Fatores epidemiologicos, demograficos e ambientais da dengue, zika, febre chikungunya no Município de Augustinópolis, Estado do Tocantins / Epidemiological, demographic and environmental factores of dengue, zika, fever chikungunya in the Municipality of Augustinópolis, State of Tocantins

Janayna Araújo Viana, Victor Fernando Matos de Almeida, Lílian Natália Ferreira de Lima, Yatha Anderson Pereira Maciel, Hanari Santos de Almeida Tavares, Maria Iza Demes Gonçalves, Patrícia Macêdo Gomes

Abstract


O objetivo geral deste estudo foi investigar os fatores de riscos relacionados a proliferação do Aedes aegypti, segundo a percepção de moradores residentes nas áreas das Unidades de Saúde Notificadoras do Município de Augustinópolis – TO. Utilizou-se como método uma pesquisa de natureza exploratória de cunho descritivo e transversal de abordagem qualitativa, este estudo foi realizado no Município de Augustinópolis, Estado do Tocantins. A coleta de dados foi realizada por meio de um formulário aplicado junto a cinquenta moradores do Município. Os resultados mostraram que os participantes em sua maioria foram do sexo feminino, com faixa etária predominante de 30 a 59 anos. Referiram como atividade de prevenção à educação em saúde a visita domiciliar realizada pelos agentes comunitários de saúde. Desde modo, almeja-se que essa pesquisa sirva de subsídio para novos estudos acerca do comportamento da Dengue, Zika e Febre Chikungunya.


Keywords


Arboviroses, Saúde, Meio Ambiente.

References


_______. Ministério da Saúde. Dengue: diagnóstico e manejo clínico: adulto e criança [recurso eletrônico]. Secretaria de Vigilância em Saúde - Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. – 5. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia de Vigilância em Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2014. 812 p.

CALDAS, Lucas Lopes. Condições de saneamento e sua relação com a saúde da comunidade–estudo de caso na comunidade de Sapucaia. 2018. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

COSTA, Josiel Melquiades da et al. A relação entre as condições precárias de moradias e a incidência de casos de doenças transmitida pelo Aedes Aegypti. 2019. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

DA SILVA SANTOS, Débora Aparecida et al. Caracterização dos casos de dengue por localização no interior de mato grosso entre 2007 e 2016. Cogitare Enfermagem, v. 23, n. 4, 2018. Disponível em:. Acesso em: 20 de Jun de 2020.

DA SILVA, Jaqueline Portal; DA SILVA PIMENTEL, Márcia Aparecida; JARDIM, Mário Augusto Gonçalves. Associação entre as condições sanitárias e a incidência de febre Chikungunya no município de Belém, Pará, Brasil. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 6, n. 06, p. 2177-2192, 2019. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

DE ANDRADE SILVA, André Vinícius Bezerra et al. O TEATRO COMO FERRAMENTA LÚDICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ACERCA DE ALGUMAS DOENÇAS TROPICAIS E SUA RELAÇÃO COM OS RESÍDUOS SÓLIDOS DE MORADORES NO POVOADO JUÁ MUNICÍPIO DE PAULO AFONSO-BAHIA, BRASIL. Semioses, v. 13, n. 4, p. 34-49, 2019. Disponível em:< https://revistas.unisuam.edu.br/index.php/semioses/article/view/485>. Acesso em: 21 de Jun de 2020.

DE OLIVEIRA BOTELHO, Nathalia Christina; THOMÉ, Marcos Paulo Machado; DA SILVA, Gesiney Botelho. PERCEPÇÃO SOBRE A ATUAÇÃO DOS AGENTES DE SAÚDE E A DENGUE NA COMUNIDADE DO SURUBI, MUNICÍPIO DE ITAPERUNA, RJ. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, v. 5, n. 5, 2019. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

DE SOUZA MESQUITA, Fabíola Olinda; PARENTE, Alaine Santos; COELHO, Glória Maria Pinto. Agentes Comunitários de Saúde e Sgentes de Combate a Endemias: Desafios para controle do Aedes aegypti. ID on line REVISTA DE PSICOLOGIA, v. 11, n. 36, p. 64-77, 2017. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

FERREIRA, Cristielly Silva et al. UMA POPULAÇÃO ADORMECIDA DIANTE DO AEDES AEGYPTI. In: 7ª JICE-JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EXTENSÃO. 2016. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

FORRESTER, Monica Sá Bastos et al. Conhecimentos, atitudes e práticas sobre zika. Anais do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, v. 18, p. 96-108, 2019. Disponível em:. Acesso em: 20 de Jun de 2020.

