Society for Applied Microbiology. Letters in Applied Microbiology, n. 40, p. 443–447, 2005.

OYAMA, N., NAIR, J. H. O, G. E. Utilising an integrated wastewater hydroponics system for small scale use. Water and Environmental management series, p. 13- 23, 2008.

PACHECO, J. B.; MACHADO, A. L. S. Serviços ecossistêmicos e o ciclo hidrológico da bacia hidrográfica amazônica- the biotic pump. Revista Geonorte, v. 1, n. 1, p. 71-89, 2010.

PEREIRA, A. R.; MACHADO, E. C. Análise quantitativa de crescimento de comunidades vegetais. Campinas: Instituto Agronômico/Fundação IAC. 33 p. Boletim Técnico 114, 1987.

PERIN, K. Reúso de efluente de lagoa de polimento no cultivo de alface hidropônica (Lactuca sativa L.) e de plantas de feijão (Phaseolus vulgaris L.). Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Tecnológico. Vitória, 2006.

POSTEL, S.; VICKERS, A. Incremente a produtividade hídrica. In: WORLDWATCH INSTITUTE. Estado do mundo 2004: estado de consumo e o consumo sustentável. Salvador: Uma, 2004.

RABABAH, A.; ASHBOLT N. J. Innovative production treatment hydroponic farm for primary municipal sewage utilisation. Water Research, v. 34, n. 3, p. 825- 834, 2000.

REISSER Jr., C. Evapotranspiração da alface (Lactuca sativa L.) em estufa plástica e ambiente natural. Dissertação de Mestrado. Santa Maria: UFSM, 78 f. 1991.

RESH, H. M. Cultivos hidropônicos. 4ª Ed. Ediciones Mund-Prensa, Madrid, 509p. 1997.

RESENDE, F. V.; SAMINÊZ, T. C. O.; VIDAL, M. C.; SOUZA, R. B. deCLEMENTE, F. M. V. Cultivo da alface em sistema orgânico de produção. Embrapa Hortaliças, 16 p, 2007. (Embrapa Hortaliças. Circular Técnica, 56). Disponível em: http://pa.br/organica/p/circular_tecnica/cultivo_alface_organico.pdf. Acesso em out. 2019.

RODRIGUES, L. F. R. Técnicas de cultivo hidropônico e de controle ambiental no manejo de pragas, doenças e nutrição vegetal em ambiente protegido. Jaboticabal: FUNEP, 762 p. 2002.

SALA, F. C.; COSTA, C. P. da. Retrospectiva e tendência da alfacicultura brasileira. Horticultura Brasileira, v. 30, n. 2, p. 187-194, 2012.

SETUBAL, W. J; SILVA, A. R. Avaliação do comportamento de alface de verão em condições de calor no município de Teresina-PI. Teresina UFPI, 17 p. 1992. (Mimeografado).

SPERLING, M. Princípios do Tratamento Biológico de águas Residuárias: v. 1- Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos, 2ª Ed. Belo Horizonte, DESA- Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG, 243 p. 1996.

SUINAGA, F. A.; BOITEUX, L. S.; CABRAL, C. S.; RODRIGUES, C. da S. Métodos de avaliação do florescimento precoce e identificação de fontes de tolerância ao calor em cultivares de alface do grupo varietal crespa. Brasília, DF: Embrapa Hortaliças, 4 p. 2013. (Embrapa Hortaliças. Comunicado Técnico, 89).

TUNDISI, J. G. Recursos hídricos no futuro: problemas e soluções. Estudos avançados v. 22, n. 63, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/. Acesso em: out. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-435

Refbacks

  • There are currently no refbacks.