Inclusão de um discente surdo em uma turma de ouvintes: Uma abordagem contextualizada em período de pandemia / Inclusion of a deaf student in a group of listeners: A contextualized approach in a pandemic period

Márcio Jean Fernandes Tavares, Bruno Galdino Lopes, José Leonardo Alves Ferreira, Alessandra Marcone Tavares Alves de Figueiredo, Niely Silva de Souza

Abstract


A educação inclusiva é um dos mais importantes desafios vivenciados por educadores no sistema regular de ensino, uma vez que o tema tem se apresentado muito polêmico no cenário da educação brasileira, devido à complexidade de fatores a serem revistos para sua efetiva implantação. Como consequência, a sala de aula ganhou um espaço mais plural, em que cada vez mais, discentes com características tão distintas, estão incluídos (não necessariamente de forma eficaz) no processo de ensino e aprendizagem. Todavia, na prática, o que se constata é que muitos discentes ainda são excluídos desse processo. Em alusão à educação de surdos, em que o aspecto visual é vislumbrado com maior ênfase, os professores, bem como a escola, por vezes não se preocupam em preparar ferramentas didáticas que facilitem o processo de ensino e aprendizagem, pois esses, muitas vezes, não reconhecem as peculiaridades desses estudantes, como a visualidade que é o alicerce para uma construção substancial do aprendizado. Em concernência ao ensino de Química, considerado abstrato por grande parte dos discentes, tais problemáticas são mais proeminentes para os discentes surdos, pois além da dificuldade da matéria, estes apresentam outra problemática que é o fator linguístico. Dentro desse contexto, o objetivo dessa pesquisa foi incluir um discente surdo em uma turma de ouvintes, com abordagem contextualizada, utilizando as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs), assim como a experimentação, de forma remota, no intuito de contribuir com a melhoria da inclusão de surdos nas escolas regulares. O procedimento metodológico teve abordagem qualitativa e de cunho participante. Os resultados obtidos na turma inclusiva foram satisfatórios, sobretudo, para o discente surdo. Contudo, a presença do intérprete de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e os recursos didáticos utilizados foram essenciais para o êxito da pesquisa.

 


Keywords


discente surdo, ensino de Química, metodologia diversificada, inclusão, educação.

References


ATKINS, Peter W.; JONES, Loretta. Princípios de Química: questionando a vida moderna o meio ambiente. 3 ed. Guanabara Koogan, 2006.

BEAKER. Beaker - Mix Chemicals. Desenvolvedor: THIX, 2015. Disponível em: https://play.google.com/store/apps/details?id=air.thix.sciencesense.beaker. Acesso em: 31 de mar. de 2021.

BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista. O aplicativo Kahoot na educação: verificando os conhecimentos dos alunos em tempo real. In: Livro de atas X Conferência Internacional de TIC na Educação–Clallenges. 2017. p. 1587-1602.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9.394/96. Brasília, 20 dezembro, 1996.

______. Lei nº 10.436 de 24 de abril de 2002. Disponível em http:// http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2002/L10436.htm. Acesso em: 22 mar. 2021.

______. Orientações Curriculares para o Ensino Médio: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias, 2006. Secretaria de Educação Básica. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica.

______. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: 22 mar. 2021.

CARNEIRO, Relma Urel Carbone; COSTA, Maria Carolina Branco. Tecnologia e deficiência intelectual: práticas pedagógicas para inclusão digital. Revista on line de Política e Gestão Educacional, p. 706-719, 2017.

DA SILVA, Antônia Maíra Emelly Cabral et al. Um olhar sobre o processo de ensino e aprendizagem de crianças com síndrome de Down. Revista Includere, v. 1, n. 1, 2015.

DOROTHY L.; et. al. Teaching Chemistry to Students with Disabilities: A Manual for High Schools, Colleges, and Graduate Programs. 4. Washington: American Chemical Society, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 51ª ed - Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

GIORDAN, A.; VECCHI, G. Do saber: das concepções dos aprendentes aos conceitos científicos. 2 ed. Porto Alegre: Artemed; 1996.

IFPB- Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Resolução nº 29/2020. Dispõe sobre os procedimentos adotados durante a pandemia do COVID-19. João Pessoa, 2020. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/santarita/ensino/atividades-nao-presenciais/documentos-e-resolucoes/resolucao-29-2020-estabelece-os-procedimentos-para-desenvolvimento-e-registro-de-atividades-de-ensino-nao-presenciais-aenps.pdf/view. Acesso em: 21 mar. 2021.

KAHOOT. Kahoot. Desenvolvedor: orten Versvik, Johan Brand e Jamie Brooker, 2012. Disponível em: https://kahoot.com. Acesso em: 01 de abr. de 2021.

LEITE, B. S. Tecnologias no ensino de Química: teoria e prática na formação docente. 1. Curitiba: Appris, 2015.

MARCONI, Marina de A.; LAKATOS, Eva M. Metodologia científica. 6ª ed. - São Paulo: Atlas, 2011.

MONTE UM ÁTOMO. Build an Atom. Desenvolvedor: Phet Colorado - University of Colorado Boulder, 2015. Disponível em: https://phet.colorado.edu/en/simulation/build-an-atom. Acesso em: 31 de mar. de 2021.

PADILHA, A. M. L. Desafios para a formação de professores: alunos surdos e ouvintes na mesma sala de aula? In: Lodi, A. C. B., Lacerda, C. B. F. (orgs.). pp. 113 – 126. Uma escola duas línguas: letramento em língua portuguesa e língua de sinais nas etapas iniciais de escolarização. Porto Alegre, Rio Grande do Sul: Mediação, 2009.

QUADROS, R. M. Educação de surdos- A aquisição da linguagem. 1. São Paulo: Artmed, 1997.

SOUSA, Neide Maria Fernandes Rodrigues; NASCIMENTO, Deisiane Aviz. A inclusão escolar e o aluno com síndrome de Down: as adaptações curriculares e a avaliação da aprendizagem. Rev. Educação & Formação, Fortaleza, v. 3, n. 9, p. 121-140, 2018.

TABELA PERIÓDICA. Tabela Periódica – Química, 2021. Desenvolvedor: ChernyKH. Disponível em: https://play.google.com/store/apps/details?id=mendeleev.redlime. Acesso em: 31 de mar. de 2021.

TRESPACH, Rúbia Raubach; GUNTZEL, Bruno; BEDIN, Everton. Análise química sobre ferramentas tecnológicas para ensinar química na Educação Básica à alunos surdos. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, 2016.

WELLER, W.; PFAFF, N. A relevância dos métodos de pesquisa qualitativa em Educação no Brasil. In: GATTI, Bernadete; ANDRÉ, M. Metodologias da pesquisa qualitativa em educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011, p. 29 – 38.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-346

Refbacks

  • There are currently no refbacks.