Prevenção de desastres hidrometeorológicos em São Luiz do Paraitinga/SP / Hydrometeorological disaster prevention in São Luiz do Paraitinga/SP

Juliano Costa Gonçalves, Julia Lopes Da Silva

Abstract


Atualmente, inúmeros são os desastres que vem ocorrendo no Brasil e no mundo, os quais acarretam tanto danos socioeconômicos quanto ambientais. O objetivo deste artigo é analisar o processo de prevenção de desastres no município de São Luiz do Paraitinga/SP após a inundação de 2010. Para tal, nos utilizamos de revisão bibliográfica e documental, além da realização de pesquisa de campo com entrevistas com a população local, com a prefeitura e com o Comitê de Bacia Hidrográfica do Paraíba do Sul. Neste contexto, é essencial compreender os processos sociais que acarretam a degradação ambiental e a vulnerabilidade social frente a um desastre. Evidencia-se a necessidade da tomada de medidas preventivas que possam preparar os municípios e o poder público para tais eventos, de modo a minimizar os danos causados.

 


Keywords


proteção civil, gestão de desastres, gestão ambiental, políticas públicas.

References


BLAIKIE, P.; CANNON, T.; DAVIS, I.; WISNER, B. At risk: natural hazards, people’s vulnerability and disasters. London and New York, Routledge/ Taylor & Francis e-Library, 2005.

BROLLO, M. J.; FERREIRA, C. J. Indicadores de desastres naturais no Estado de São Paulo. In: Simpósio de Geologia do Sudeste, XI, Águas de São Pedro, SP, 14 a 17/10/2009, Sociedade Brasileira de Geologia. Anais... Águas de São Pedro: SGS, 2009 p. 125.

CRED/UNISDR. Poverty & Death: Disaster and Mortality 1996-2015. Report from Centre for Research on the Epidemiology of Disasters, United Nations Office for Disaster Risk Reduction, 2016. Disponível em:

. Acesso em outubro de 2017.

FIALA, O. Natural Disasters in Developing Countries. In: Natural Disasters and Individual Behaviour in Developing Countries. Contributions to Economics. Springer, Cham, 2017. DOI https://doi.org/10.1007/978-3-319-53904-1_2

FONTANELLA, B. J. B. et al. Amostragem em pesquisas qualitativas: proposta de procedimentos para constatar saturação teórica. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 27(2):389-394, fev, 2011.

FRANCIS, J. J. What is an adequate sample size? Operationalising data saturation for theory-based interview studies. Psychology and Health, v. 25, n. 10, p. 1229-1245, 2010. DOI: 10.1080/08870440903194015.

GIDDENS, A. Consequências da Modernidade. São Paulo: Ed. UNESP, 1991. 177 p.

GONÇALVES, J. C.; MARCHEZINI, V.; SARTORI, J. Desenvolvimento, desastres e reconstrução: o caso de São Luiz Do Paraitinga/SP, Brasil. In: XXIX Congresso da Associação Latino Americana de Sociologia, ALAS. Santiago, Chile, 2013. Anais... Santigo: Congresso ALAS Chile, 2013.

GONÇALVES, J. C.; MARCHEZINI, V.; VALENCIO, N. F. L. S. Desastres relacionados con colapsos de embalses en Brasil: aspectos sociopolíticos de una seguridad ilusoria. Ciudad de México: Estudios Sociológicos. Vol. 30, No. 90 (septiembre-diciembre, 2012), p. 773-804.

GONÇALVES, J. C.; SOUSA, R. D. Desafios de um planejamento integrado para prevenção de desastres in: CARMO, R. e VALENCIO, N. Segurança Humana no contexto dos desastres. São Carlos: editora Rima, 2014, p. 127-139.

IG-SMA - INSTITUTO GEOLÓGICO. SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE. Mapeamento das áreas de risco a escorregamentos e inundações no município de São Luiz do Paraitinga. (Termo de Cooperação Técnica IGCEDEC de 01/11/2007). São Paulo, 2008. Relatório Técnico. Vol.1.

MARCELINO. E. V.; NUNES, L. H.; KOBIYAMA, M. Banco de dados de desastres naturais: Análise de dados globais e regionais. Revista Caminhos da Geografia UFU, v. 6, p. 130 - 149, 2006.

MARCHEZINI, V. Social recovery in disasters: cultural resistence of luizenses in: COMPANION, M. (org.). Disaster’s impact on livelihood and cultural survival: losses, opportunities and mitigation. Boca Raton, Flórida: CRS Press/Taylor and Francis Group, 2015b, p. 293-303.

MARCHEZINI, V. The biopolitics of disaster: power, discourses, and practices. Human Organization, Vol. 74, No. 4, 2015a. http://dx.doi.org/10.17730/0018-7259-74.4.362

MCBEAN, G. A. Integrating disaster risk reduction towards sustainable Development. Current Opinion in Environmental Sustainability, v.4, p.122–127, 2012. http://dx.doi.org/10.1016/j.cosust.2012.01.002

MONTEIRO, C. A. F. A dinâmica climática e as chuvas no Estado de São Paulo: estudo geográfico sob a forma de Atlas. São Paulo, Instituto de Geografia da Universidade de São Paulo. 1973. 129 p.

OLIVER-SMITH, A. Peru’s five hundred year earthquake: vulnerability in historical context. In: VARLEY, A. (Ed.). Disasters, development and environment. London: Wiley, 1994.

PISANI, M. A. J., BRUNA, G. C. How To Minimize Urban Flooding: Permissible Architecture And Urban Planning. Engevista, V. 13, n. 1. p. 40-45, maio 2011.

Prefeitura Municipal da Estância Turística de São Luiz do Paraitinga. Plano Diretor Participativo. Lei Municipal 1347/2010. Disponível em . Acesso em outubro de 2013.

ROSAL, M. C. F.; MEDEIROS, V. S. Análise das precipitações máximas e dos eventos extremos ocorridos em São Luiz do Paraitinga (SP) e municípios vizinhos In: Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste, 10., 2010, Fortaleza. Anais... Fortaleza/CE: SRHN, 2010. 1 CD-ROM.

ROSS, J. L. S.; MOROZ, I. C. Mapa geomorfológico do estado de São Paulo, Revista do departamento de geografia USP/FFLCH, v. 10, p. 41 -56, 1997.

SARTORI, J. Como esquecer? Memórias de um desastre vivenciado. Universidade de São Paulo. São Carlos, 2014.

SARTORI, J.; VALENCIO, N. Desastre vivenciado: a importância da Memória social de idosos através da análise do caso de São Luiz do Paraitinga. Revista Pós em Ciências Sociais (REPOCS), São Luis/MA, v.13, n.26, jul/dez. 2016. http://dx.doi.org/10.18764/2236-9473.v13n26p181-214

UNDP – United Nations Development Programme. Reducing disaster risk: a challenge for development. New York, USA: UNDP, 2004.

VALENCIO, N. F. L. S. Da morte da quimera à procura de Pégaso: a importância da interpretação sociológica na análise do fenômeno denominado desastre in: VALENCIO, N. F. L. S.; SIENA, M.; MARCHEZINI, V.; GONÇALVES, J. C. (org.). Sociologia dos desastres: construção, interfaces e perspectivas no Brasil. VOLUME I. São Carlos: RiMA editora, 2009.

VALENCIO, N. F. L. S. Desastres: tecnicismo e sofrimento social. Ciência & Saúde Coletiva, 19(9):3631-3644, 2014. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232014199.06792014




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-462

Refbacks

  • There are currently no refbacks.