LENZI, Rosinaide Valquíria; SOARES, Weliton Nunes; ANTONIO, Heriton Marcelo Ribeiro. Dengue tipo I: estudo de variações na sintomatologia frente à automedicação em pacientes da cidade de Cacoal-RO. 2017. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

LIRAa. Lista de municípios participantes do LIRAa - Dez 2015; Portal da Saúde. Disponível em: . Acesso em 21 de Jun de 2020.

MENDES, Eugenio Vilaça. O acesso à atenção primária à saúde. Brasília, DF: Conselho Nacional de Secretários de Saúde, 2016. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE – OMS. Assunto: Nova classificação de caso de dengue – OMS. 2014. Disponível em: . Acesso em: 07 ago. 2017.

SANTANA, Laís Santos et al. Difusão espacial das epidemias de febre Zika no município de Salvador Bahia, 2015-2016: a dispersão dessa doença possui o mesmo padrão das epidemias de dengue e febre chikungunya?. 2018. Tese de Doutorado. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SANTOS, Karla Karoline Simões et al. Percepção sobre educação em saúde e ambiental de mosquitos vetores entre escolares. 2017. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SANTOS, S. L. et al. Percepção sobre o controle da dengue: uma análise a partir do discurso coletivo. Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais, Recife, v. 03, n. 02, 2015. Disponível em: < http://www.revista.ufpe.br/ revistamseu/index.php/revista/article/ view/130>. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SILVA, Cineide Oliveira; MIRANDA, Maria Aparecida; DA SILVA LESS, Diani Fernanda. Análise dos serviços de saneamento básico e a incidência de casos de Chikungunya no Bairro da Matinha em Santarém (PA). Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, v. 9, n. 6, p. 133-146, 2018. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SILVA, G. M.; ANDRADE, A.M.S.S. Avaliação do perfil epidemiológico da dengue no município de Paripiranga, Bahia, Brasil. Scientia Plena. Vol. 10, num. 09. 2014. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2016.

SILVA, Laiane da et al. Infecção pelo Zica vírus na gestação: sob a percepção da gestante. 2017. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SOARES, Marcos Gabriel Monção et al. Conhecimento das pessoas sobre a estratégia para o Controle da dengue em Belo Horizonte, MG. Extensão PUC Minas: encontros e diálogos. Belo Horizonte. Ebook. ed, v. 1, p. 46-58, 2018. Disponível em:. Acesso em: 20 de Jun de 2020.

SOBRAL, Marcos Felipe Falcão; SOBRAL, Ana Iza Gomes da Penha. Casos de dengue e coleta de lixo urbano: um estudo na Cidade do Recife, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, p. 1075-1082, 2019. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SOUZA, Kathleen Ribeiro et al. Saberes e práticas sobre controle do Aedes aegypti por diferentes sujeitos sociais na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 34, p. e00078017, 2018. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

SOUZA, Nathália Maestá de; STÁBILE, Everson. DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA: CONCEITOS A TUAIS E DIAGNÓSTICO LABORATORIAL. 2016. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

TERRA, MÁRCIA REGINA et al. Aedes aegypti e as arbovíroses emergentes no Brasil. Revista Uningá Review, v. 30, n. 3, 2017. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.

VIACAVA, Francisco et al. SUS: oferta, acesso e utilização de serviços de saúde nos últimos 30 anos. Ciência & saúde coletiva, v. 23, p. 1751-1762, 2018. Disponível em:. Acesso em 21 de Jun de 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n12-451

Refbacks

  • There are currently no refbacks.