Monitoria na disciplina técnica de avaliação psicológica ii do curso de psicologia: relato de experiência / Monitoring in the technical discipline of psychological evaluation ii of the psychology course: experience report

Luciano Barbosa de Queiroz, Elcimar do Amaral Bosco, Geyssy Yorrana Canedo, Sandra de Fátima Barboza Ferreira, Ariane Cristina Ramello de Carvalho, Mara Rúbia de Camargo Alves Orsini

Abstract


Este trabalho constitui um relato de experiência das atividades de monitoria acadêmica realizadas na disciplina de “Técnica de Avaliação Psicológica II" do curso de Psicologia. Objetiva destacar a importância da monitoria para a aprendizagem do conteúdo programático da disciplina e para a formação de psicólogos éticos e responsáveis. Ela possibilita ajudar os alunos com maiores dificuldades na compreensão do conteúdo e na realização das atividades relacionadas às técnicas de avaliação bem como garantir a eles uma inserção na prática de Avaliação Psicológica atenta às resoluções e instruções normativas pertinentes (BRASIL, 2005/2021; 2018/2021). A monitoria também prepara o monitor para atividades de docência, possibilitando um aprofundamento teórico e prático, e contribui para a melhoria do curso de Psicologia e a formação de seus acadêmicos. Os resultados obtidos apontam para a importância do Programa de Monitoria e para uma prática pedagógica construída coletivamente e sensível às necessidades de cada estudante, da profissão e da comunidade atendida.

 

 


Keywords


Monitoria, Avaliação Psicológica, Ensino, Aprendizagem.

References


ALCHIERI, J. C. (2003).Avaliação psicológica: conceito, métodos e instrumentos. São Paulo: Casa do Psicólogo.

BAPTISTA, M. N. et al. (org.). Compêndio de avaliação psicológica. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2019.

BRASIL. Universidade Federal de Goiás. Resolução CEPEC 1190/2013. Programa de Monitoria. Goiânia, 3 de Maio de 2013. 7p. Disponível em: . Acesso em: 30 agosto de 2016.

_______. Lei nº 9.394. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília, Presidência da República, 1996.

______. Resolução CFP n. 010/2005, que aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo. Brasília, 2005. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2021.

______. Resolução CFP n. 009/2018, que estabelece diretrizes para a realização de Avaliação Psicológica no exercício profissional da psicóloga e do psicólogo, regulamenta o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos - SATEPSI e revoga as Resoluções n. 002/2003, n. 006/2004 e n. 005/2012 e Notas Técnicas n. 01/2017 e 02/2017. Brasília, 2018. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Relatório do ano temático da avaliação psicológica, 2011/2012. Brasília, 2013. Disponível em: . Acesso em: 29 ago. 2017.

CUNHA, Jurema Alcides. Psicodiagnóstico V. Porto Alegre: Artmed: 2000.

GOIÂNIA. Plano de Curso da disciplina de Técnica de Avaliação Psicológica II, da Universidade Federal de Goiás, oferecido no primeiro semestre do ano de 2017. (mimeo).

________. Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Psicologia - Modalidades: Específico da profissão - Psicólogo e Formação do professor em Psicologia, da Universidade Federal de Goiás. 2007. Disponível em: https://psicologia.fe.ufg.br/p/9814-apresentacao . Acesso em: 30 de agosto de 2016.

________. Resolução - CEPEC nº 1190. Cria o Programa de Monitoria da UFG, fixa os objetivos e estabelece as estruturas de funcionamento da Monitoria da UFG, e revoga a Resolução CEPEC nº 242/85. Goiânia, CEPEC, 2013.

OCAMPO, Maria Luísa. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. São Paulo: Martins Fontes, 2º ed. 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-340

Refbacks

  • There are currently no refbacks.