As faces da fonoaudiologia no mercado de trabalho / The faces of speech language pathology in the labor market

Elizabeth Matilda Oliveira Williams, Quissila Renata Batista, Helenkegth dos Santos Martins Alves Lisboa, Karen Gomes Ramos, Gleizze de Oliveira Machado, Ana Isabel Landim Fabiano, Aline Alves Garcia Lopes

Abstract


A relevância deste trabalho deve-se a três objetivos gerais que apontaram as áreas de atuação Fonoaudiológicas, as práticas e os conhecimentos adquiridos pela sociedade sobre esta profissão. Diante das pesquisas bibliográficas, entrevistas com profissionais da área e utilização de questionários foi possível compreender que as áreas da Fonoaudiologia mais conhecidas; Linguagem e Educação. Coathcinhg, Audiologia, Neurologia, Motricidade Orofacial, Disfagias, não são de conhecimento geral. Foi identificado um grande interesse social em conhecer mais sobre as áreas de atuação Fonoaudiológicas sendo possível concluir sobre a importância da divulgação a fim de esclarecimentos, promoção da saúde e consequentemente a valorização profissional.


Keywords


Atuação Fonoaudiológica, Profissões, Saúde.

References


AMORIM, A. A. Comunicação Empresarial: contribuições da fonoaudiologia. Disponível:.

AZEVEDO, M. F; Empreendedorismo na Comunicação: um novo olhar para o mercado. Ver. Eletrônica Temática. Ano VI, n. 12. dezembro, 2010. CARRASCO, M. C. O. Fonoaudiologia Empresarial. São Paulo: Editora Louvise, 2001.

BRASIL. Atuação do Fonoaudiólogo Educacional. Sistema de Conselhos de Fonoaudiologia. 2013.

CHIAVENATTO, Idalberto. Administração nos Novos Tempos. 2ª Ed., Rio de Janeiro: Campus, 1999. COSTA, S. N; Comunicação Organizacional: uma estratégia que equilibra. 21 de jan. 2008. Disponível em:

BRASIL. Sistema de Conselhos de Fonoaudiologia. (2013). Disponível em: . Acesso: 28/05/18.

BRUSCIA, K. E. Definindo Musicoterapia. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ene.livros, 2000. p 300.

DANESI, M. C. O admirável mundo dos surdos. EDIPUCRS, 2001.

Disponível:Acesso:06/06/18.

GOMES, G.E.C.R., HENRIQUES, C.C.B., ARAÚJO, M. E,. (2013) FONOAUDIOLOGIA E MÚSICA: A ARTE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR E COGNITIVO DE CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL HEMIPLÉGICA. Tese de Mestrado. Disponível em: .

PEDROSO, M. I. L. Técnicas Vocais Para o Profissional da Voz. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Voz) – Centro Especializado em Fonoaudiologia Clínica CEFAC, São Paulo. 50p.

Rangel, L. D. S. F., & de Melo Barreto, F. G. S. (2017). A IMPORTÂNCIA DO FONOAUDIÓLOGO COMO COACH NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL. REINPEC-Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 3(1).

Souza B. C, M.de, Silva F., J. R.da, Oliveira, C. Almeida, E. de, Almeida Filho, N. de. As emissões otoacústicas no diagnóstico diferencial das perdas auditivas induzidas por ruído. Revista CEFAC [enlinea] 2010, 12 (Noviembre-Diciembre) : [Fecha de consulta: 15 de mayo de 2018] Disponiblen: ISSN 1516-1846.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-302