Do off ao on: desafios e práticas pedagógicas no emprego de metodologias e o uso de tecnologias em tempos de pandemia / From off to on: challenges and pedagogical practices in the use of methodologies and the use of technologies in times of pandemic

Fernanda Gabriela de Andrade Coutinho, Helaine Patricia Ferreira, Priscila Kalinke da Silva

Abstract


As transformações que já vinham ocorrendo no ensino superior foram aceleradas no contexto da pandemia da COVID-19, que mudou os rumos de todo o mundo e afetou a forma como as pessoas realizam suas atividades, como no caso do ensino. Com a crise e consequente isolamento social, os professores tiveram que iniciar o Ensino Remoto Emergencial (ERE) para manterem de alguma maneira o andamento das aulas. Para isso, precisaram realizar várias adaptações. Diante disso, este trabalho tem como objetivo principal, compreender como docentes do ensino superior podem se adaptar as novas tecnologias e metodologias diante de um cenário de crise e os principais desafios que emergem deste processo. Para isso foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo descritiva, por meio de entrevistas semi-estruturadas com oito docentes do ensino superior presencial de uma Universidade privada, sendo a análise e interpretação de dados feita por meio de análise de conteúdo. Os principais resultados apontam as dificuldades enfrentadas pelos docentes dentro desse novo modelo, bem como as práticas por eles realizadas, também apresenta um possível cenário para a educação superior após a pandemia e as mudanças no papel do professor nesse novo contexto digital e tecnológico.


Keywords


Ensino Superior. Tecnologias Educacionais. Docentes. Metodologia Ativa. Educação e Crise.

References


ALVES, L. Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância (RBAAD). Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED). São Paulo, SP. v.10, 2011.

ANDRIGHETTO, F. Mais de 1.800 professores universitários foram demitidos em meio à pandemia em SP. Catraca Livre. 29 ago. 2020. Disponível em https://catracalivre.com.br/educacao/mais-de-1-800-professores-universitarios-foram-demitidos-em-meio-a-pandemia/. Acesso em 17 dez. 2020.

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. 6. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

BEZERRA, K. P.; COSTA, K. F. L; OLIVEIRA, L. C; FERNANDES, A. C. L.; CARVALHO, F. P. B; NELSON, I. C. A. S. R. Ensino remoto em universidades públicas estaduais: o futuro que se faz presente. Research, Society and Development, v. 9, n. 9, 2020. Disponível em

http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7226. Acesso em 17 dez. 2020.

COOL, C.; MONEREO, C. Psicologia da educação virtual. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. Introdução: a disciplina e a prática da pesquisa qualitativa. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. (orgs.). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006. p. 15-41.

DOMINICI, T. Professores relatam de aulas online com 300 alunos a demissões por pop-up. Agência Publica. 23 set. 2020. Disponível em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-publica/2020/09/23/professores-relatam-de-aulas-online-com-300-alunos-a-demissoes-por-pop-up.htm. Acesso em 17 dez. 2020.

FAVA, R. Educação 3.0. São Paulo: Saraiva, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa.

ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

HORN, M. B.; STAKER, H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

HODGES, C.; MOORE, S.; LOCKEE, B.; TRUST T.; BOND, A. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. Educause Review, 27 Mar. 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching-and-online-learning. Acesso em: 1 ago. 2020.

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. 8. ed. Campinas: Papirus, 2012.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MASETTO, M. T. Competências pedagógicas do professor universitário. 3. ed. São Paulo: Summus, 2015.

MATTAR, J. Metodologias ativas: para a educação presencial, blended e a distância. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017.

MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 19. ed. Campinas: Papirus, 2011.

MORAN, J. M. O que é educação a distância. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2020. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/201 3/12/dist.pdf . Acesso em: 1 ago. 2020.

NASCIMENTO, P. M., RAMOS, D. L., MELO, A. A. S.de. & CASTIONI, R. Acesso domiciliar à Internet e ensino remoto durante a pandemia. Nota Técnica - IPEA. Agosto, 2020. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/10228/1/NT_88_Disoc_AcesDomInternEnsinoRemoPandemia.pdf. Acesso em 17 dez. 2020.

SARAIVA, K.; TRAVERSINI, C.; LOCKMANN, K. A educação em tempos de COVID-19: ensino remoto e exaustão docente. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, p. 1-24, 2020. Disponível em: https://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa. Acesso em 17 dez. 2020.

STEVANIM, L. F. Exclusão nada remota. Campanha Nacional pelo direito à Educação. 10 set. 2020. Disponível em https://campanha.org.br/noticias/2020/09/10/exclusao-nada-remota/. Acesso em 17 dez. 2020.

PELISSOLI, L.; LOYOLA, W. Aprendizado móvel (m-learning): dispositivos e cenários. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 11., 2004. Salvador. Anais [...] Salvador: ABAD, 2004. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm/074-TC-C2.htm . Acesso em: 1 ago. 2020.

RABELLO, M. E. Lições do coronavírus: ensino remoto emergencial não é EaD. Desafios da Educação, 2 abr. 2020. Disponível em: https://desafiosdaeducacao.gru poa.com.br/coronavirus-ensino-remoto/. Acesso em: 1 ago. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-495