A influência das exportações de produtos agrícolas, e os impactos gerados na degradação do solo e do meio ambiente, durante o período entre 2004 à 2019/ The influence of agricultural exports, and the impacts generated on soil and environmental degradation, during the period from 2004 to 2019

Educélio Gaspar Lisbôa, Igor Charles Castor Alves, Jader Duarte Ferreira, Leonardo Augusto Lobato Bello, Érico Gaspar Lisbôa, Ionara Santos Siqueira, Cinthia de Oliveira Rodrigues, Heriberto Wagner Amanajás Pena

Abstract


Este artigo oferece uma análise sobre as exportações do feijão e do milho no mercado internacional, e seus reflexos para a degradação do solo e do meio ambiente, no período compreendido entre 2004 à 2019, no Brasil, estudando suas causas e possíveis soluções no âmbito social, ambiental e econômico. A pesquisa abordou os diversos aspectos teóricos sobre degradação do solo e impactos ao meio ambiente, evidenciando sobretudo as variáveis do mercado internacional como taxa de câmbio, exportações e importações do feijão e do milho. Desta forma recorreu-se ao modelo de regressão linear múltipla para demonstrar o comportamento de tais variáveis, e constatou-se que a taxa de câmbio se manteve alta e estável na maioria do horizonte de tempo, refletindo-se de forma inversa a maioria das variáveis, exceto para as exportações de milho que apresentou tendência crescente, demonstrando ser um produto agrícola promissor para os próximos anos pelo lado da economia. Pelo lado socioambiental, faz-se necessário a práticas de novas técnicas para o reuso do solo e preservação do emprego e da renda, sem, no entanto, deixar de atender a grande demanda do mercado internacional. Por fim pode-se constatar que apesar das estatísticas refletirem tendências negativas para as exportações de feijão e positivas para as exportações de milho, o Brasil ainda sim é considerado um mercado promissor, no que tange as exportações de produtos agrícolas, sendo assim podemos constatar que só através de vultosos  investimentos nas três dimensões (econômica, social e ambiental), o Brasil tende a chegar a números ótimos rumo a uma melhor equidade, no que concerne as exportações de produtos agrícolas, fertilidade do solo, e geração de emprego e renda.


Keywords


degradação do solo, exportações, produtos agrícolas, meio ambiente e variáveis do mercado internacional.

References


BARBISAN, A. O. et al. Técnica de valoração econômica de ações de requalificação do meio ambiente: aplicação em área degradada. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental. V. 14, 2009. Disponível em Acesso em: 15 Nov 2020.

BOTELHO, S. A. et al. Avaliação do crescimento do estrato arbóreo de área degradada revegetada à margem do Rio Grande, na usina hidrelétrica de Camargos, MG. Revista Árvore. V. 31, 2007.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. A produtividade da soja: análise e perspectivas. Brasília: CONAB, 2017. 34 p. (Compêndio de Estudos Conab, v. 10). Organizador: OLIVEIRA NETO, Aroldo Antônio de.

Diário Oficial da União - Seção 1 - 12/4/1989, Página 5517 (Publicação Original);Coleção de Leis do Brasil – 1989.

DENARDIN, J.E.; KOCHHANN, R.A. Requisitos para a implantação e manutenção do sistema plantio direto. In: EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Trigo. Plantio direto no Brasil. Passo Fundo : Aldeia Norte, 1993. p.19-27.

FAO. 2001. Agriculture, alimentation et nutrition en Afrique: un ouvrage de référence à l'usage des professeurs d'agriculture. Roma.

FERRÃO. Maria Eugênia. Introdução à Modelagem Multinível em Avaliação Educacional. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Rio de Janeiro, 2001.

FILHO, B. C. et al. Diagnóstico geoambiental da área do entorno do reservatório da usina hidrelétrica de tombos, para fins de recuperação de áreas degradadas. Caminhos de geografia, 1995.http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fzva

IPEA. www.ipeadata.gov.br. Dados macroeconômicos analíticos de séries temporais anuais, 2020.

KIEHL, J.E. Fertilizantes orgânicos. Piracicaba: Agronômica Ceres, 1985. 492p

KANG, B. T. Changes in soil chemical properties and crop performance with continuous cropping on an Entisol in the humid tropics.p.297-305. In Mulongoy, K. & R. Merckx, (Eds.). Soil organic matter dynamics and sustainability of tropical agriculture. New York: John Wiley e Sons. 1993.

NASCIMENTO, W. M. do. Planejamento básico para recuperação de área degradada em ambiente urbano. Espacio y Desarrollo. N.19, 2007.

NECKEL, A.; FANTON, G.; BORTOLUZZI, E. C. Recuperação ambiental de área verde urbana degradada - loteamento cidade universitária – Passo Fundo – RS. Boletim Gaúcho de Geografia. N 35, 2009. Disponível em: Acesso em: 10 Nov 2020.

SANTANA, Antônio Cordeiro de. Métodos quantitativos em economia: elementos e aplicações. Belém, Pa: UFRA, 2003.

SILVEIRA, T; REGO, N.A.C; DOS SANTOS, J.W.B; DE ARAÚJO, M.D.S.B. Qualidade da Água e Vulnerabilidade dos Recursos Hídricos Superficiais na Definição das Fragilidades Potencial e Ambiental de Bacias Hidrográficas. Revista Brasileira de Geografia Física, 7(4): 643-652, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-338

Refbacks

  • There are currently no refbacks.