Educação popular em saúde: desmistificando o pré-natal odontológico em um grupo de práticas corporais / Popular health education: demystifying dental prenatal care in a group of body practices

Normanda de Almeida Cavalcante Leal, Carlos Felipe Fontelles Fontineles, Lysrayane Kerullen David Barroso, Jéssica Alexia do Monte Rodrigues, Liduina Joyce Prado Linhares, Yohana de Oliveira Ponte, Rebecca Palhano Almeida Mateus, Germana Cely Medeiros Muniz de Souza

Abstract


A educação em saúde bucal possui um forte potencial de modificação do quadro de saúde populacional, através de ações que objetivam a apropriação do conhecimento sobre o processo saúde-doença. O trabalho tem como objetivo relatar uma atividade de educação popular em saúde sobre o período gestacional e o pré-natal odontológico no grupo de práticas corporais do Centro de Saúde da Família Dr. Everton Francisco Mendes Mont’Alverne, no município de Sobral, Ceará. Trata-se de um relato de experiência de abordagem qualitativa descritiva. Através de metodologias participativas e reflexivas, foi possível um diálogo sobre o período gestacional e o pré-natal odontológico com diversas pessoas da comunidade, visando à transformação local na perspectiva de promoção da saúde. Desta maneira as participantes foram ouvidas e se sentiram reconhecidas como parte fundamental no processo de transmissão de saberes relacionado ao pré-natal na comunidade.

 


Keywords


Educação em Saúde, Odontologia Comunitária, Assistência Pré-natal.

References


BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília :Ministério da Saúde, 2017.

______. Ministério da Saúde. Diretrizes da política nacional de saúde bucal. Brasília. 2004. p. 13.

______. Ministério da Saúde. Política Nacional de Educação Popular em Saúde. Brasília, 2012.

DARON, V. A educação popular em saúde como referencial para as nossas práticas na saúde. In: BRASIL. Ministério da Saúde. II Caderno de educação popular em saúde. Brasília, 2014. p. 123-146.

FACCIN, D. et al. Processo de trabalho em saúde bucal: em busca de diferentes olhares para compreender e transformar a realidade. Ciência e Saúde Coletiva. v. 15, s. 1, p. 1643-1652, 2010.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação. Ed.13, São Paulo: Paz & Terra, 1977.

FIALHO, N. N. Jogos no Ensino de Química e Biologia. Curitiba: IBPEX, 2007.

GONÇALVES, P. M ; SONZA, Q. N. Pré-natal odontológico nos postos de saúde de Passo Fundo/RS. Journal of Oral Investigations, v. 7, n. 2, p. 20-32, 2018.

ITS. Instituto de Tecnologia Social.Caderno de Debate: Tecnologia Social no Brasil. São Paulo: Raiz, 2004.

MINAYO, M.C.S. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Ed. 31, Petrópolis: Vozes, 2012

RIGO, L.; DALAZEN, J.; GARBIN, R. R. Impacto da orientação odontológica para mães durante a gestação em relação à saúde bucal dos filhos. Revista Einstein, v. 14, n. 2, p. 219-225, 2016

SILVA, F. W. G. P. et al. Atendimento odontológico à gestante. Parte 2: Cuidados durante a consulta. Revista da Faculdade de Odontologia de Porto Alegre. v.47, n.3, p.5-9, 2006.

PINTO, V. G. Saúde Bucal Coletiva. Ed.6, São Paulo. 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-285

Refbacks

  • There are currently no refbacks.