Prevalência de sintomas depressivos asscoiados à institucionalização de idosos maculinos em uma cidade sulmineira / Prevalence of depressive symptoms associated with the institutionalization of elderly men in a south city

Fabiano Marcos Silva, Débora Vitória Alexandrina Lisboa Vilella, Gisela Maria Rosas Helou, Renato Augusto Passos

Abstract


Na velhice ocorre diminuição gradual na qualidade de vida e o surgimento de estados depressivos por diversos motivos, sendo assim, este estudo objetivou conhecer o perfil de 39 idosos do sexo masculino que residem em instituições de longa permanência; além de descrever o perfil socioeconômico e identificar o grau de depressão apontado por meio da Escala de Depressão Geriátrica de Yesavage. Este estudo é descritivo e exploratório, e utilizou-se de questionário socioeconômico e questionário de exame mental. Os resultados analisados apontaram um percentual positivo de aceitação do processo de envelhecimento, porém, foram apontados sintomas depressivos. Concluiu-se que dos idosos pesquisado 30,76% apresentou quadro psicológico normal; 66,68% depressão leve e 2,56% depressão severa.


Keywords


Envelhecimento. Depressão. Instituição de Longa Permanência

References


ALMEIDA, O. P; ALMEIDA, S. A. Confiabilidade da versão brasileira da Escala de Depressão Geriátrica (GDS) versão reduzida. Arquivos de Neuro-Psiquiatria, São Paulo, v. 57, n. 2, p. 421-426, 1999.

BATISTONI, S. S. T. et al. Medidas prospectivas de sintomas depressivos entre idosos residentes na comunidade. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 44, n. 6, p. 1137-1143, 2010.

CAMARANO, A. A.; KANSO, S. Como as famílias estão lidando com os idosos que demandam cuidados? A visão mostrada pelas PNADs. In: CAMARANO, A. A. (Org.) Cuidados de longa duração para a população idosa: um novo risco a ser assumido? Rio de janeiro: IPEA, 2010.

CARREIRA, L. et al. Prevalência de Depressão em idosos institucionalizados. Revista de Enfermagem da UERJ, Rio de Janeiro, v. 19, n. 5, p. 268-273, abr./jun. 2011.

DALGALARRONDO, P. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.

FERRARI, C. M. M.; VASCONCELOS, L. Depressão. In: NUNES M.I.; FERRETI, R.E.L.; SANTOS, M. Enfermagem em geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012. cap. 12. p. 111-118.

GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de fisiologia médica. 12. ed. Rio de Janeiro:Guanabara Koogan, 2011.

ITAJUBÁ (Cidade). Prefeitura Municipal. História. Itajubá, 2014. Disponível em: . Acesso em: 19 mar. 2018.

MAZETTO, B. Quais são as causas de depressão em idosos. BONDE, Londrina, 2012. Disponível em: . Acesso em 17 fev. 2018.

MORENO, R. Depressão. São Paulo: Laboratório de Neurociências, 2009. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2018.

PETROIANU, A. et al. Atividade física e mental no risco de demência em idosos. Jornal brasileiro de psiquiatria. Rio de Janeiro 2010, vol.59, n.4, pp.302-307.

NASCIMENTO FILHO, J. S. Q. do. A exclusão dos idosos no âmbito familiar e social. 2016. Portal Educação, São Paulo, 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018

OLIVEIRA, M.; JANNUCO, L. F.; MATOS, F. Atividades para idosos: como a prática pode ser benéfica para a saúde. Blog Educação Física, 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018

REICHEL, M. D. et al. Assistência do idoso. Aspecto clínico do envelhecimento. In: Avaliação multidimensional do paciente idoso. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

ROSO, L. Depressão em idosos: os riscos e as armadilhas da doença nesta fase da vida. Gaucha ZH. VIDA, 2017. Disponível em: . Acesso em 15 fev. 2018.

SANTOS, A. B. dos et al. Avaliação do Grau de Depressão em Pacientes com Insuficiência Renal Crônica Submetidos à Hemodiálise. Revista Nursing, Barueri, v. 11, n. 124, p. 413-417, set. 2008.

SCHESTATSKY, S. S. Transtornos de humor. In. Compêndio de psiquiatria: ciência do comportamento e psiquiatria clínica. 9. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. cap. 15, p. 572-629.

SCHNEIDER, R. H.; IRIGARAY, T. Q. O envelhecimento na atualidade: Aspectos cronológicos, biológicos, psicológicos e sociais. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 25, n. 4, p. 585-593, 2008. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2018.

SILVA, A. G. et al. Depressão masculina: um estudo sobre as internações na região centro Oeste de Minas Gerais. Revista de Enfermagem da UFSM, Santa Maria, v. 2, n. 2, p. 275-281, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-380

Refbacks

  • There are currently no refbacks.